Renda renascença e renda irlandesa: contextos de produção nas associações de artesãos da região Nordeste do Brasil

Autores

  • Márcio Monticelli Albani
  • Icleia Silveira
  • Sandra Regina Rech
  • Lucas da Rosa

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x13302020118

Resumo

O presente estudo objetiva identificar os contextos de produção das rendas Renascença e Irlandesa nas associações de artesãos de São João do Tigre, na Paraíba e de Divina Pastora, no Sergipe. Foi utilizada a pesquisa qualitativa e descritiva e quanto à coleta de dados utilizou-se a pesquisa bibliográfica e de campo, com aplicação de questionário semiestruturado. A amostra da pesquisa é constituída de quatro entidades, sendo duas associações e uma cooperativa que produzem Renda Renascença na cidade de São João do Tigre, no Estado da Paraíba e uma associação que produz Renda Irlandesa na cidade de Divina Pastora, no Estado de Sergipe. Por meio do estudo percebeu-se que cada entidade tem uma forma de organização e que seus principais desafios se referem à preservação das técnicas e à comercialização dos produtos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-27

Como Citar

MONTICELLI ALBANI, M.; SILVEIRA, I.; REGINA RECH, S.; DA ROSA, L. Renda renascença e renda irlandesa: contextos de produção nas associações de artesãos da região Nordeste do Brasil. Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 13, n. 30, p. 118-150, 2020. DOI: 10.5965/1982615x13302020118. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/18772. Acesso em: 16 maio. 2022.

Edição

Seção

Variata