ENSINO DE ARTES VISUAIS PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIAS VISUAIS NO INSTITUTO DOS CEGOS DA PARAÍBA ADALGISA CUNHA

Autores

  • Robson Xavier da Costa Universidade Federal da Paraíba
  • Maria das Graças Leite de Souza Mestranda pelo PPGAV UFPB/UFPE

DOI:

https://doi.org/10.5965/198431781212016045

Palavras-chave:

Artes Visuais. Inclusão. Deficiência Visual.

Resumo

Este artigo apresenta parte do referencial teórico da pesquisa, iniciada no ano de 2015, desenvolvida junto aos estudantes do Instituto dos Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha (ICPAC), a partir da atuação da discente de pós graduação em artes visuais (PPGAV UFPB/UFPE) e membro do Grupo de Pesquisa em Arte, Museus e Inclusão (GPAMI/CNPq), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Maria das Graças Leite de Souza. Tivemos como principal objetivo analisar a viabilidade do ensino de artes visuais para crianças portadoras de deficiências visuais na cidade de João Pessoa – PB, a partir da atuação do ICPAC. Buscamos compreender o papel do ensino de artes visuais e sua efetiva viabilidade para crianças com deficiências visuais a partir dos primeiros contatos com as atividades artísticas. O fato de trabalhar com crianças com Deficiências Visuais desafia o professor de artes visuais, é necessário adaptar materiais, rever procedimentos e atitudes, focar nas potencialidades dos sujeitos e minimizar as limitações causadas pela falta ou baixa visão, estimular as habilidades básicas (motricidade fina, lateralidade e percepção espacial) e exercitar o potencial criativo dos aprendentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robson Xavier da Costa, Universidade Federal da Paraíba

Dr. em Arquitetura e Urbanismo, Mestre em História, Licenciado em Artes Plásticas. Docente do Departamento de Artes Visuais da UFPB, Coordenador do PPGAV UFPB/UFPE.

Maria das Graças Leite de Souza, Mestranda pelo PPGAV UFPB/UFPE

Mestranda em Artes Visuais - PPGAV UFPB/UFPE Licenciada em Educação Artística - Artes Plásticas - UFPB; Especialista em Arteterapia e Saúde Mental - UFPB;

Referências

APACE - Boletim Informativo da Associação Paraibana de Cegos – Apace. Ano VI, Nº 19, Janeiro/Maio/2001, João Pessoa/PB: Impresso no Instituto dos Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha. Disponível em: intervox.nce.ufrj.br/~joana/textos/entrel05.htm. Acesso em: 11/08/15.

DEMO, Pedro. Pesquisa participante: saber pensar e intervir juntos. 2ª Ed. Brasília: Liber Livro Editora, 2008.

HOLANDA, Maria de Fátima Duarte de; CAMINHA, Iraquitan de Oliveira. Memorias da Educação Especial: Da Integração a Inclusão. 1ª ed. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2008.

IBC - Instituto Benjamin Constant. Uma História Centenária. Disponível em: www.ibc.gov.br/media/common/Downloads_Historia_IBC.doc. Acesso em: 11/08/15.

NEDESP UFPB - Universidade Federal da Paraíba. Manual do Núcleo de Educação Especial do Centro de Educação. João Pessoa/PB: Editora Universitária, 1997.

SERRA, Geraldo G. Pesquisa em arquitetura e urbanismo: guia prático para o trabalho de pesquisadores em pós-graduação. São Paulo: Edusp – Mandarim, 2006. Parcialmente disponível em: www.google.books.com. Acesso em: janeiro 2013.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

2016-06-01

Como Citar

DA COSTA, R. X.; DE SOUZA, M. das G. L. ENSINO DE ARTES VISUAIS PARA CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIAS VISUAIS NO INSTITUTO DOS CEGOS DA PARAÍBA ADALGISA CUNHA. Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 12, n. 1, p. 45 - 57, 2016. DOI: 10.5965/198431781212016045. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/7726. Acesso em: 30 nov. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)