Por uma abordagem qualitativa dos dados: A pesquisa de tendências embasada na Grounded Theory

Autores

  • Amanda Queiroz Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Richard Perassi Luiz de Souza Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Sandra Regina Rech Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x05102012047

Palavras-chave:

Grounded Theory, tendências, pesquisa qualitativa

Resumo

Este trabalho considera a necessidade da compreensão das tendências de moda através de uma abordagem das ciências sociais. Para tal, realizou-se levantamento textual teórico acerca de bases das ciências sociais, considerando principalmente termos como pesquisa qualitativa, complexidade e fator humano. A aproximação com as ciências sociais deu-se ao fato da necessidade da utilização de uma metodologia de pesquisa qualitativa que está embasada em um procedimento de comparação de modos de conduta e ação constantes. Após a pesquisa textual, desenvolveu-se uma metodologia conceitual de trabalho própria, tendo seus alicerces na Teoria Fundamentada nos Dados de Glaser (1978) e Strauss e Corbin (1990). O modelo conceitual metodológico proposto envolve três principais fases: coletada, análise de dados e delimitação de teorias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BACK, Suzana. Pesquisa de Tendências – um modelo de referência para pesquisa prospectiva. 2008. 138f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis.

BARCARO, Andrea. Os processos de uma empresa de moda. In: SORCINELLI, Paolo (org.). Estudar a Moda: corpos, vestuários, estratégias. pp.143 – 156.

BAUMAN, Zygmunt; MAY, Tim. Aprendendo a pensar com a sociologia. Tradução Alexandre Werneck. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 2010.

BRAIN RESERVE. Trends matter. Disponível em: . Acesso em: 07/jun/2008.

BRANNON, E. Fashion Forecasting. NY: Fairchild Publications, 2000.

CALDAS, D. Observatório de Sinais – teoria e prática da pesquisa de tendências. Rio de Janeiro: Senac, 2004.

CALDAS, Dário. Observatório de sinais: teoria e prática da pesquisa de tendências. Rio de Janeiro: Senac Rio, 2004.

_____________. Evoluções recentes na imagem da moda no Brasil. In: CASTILHO, Kathia; OLIVEIRA, Ana Claudia (org). Corpo e Moda: por uma compreensão do contemporâneo. Barueri – SP: Estação das letras e Cores Editora, 2008. pp. 231 – 237.

CASSIANI, S. de B.; CALIRI, M.H.L.; PELÁ, N.T.R. A teoria fundamentada nos dados como abordagem da pesquisa interpretativa. Rev.latino-am.enfermagem, v. 4, n. 3, p. 75-88, dezembro 1996.

CASTILHO, Kathia. MARTINS, Marcelo M. Discursos da Moda: semiótica, design e corpo. 2ª ed. São Paulo: Editora Anhembi Morumbi, 2005.

DORNELLES, Juliana. Entrevista: Dario Caldas. Disponível em: <http://julianadornelles.com.br/texts/noticias_ver/id/232/>. Acesso em: 11/02/2010 às 20:55

DURKHEIM, Émile. As Regras do Método Científico. São Paulo: Martin Claret, 2004.

ERNER, Guillaume. Vítimas da moda?: como a criamos e por que a seguimos? São Paulo: Editora Senac, 2005.

GIALDINO, Irene; CHERNOBILSKY, Lília; BÉLIVEAU, Verônica. Estrategias de investigación cualitativa. Buenos Aires: Gedisa Editoral, 2007.

GODOI, Christiane Kleinübing; BANDEIRA-DE-MELLO, Rodrigo; SILVA, Anielson Barbosa da. Pesquisa Qualitativa em Estudos Organizacionais: Paradigmas, Estratégias e Métodos. São Paulo: Editora Saraiva, 2006.

HAGUETTE, Teresa Maria Frota. Metodologias Qualitativas na Sociologia. 8ª edição. Petrópolis – RJ: Editora Vozes, 2001.

JONES, S. J. Diseño de Moda. Barcelona: Art Blume, 2002.

LIPOVETSKY, G. O Império do Efêmero. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

LORIERI, Marcos Antônio. Educação Escolar numa perspectiva da Teoria da Complexidade. – UNINOVE. Disponível em: <

http://www4.uninove.br/grupec/Educacao_Escolar.htm>. Acesso em: 28/ago/2008.

LYNCH, Annette. STRAUSS, Mitchell. Changing Fashion: A critical introduction to trend analysis and meaning. New York/Oxford: Berg, 2007.

MANN, Peter H. Métodos de Investigação Sociológica. 4ª edição. Rio de Janeiro: Zahar Editores: 1979.

MIRANDA, Ana Paula de. Consumo de moda: a relação pessoa-objeto. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2008.

MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma e reformar o pensamento. 7ª edição. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2002.

MORIN, Edgar. [et al]. Ensaios de Complexidade (4ª. ed.). Porto Alegre: Sulina, 2006.

OLIVEIRA, Ana Sofia Carreço de. O Estudo das Tendências para o Processo de Design. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Design Industrial) – Programa de Graduação em Design Industrial, UDESC, Florianópolis.

PALOMINO, Erika. A Moda. 2ª ed. São Paulo: Publifolha, 2003.

PERNA, R. Fashion Forecasting. New York: Fairchild Publications, 1987.

PETRAGLIA, Isabel Cristina. Edgar Morin, a Educação e a Complexidade do Ser e do Saber. Petrópolis: Vozes, 1995.

PIRES, Dorotéia Baduy (org). Design de Moda: Olhares Diversos. Barueri: Estação das Letras e Cores Editora, 2008.

PRECIOSA, Rosane. Produção Estética: Notas sobre Roupas, Sujeitos e Modos de Vida. São Paulo: Ed. Anhembi Morumbi, 2005.

PUCHASKI, Kleber R. Feel the future: perceptions of branding and design towards product development in the motor industry. Tese de doutorado - Royal College of Art. Londres, 2008

RECH, Sandra R. Moda: por um fio de qualidade. Florianópolis: Editora da UDESC, 2002.

SCHIRMER, Mauryn. A Pesquisa de Moda e as Ciências Sociais: um Diálogo Necessário. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Moda) – Programa de Graduação em Moda, UDESC, Florianópolis.

SEXE, Nestor. Casos de comunicacíon y cosas de diseño. Buenos Aires: Padiós, 2007.

SORCINELLI, Paolo (org.). Estudar a Moda: corpos, vestuários, estratégias. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2008.

STRADA, Nanni (2008). Relatos de uma designer de moda. In: PIRES, Dorotéia Baduy (org). Design de Moda: Olhares Diversos. pp.115 – 125.

TOP 5 TREND WATCHING TIPS. Disponível em: . Acesso em: 08/jul./2008.

Downloads

Publicado

2012-07-01

Como Citar

QUEIROZ, Amanda; DE SOUZA, Richard Perassi Luiz; RECH, Sandra Regina. Por uma abordagem qualitativa dos dados: A pesquisa de tendências embasada na Grounded Theory. Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 5, n. 10, p. 47–70, 2012. DOI: 10.5965/1982615x05102012047. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/7749. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>