Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • 1. O manuscrito apresenta uma contribuição original e inédita e não está sendo avaliado concomitantemente por outro periódico.
  • 2. Dois arquivos separados, redigidos de acordo com todas as exigências deste periódico, estão sendo anexados ao sistema: (i) Carta de Apresentação e (ii) Manuscrito Completo.
  • 3. Todas as informações dos autores (Nome completo, E-mail, Filiação e País) estão sendo informadas durante o processo de submissão, e estão preenchidas de acordo com as normas deste periódico.
  • 4. O autor correspondente declara, quando for o caso, que os coautores concordam com as políticas de direito autoral e de declaração de provacidade, e estão de acordo e concordam com a submissão do manuscrito.

Diretrizes para Autores

INFORMAÇÕES PRELIMINARES

_____________________

Artigos redigidos em inglês acompanhados do certificado de revisão do idioma terão prioridade na publicação. Uma simples declaração de um autor cujo idioma nativo é o inglês pode substituir o certificado.

Artigos de Revisão devem ser submetidos exclusivamente em inglês.

Submissões fora das normas serão arquivadas.

Os passos para realizar uma nova submissão estão descritos na Página Inicial.

_____________________

1. Revista de Ciências Agroveterinárias publica Artigo de Pesquisa (artigo completo), Nota de Pesquisa (nota científica) e Artigo de Revisão (revisão de literatura), incluídos em quatro grandes seções: Ciência de Plantas e Produtos DerivadosCiência de Animais e Produtos DerivadosCiência do Solo e do Ambiente e Multiseções e Áreas Correlatas.

1.1. A seção de Ciência de Plantas e Produtos Derivados inclui a publicação de artigos científicos derivados de pesquisa ou revisão de literatura sobre plantas e produtos derivados e a influência direta de fatores abióticos e bióticos sobre seu desenvolvimento e sua produção. As áreas prioritárias da revista são Agronomia e Engenharia Florestal.

1.2. A seção de Ciência de Animais e Produtos Derivados inclui a publicação de artigos científicos derivados de pesquisa ou revisão de literatura sobre animais e produtos derivados e a influência direta de fatores abióticos e bióticos sobre seu desenvolvimento e sua produção. As áreas prioritárias da revista são Medicina Veterinária e Zootecnia.

1.3. A seção de Ciência do Solo e do Ambiente inclui a publicação de artigos científicos derivados de pesquisa ou revisão de literatura sobre solos, processos e propriedades dos solos, conservação do solo e recursos ambientais. As áreas prioritárias da revista são Solos Agrícolas e Florestais e Recursos Naturais.

1.4. A seção de Multiseções e Áreas Correlatas inclui a publicação de artigos científicos derivados de pesquisa ou revisão de literatura (i) em que se realizam estudos envolvendo objetos de seções distintas da revista ou (ii) cujo objeto não está diretamente relacionado com plantas e animais (ou que o foco principal não seja em plantas e animais), mas com fatores abióticos e bióticos que se relacionam com esses organismos (por exemplo, estudos da biologia de insetos, fungos e nematoides, estudos de regulagem de máquinas agrícolas, estudos de tecnologia de aplicação de agrotóxicos, estudos de avaliação de métodos e metodologias etc.). As áreas prioritárias da revista são Agronomia, Medicina Veterinária, Engenharia Florestal, Zootecnia e Engenharia Ambiental.

2. Os manuscritos podem ser redigidos em idioma Português ou Inglês (exceto Artigos de Revisão que devem ser submetidos exclusivamente em inglês). Para artigos em português, há exigência da versão em inglês do título, do resumo, das palavras-chave e do título de figuras e tabelas.

3. O manuscrito deve ser redigido no editor de texto MS-Word (.doc, preferencialmente), folha em formato A4 (21,0 x 29,5 cm), margens de 2,5 cm, em espaçamento 1,5, fonte Times New Roman, tamanho 12, com parágrafo automático e justificado. As páginas devem ser numeradas de forma progressiva no canto superior direito e as linhas numeradas sequencialmente.

4. Carta de Apresentação é obrigatória para todos os manuscritos e é de fundamental importância para a avaliação inicial do manuscrito. A Carta de Apresentação deve ser redigida em um arquivo separado, com no máximo 2 (duas) páginas, e conter: (i) Tipo de Artigo e Seção da Revista (de acordo com o item 1); (ii) Área do Conhecimento (informar a área do conhecimento que está inserido o artigo - subáreas podem ser incluídas); (iii) Título do Artigo (em dois idiomas, conforme o item 2, primeira letra maiúscula, e em negrito); (iv) Autores (nomes e afiliações e e-mail do autor para correspondência); (v) Descrição da Importância do Artigo para Publicação (um breve resumo sobre o estado da arte antes da pesquisa e os avanços no conhecimento com o desenvolvimento da pesquisa); e (vi) Potenciais Revisores (nome, instituição e e-mail de dois potenciais revisores para o artigo).

