LIBRÁRIO: LIBRAS PARA TODOS

Autores

  • Rita de Castro Engler Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Flavia Neves de Oliveira Castro Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Nadja Maria Mourão Universidade do Estado de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5965/198431781022014077

Palavras-chave:

arte, design inclusivo, deficiente auditivo, educação.

Resumo

A língua de sinais é uma linguagem bela e expressiva, que possibilita a comunicação uns com os outros, com facilidade e rapidez para a interpretação da mente dos surdos, afirma Long (1910). Na prática, existe grande dificuldade e falta de preparo por parte da população, para lidar com a deficiência auditiva. A pesquisa procura investigar e propor soluções, para suprir as necessidades educacionais dos deficientes auditivos e expandir a linguagem de sinais. No ambiente de ensino questões como espaço e posicionamento dos alunos são cruciais para o estudante com deficiência auditiva. A metodologia utilizada foi à pesquisa-ação, que em contato com o universo dos surdos, proporcionou um panorama da necessidade de comunicação mais eficiente, e a possibilidade dos ouvintes aprenderem a linguagem “da Libras”. Foi desenvolvido um jogo para incentivar o uso da Libras, de forma lúdica. O jogo “Librário” é constituído de um baralho de pares de cartas, contendo os sinais de libras e as palavras em português, possibilitando o aprendizado de sinais para ouvintes. Foram desenvolvidas oficinas de arte educação para jovens, viabilizando a comunicação entre os participantes. Essa troca permite o aprendizado de forma divertida, como o estreitamento de laços entre a comunidade, onde todos estão incluídos.

Biografia do Autor

Rita de Castro Engler, Universidade do Estado de Minas Gerais

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985), mestrado em Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1988) e especialização(DEA) e doutorado em Engenharia de Produção e Gestão de Inovação Tecnologica - Ecole Centrale Paris (1993), pós-doutorado em Design na UEMG(1994), pós-doutorado em Design Social na Ryerson University(2014). Atualmente é professora concursada em Inovação e Design e coordenadora executiva do programa de mestrado em Design, Inovação e Sustentabilidade da UEMG, pesquisadora com bolsa de produtividade do CNPq, Professora convidada da University of Tennessee, CBU - Christian Brothers University, Middle Tennessee State University e Ryerson University, responsável no Brasil pelo Consorcio de Engineering Management, e coordenadora do CEDTec - Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Design e Tecnologia da UEMG, laboratório membro da Rede DESIS(rede Mundial de Inovação Social).

Flavia Neves de Oliveira Castro, Universidade do Estado de Minas Gerais

Graduanda em Artes Visuais - Licenciatura na Universidade do Estado de Minas Gerais, onde é pesquisadora e bolsista da Equipe do centro de Estudos de Design & Tecnologia da Escola de Design/ Linha: Cultura, Aspectos Socioeconômicos, Sustentabilidade e Gestão da inovação - atualmente desenvolve a pesquisa "Design Digital e a inclusão dos deficientes auditivos", tendo em vista uma abordagem educacional utilizando a linguagem visual como norteador. Fotógrafa e colaboradora em projetos paralelos como "Design em Matozinhos: promoção da Identidade, cultura e turismo local". Possui experiência com mediação de arte contemporânea com o público escolar atuando principalmente nos seguintes temas: Educação, Arte, Design, Inclusão, Cultura, Linguagem Visual e Identidade.

Nadja Maria Mourão, Universidade do Estado de Minas Gerais

Possui mestrado em Design pela Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG (2011). Área de concentração do PPGD/UEMG: Design, Inovação e Sustentabilidade; Pós-Graduação em Arte Educação pela UEMG - Faculdade de Educação; Bacharel em Decoração (Design de Ambientes) pela Fundação Mineira de Arte Aleijadinho - Escola de Artes Plásticas. Atualmente é membro do CEDTec - Centro de Estudos de Design & Tecnologia / Linha: Cultura, Aspectos Socioeconômicos, Sustentabilidade e Gestão da inovação - Equipe do Programa "Comunidades Criativas das Geraes" e coordenadora do projeto "Design Sistêmico em Tecnologia Social". Professor titular da UEMG - Escola de Design e Escola de Música. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Meio Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: Sustentabilidade, Educação Ambiental, Design Inclusivo, Cultura e Identidade.

Downloads

Publicado

2015-03-21