CRESCIMENTO INICIAL E COMPETITIVIDADE DO MILHO COM PLANTA CONCORRENTE AFETADOS PELO GENÓTIPO E MASSA DAS SEMENTES

Autores

  • Alvadi Antonio Balbinot Junior
  • Rogério Luiz Backes

Palavras-chave:

Zea mays L., manejo cultural de plantas daninhas, habilidade competitiva, competição.

Resumo

O objetivo desse trabalho foi verificar o efeito da massa de sementes em diferentes genótipos de milho sobre as velocidades de emergência e de crescimento inicial de plantas, bem como sobre a habilidade da cultura em competir com planta concorrente. Para isso, foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação na Estação Experimental de Canoinhas-SC/ Epagri. Utilizaram-se sementes das variedades de polinização aberta ‘Cepaf 06’ e ‘Sol da Manhã’ e dos híbridos ‘Speed’ e ‘AGN-35A42’. As sementes foram classificadas em duas categorias de massa, sementes com massa de 220 a 270mg e com massa de 370 a 420mg. Em ambos os experimentos, avaliaram-se as velocidades de emergência e de crescimento inicial das plantas de milho. No segundo experimento também se avaliou a habilidade das plantas de milho em suprimir o crescimento da planta concorrente (soja). Verificou-se que elevada massa da semente de milho proporciona maior velocidade de crescimento inicial da planta, e que a massa da semente do milho afeta a competitividade da cultura com planta concorrente no início do ciclo de desenvolvimento em genótipo que apresenta baixa velocidade de crescimento inicial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

BALBINOT JUNIOR, A. A.; BACKES, R. L. CRESCIMENTO INICIAL E COMPETITIVIDADE DO MILHO COM PLANTA CONCORRENTE AFETADOS PELO GENÓTIPO E MASSA DAS SEMENTES. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 3, n. 1, p. 31-37, 2014. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5476. Acesso em: 29 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência de Plantas e Produtos Derivados