OBS.: Carta de Apresentação deve ser anexada ao sistema como um arquivo PDF intitulado "carta-apresentacao".

5. Artigos de Pesquisa Artigos de Revisão não têm limite de páginas (recomenda-se até 25 páginas). Notas de Pesquisa devem conter no máximo 10 páginas. Tabelas e figuras são contabilizadas no limite de páginas.

OBS.: Manuscrito Completo deve ser anexado ao sistema como um arquivo de TEXTO intitulado "manuscrito".

6. Em geral:

6.1. A revista considera NOTA DE PESQUISA o artigo de pesquisa original que possui resultados preliminares que permitem uma conclusão de alta relevância imediata, justificando sua publicação, mas que necessita ser validada.

6.2. Não se espera que experimentos únicos de causa-efeito sejam submetidos como ARTIGO DE PESQUISA.

6.3. Não se espera que uma simples revisão da literatura, sem conclusão inédita, seja submetida como ARTIGO DE REVISÃO.

6.4. Dois arquivos devem ser anexados ao sistema de submissão: (i) Carta de Apresentação e (ii) Manuscrito Completo.

6.5. Submissões que NÃO ESTIVEREM DE ACORDO COM AS NORMAS serão arquivadas.

ESTRUTURA DOS ARTIGOS

7. Artigos de Pesquisa devem conter os seguintes tópicos: Título, conciso e objetivo (em dois idiomas, conforme item 2); Resumo, com no máximo 300 palavras (em dois idiomas, conforme item 2); Palavras-chave, no máximo 6 (em dois idiomas, conforme item 2); IntroduçãoMaterial e MétodosResultadosDiscussão (pode ser incluída em uma única seção Resultados e Discussão); ConclusãoAgradecimentos (elemento opcional); e Referências (conforme item 16). O título dos tópicos do artigo deve ser escrito em letras maiúsculas e em negrito.

7.1. Para textos em inglês, usar os seguintes títulos de tópico: Title, Abstract, Keywords, Introduction, Material and Methods, Results, Discussion, Conclusion, Acknowledgements e References.

8. Notas de Pesquisa devem conter os seguintes tópicos: Título, conciso e objetivo (em dois idiomas, conforme item 2); Resumo, com no máximo 200 palavras (em dois idiomas, conforme item 2); Palavras-chave, no máximo 6 (em dois idiomas, conforme item 2); Corpo Principal do Texto (não deve conter subdivisões, porém o texto deve ser estruturado na sequência: introdução, metodologia, resultados, discussão e conclusão, podendo conter tabelas e figuras); Agradecimentos (elemento opcional); e Referências (conforme item 16). O título dos tópicos do artigo deve ser escrito em letras maiúsculas e em negrito.

8.1. Para textos em inglês, usar os seguintes títulos de tópico: Title, Abstract, Keywords, Acknowledgements e References.

9. Artigos de Revisão devem conter os seguintes tópicos: Título, conciso e objetivo (em dois idiomas, conforme item 2); Resumo, com no máximo 300 palavras (em dois idiomas, conforme item 2); Palavras-chave, no máximo 6 (em dois idiomas, conforme item 2); IntroduçãoDesenvolvimentoConclusãoAgradecimentos (elemento opcional); e Referências (conforme item 16). O título dos tópicos do artigo deve ser escrito em letras maiúsculas e em negrito.

9.1. São aceitos 3 tipos de artigos de revisão: (i) revisão não sistemática, (ii) revisão sistemática e (iii) meta-análise. Revisão não sistemática é aquela em que o autor escolhe artigos de interesse, normalmente de maior impacto, sobre determinado assunto de seu conhecimento, disserta sobre um ou mais pontos específicos (conflitantes ou com pouco conhecimento) e faz suas conclusões. Revisão sistemática é aquela em que o autor seleciona artigos de determinado assunto de interesse global, seguindo critérios específicos de revisão da bibliografia (que devem ser descritos no artigo), disserta sobre um ou mais pontos específicos (conflitantes ou com pouco conhecimento) e faz suas conclusões. Meta-análise é um artigo em que o autor seleciona artigos de determinado assunto polêmico ou com resultados conflitantes, de interesse global, seguindo critérios específicos de revisão da bibliografia (que devem ser descritos no artigo), reanalisa estatisticamente os dados, discute os resultados publicados e os resultados de sua análise e faz suas conclusões.

