Sobrevivência de Pseudomonas marginalis pv. marginalis em bulbilhos de alho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811711942020498

Palavras-chave:

Allium sativum, bactéria, epidemiologia.

Resumo

A queima-bacteriana-do-alho causada por Pseudomonas marginalis pv. marginalis é uma das principais doenças foliares da cultura e pouco se conhece de sua dinâmica de sobrevivência no bulbilho. Dentro deste aspecto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a sobrevivência desta bactéria no bulbilho com e sem assepsia durante o armazenamento. Bulbilhos de alho do cultivar Chonan foram inoculados com isolado mutante a rifampicina de P. marginalis pv. marginalis para diferenciar de outras bactérias e foram transplantados a campo. Ao final do ciclo da cultura foi avaliada a população presente no bulbilho e mensalmente até o sexto mês de armazenamento. Para quantificação da população bacteriana foram realizadas três repetições composta de dez gramas cada de bulbilhos sem e com assepsia com hipoclorito de sódio por três minutos, seguida do isolamento pela técnica de diluição seriada seguida de plaqueamento em meio de cultura King-B com rifampicina para isolamento seletivo da bactéria. Após incubação de 48 horas a 28 ºC, as colônias foram contadas para analisar mensalmente a sua sobrevivência no bulbilho. Mediante aos resultados obtidos, a bactéria não tem capacidade de sobreviver nos bulbilhos submetidos à assepsia durante o armazenamento, mas consegue sobreviver sem assepsia por até três meses.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BATISTA MG et al. 1989. Sobrevivência de Pseudomonas fluorescens, Biovar II em bulbilhos de alho e sobrevivência a diferentes hospedeiros. Fitopatologia Brasileira 14:121.

BEATTIE GA & LINDOW SE. 1995. The secret life of foliar bacterial pathogens on leaves. Annual Review of Phytopathology 33: 145-172.

BECKER WF. 1991. Queima bacteriana do alho. Agropecuária Catarinense 4: 14-19.

BECKER WF. 2004. Doenças do alho: sintomatologia e controle. Florianópolis: Epagri. 53p.

CALZOLARI A & BAZZI O. 1985. Um marciume fogliare Dell”alio causato da Pseudomonas fluorescens. Informatore Fitopatológico 7-8: 35-38.

FERREIRA et al. 2016. Eficiência da ação antimicrobiana do óleo essencial de alho (Allium sativum). Sinapse Múltipla 5: 102.

FONSECA GM et al. 2014. Avaliação da atividade antimicrobiana do alho (Allium sativum Liliaceae) e de seu extrato aquoso. Revista Brasileira de Plantas Medicinais 16: 679-684.

LOPES CA & QUEZADO-SOARES AM. 1997. Doenças bacterianas das hortaliças: Diagnose e controle. Brasília: EMBRAPA. 70p.

LUCINI MA. 2004. Alho: manual prático de produção. Curitibanos: Bayer Crop Science. 140p.

MARCUZZO LL. 2018. Queima bacteriana em alho. Cultivar Hortaliças e Frutas 112: 5-7.

MARCUZZO LL. 2009. Importância das populações epifíticas na epidemiologia de enfermidades bacterianas. Revista de Ciências Agroveterinárias 8: 146-151.

MARCUZZO LL. 2002. Seleção e caracterização biológica de bactérias com potencial para o controle biológico da queima bacteriana do alho. Dissertação (Mestrado em Fitossanidade). Pelotas: UFPel. 52p.

MARCUZZO LL. 1999. Fitopatologia - Avaliação da Sensibilidade in vitro da Pseudomonas fluorescens (queima bacteriana), biovar II à bactericidas. Monografia (Graduação em Agronomia). Lages: UDESC. 57p.

MARCUZZO LL & DENARDIM ND. 2008. Colonização de bactérias causadoras de doenças foliares. Revista de Ciências Agroveterinárias 7: 169-176.

MARINGONI AC & KIMOTO T. 2016. Efeito do tratamento de bulbilhos de alho com bactericidas na ocorrência da estria bacteriana, no desenvolvimento e na produção das plantas. Scientia Agraria Paranaensis 15: 175-177.

MOURA AB & ROMEIRO RS. 1997. Garlic bulbils as biological baits for detection an diagnosis of Pseudomonas marginalis. Summa Phytopathologica 23: 252-254.

NICK C & BORÉM A. 2017. Alho: do plantio a colheita. Viçosa: UFV. 173p.

ROMEIRO RS. 1995. Doenças causadas por bactérias em alho. Informe Agropecuário 17: 46-49.

SOUZA PE. 2009. Doenças do alho. In: SOUZA RJ & MACEDO FS. (Ed.). Cultura do alho: tecnologias modernas de produção. Lavras: UFLA. p.109-126.

Downloads

Publicado

2020-12-14

Como Citar

MARCUZZO, L. L.; AMLER, D. A. Sobrevivência de Pseudomonas marginalis pv. marginalis em bulbilhos de alho. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 19, n. 4, p. 498 - 501, 2020. DOI: 10.5965/223811711942020498. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/17583. Acesso em: 24 mar. 2023.

Edição

Seção

Nota de Pesquisa - Ciência de Plantas e Produtos Derivados