9.2. O artigo de revisão deverá ser redigido em inglês e sua publicação, após o aceite, fica condicionada à revisão técnica de inglês. O autor deve providenciar particularmente a revisão linguística e apresentar o atestado de revisão do artigo a ser publicado.

9.3. O artigo de revisão, aceito e revisado, será publicado imediatamente na próxima edição da revista, independentemente da fila de artigos a serem publicados.

ELEMENTOS GRÁFICOS

10. Elementos gráficos (gráficos, fotografias e desenhos são desiganados como Figuras, e Tabelas) devem ser incluídos imediatamente após serem citados no texto e numerados sequencialemente (por. ex. Figura 1. Título...; ou Tabela 1. Título...). Figuras devem ser inseridas no corpo do texto a partir de arquivos JPG (300 dpi ou mais).

11. Figuras coloridas são aceitas.

12. Tabelas e figuras devem estar em orientação de retrato, não excedendo os limites da página.

13. Título de tabelas e figuras de manuscritos em português deve também ser fornecido em inglês. Manuscritos em inglês não necessitam da versão em português do título das tabelas e figuras.

RECOMENDAÇÕES GERAIS

14. O nome dos autores não deve ser incluído no manuscrito, somente no processo de submissão on-line.

15. Citações no Texto:

a) (MOULTON 1978), (DUBEY & PORTERFIELD 1990) ou (MARSH et al. 1998) para três ou mais autores. Esta forma é preferida pela revista.

b) De acordo com TENDER (2000), SANTOS & BARROS (1999) ou MARSH et al. (1998) para três ou mais autores. Esta forma deve ser usada apenas em situações específicas, optando geralmente pela forma acima.

16. Referências:

a) CARVALHO LB, CARVALHO LB & BIANCO MS ou CARVALHO LB et al. para três ou mais autores.

b) O título dos periódicos deve ser completo (não abreviar). A cidade de publicação do periódico e o número da edição não devem ser citados (veja abaixo).

c) Modelos de referências:

Artigos Completos

CARMO M et al. 2017. Portuguese cropland in the 1950s: The transition from organic to chemical fertilization. Scientific Reports 7: 8111.

CHEN Y et al. 2017. Changes in bacterial community of soil induced by long-term straw returning. Scientia Agricola 74: 349-356.

Livros e Capítulos de Livros (devem ser evitados)

DENTON GW. 1990. Iodophors: disinfection, sterilization and preservation. 4.ed. Philadelphia: Lea & Febiger.

CONCANNON PW & DIGREGORIO GB. 1986. Canine vaginal citology. In: BURKE TJ. (Ed.). Small animal reproduction and infertility: a clinical approach to diagnosis and treatment. Philadelphia: Lea & Febiger. p.96-111.

Resumos em Anais de Eventos (devem ser evitados)

GROLLI PR et al. 1993. Propagação “in vitro” de Limonium latifolium Kuntze 15/O. Kuntze. In: 1 Encontro Brasileiro de Biotecnologia Vegetal. Resumos... Brasília: EMBRAPA. p.79.

Teses, Dissertações (devem ser evitadas)

RADUNZ NETO J. 1981. Desenvolvimento de técnicas de reprodução e manejo de larvas e alevinos de jundiá (Ramalia quelen). Dissertação (Mestrado em Zootecnia). Santa Maria: UFSM. 77p.

Boletim, Circular Técnica, Manual (devem ser evitados)

BECK AAH. 1983. Eficácia dos anti-helmínticos nos nematódeos dos ruminantes. Florianópolis: EMPASC. 10p. (Boletim Técnico 60).

Documentos Eletrônicos (devem ser evitados)

RIBEIRO PSG. 1998. Adoção à brasileira: uma análise sócio-jurídica. São Paulo: Datavenia. Disponível em: http://www.datavenia.inf.br/frameartrig.html. Acesso em: 10 set. 1999.

GARDNER AL. 1986. Técnicas de pesquisa em pastagem e aplicabilidade de resultados em sistemas de produção. Rio de Janeiro: UFRRJ. (CD-Rom).

**Para os casos de referências bibliográficas não previstas nos exemplos acima, consultar o editor-chefe da revista.

17. Unidades de medida devem ser descritas de acordo com o Sistema Internacional [porcentagem deve vir junto ao número (10%), enquanto as demais unidades devem vir separadas (10 cm, 30 oC, 2 m s-1 etc.)].

CUSTO PARA PUBLICAÇÃO

Não há taxas de submissão e de publicação.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.