Instrumentos conceituais e aplicados direcionados ao processo de design para experiência do usuário e seus principais elementos influenciadores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312914232019185

Palavras-chave:

Design para experiência, Experiência do usuário, Revisão sistemática de literatura

Resumo

O Design para a Experiência do Usuário tem mostrado que a relação entre os objetos e as pessoas surge com maior importância do que o Design dos artefatos propriamente dito. Diante desta abordagem, o desenvolvimento de produtos e serviços abrange necessidades e interesses, os quais devem ser contemplados durante o processo de Design, de uma maneira lógica e fundamentada. Nessa perspectiva, a utilização de instrumentos, com carácter conceitual ou prático, auxilia nessa fundamentação. Busca-se neste estudo, identificar os principais elementos influenciadores da experiência abordados em instrumentos conceituais e aplicados, de acordo com a literatura. Adotou-se o método de revisão sistemática de literatura, com o qual foi possível mapear as publicações relacionadas ao tema entre os anos de 2012 e 2017. Como resultado, pode-se afirmar que entre os instrumentos pesquisados todos são importantes para auxiliar a tradução do conteúdo teórico para a esfera aplicada, com diferenças no grau de especificidade necessário no projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Estaregue Alves, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda do Programa de Doutoráto em Design da UFSC

Berenice Santos Gonçalves, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil(2004)
Professor Associado 1 da Universidade Federal de Santa Catarina , Brasil.

Marília Matos Gonçalves, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil(2005)
Professor Adjunto III da Universidade Federal de Santa Catarina , Brasil

Hécate Torres Angenot, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduanda em Design pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Luiza Travi Lamberts, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduanda em Design pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Maria Alice Maurício, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduanda em Design pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Referências

BOLLINI, Letizia. Orienteering and orienteering yourself. user centered design methodologies applied to geo-referenced interactive ecosystems. Computational Science and Its Applications: ICCSA 2014, [s.l.], p. 642-651, 2014.

BOMFIM, Gustavo Amarante; NAGEL, Klaus-Dieter; ROSSI, Lia Mônica. Fundamentos de uma metodologia para desenvolvimento de produtos. Rio de Janeiro: COPPE/UFRJ, 1977.

CAMERE, Serena; BORDEGONI, Monica. A strategy to support Experience Design process: the principle of Accordance. Theoretical Issues in Ergonomics Science, [s.l.], v. 16, n. 4, p. 347-365, 30 abr. 2015.

CARDOSO, Rafael. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

COELHO, Luiz Antonio L. Conceitos-chave em design. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio: Novas Idéias, 2011.

DAMAZIO, Vera; MONT’ALVÃO, Cláudia (org.). Design Ergonomia Emoção. 1. ed. Rio de Janeiro: FAPERJ: Mauad X, 2008.

DICK, Maurício; GONÇALVES, Berenice Santos. Representações e abordagens de apoio ao design do livro digital. In: Congresso de Pesquisa e Desenvolvimento em Design, 13., 2018, Joinville. Anais […]. São Paulo: Blucher, 2019.

DONG, Yuanfa; LIU, Wenrong. A research of multisensory user experience indicators in product usage scenarios under cognitive perspective. International Journal on Interactive Design and Manufacturing, [s.l.], v. 11, n. 4, p. 751-759, Oct. 2016.

FORLIZZI, Jodi; DISALVO, Carl; HANINGTON, Bruce. On the relationship between emotion, experience and the design of new products. The Design Journal, [s.l.], v. 6, n. 2, p. 29-38, 2003.

FREIRE, Karine. Reflexões sobre o conceito de design de experiências. Strategic Design Research Journal, [s.l.], v. 2, n. 1, p. 37-44, jul. 2009.

GRAZIOSI, S. et al. A method for capturanting and translating qualitative user experience into design specifications: the haptic feedback of appliance interfaces. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON ENGENEERING DESIGN, 19., 2013, Seoul. Proceedings […]. Seoul, 2013, p. 1-10

HARRISON, Allan G., TREAGUST, David F. International Journal of Science Education, [s.l.], v. 22, n. 9, p. 1011-1026, 2000.

KIM, Da-jung et al. Design opportunities in three stages of relationship development between users and self-tracking devices. In: CONFERENCE ON HUMAN FACTORS IN COMPUTING SYSTEMS, 2016, San Jose, CA. Proceedings […]. San Jose, CA: ACM, 2016. p. 699-703.

KREMER, Simon; LINDERMANN, Udo. A framework for understanding, communicating and evaluating user experience potentials. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON ENGINEERING DESIGN, 20., Milan. Proceedings […]. Milan: Politecnico di Milano, 2015. p. 1-11

KREMER, Simon; SIES, T.; LINDEMANN, Udo. Designing meaningful User Experiences: Interactive Learning Experience Model. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON INDUSTRIAL ENGINEERING AND ENGINEERING MANAGEMENT, 2016, Bali. Proceedings […]. [S.l.]: IEEE, 2016. p. 286-290.

LIU, Yu Ling; WU, Chia Lin; CHANG, Po Yin. Examining consumers adoption and continuance intention of online group-buying from user experience perspective. Applied Mechanics and Materials, [s.l.], v. 519-520, p. 397-400, Feb. 2014.

LOVATTO, P. et al. Meta-análise em pesquisas científicas: enfoque em metodologias. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 36, supl., p. 285-294, jul. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982007001000026. Acesso em: 06 nov. 2019.

MORITZ, Stefan. Service Design: practical access to an envolving field. Germany: Köln International School of Design, 2005.

NOJIMOTO, Cynthia. Design para experiência: processos e sistemas digitais. 2009. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Escola de Engenharia, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009.

PAZMINO, Ana Veronica. Como se cria: 40 métodos para design de produto. São Paulo: Blucher, 2015.

PULLMAN, Madeleine E.; GROSS, Michael A.. Ability of experience design elements to elicit emotions and loyalty behaviour. Decisions Sciences, [s.l.], v. 35, n. 3, p. 551-578, Summer, 2004.

ROTO, Virpi et al. (ed.). User experience white paper: bringing clarity to the concept of user experience. [S.l.: s.n.], 2011. Disponível em: http://www.allaboutux.org/uxwhitepaper. Acesso em: 06 nov. 2019.

SAMPAIO, Rosana F.; MANCINI, M. C. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileira de Fisioterapia, São Carlos, v. 11, n. 1, p. 83-89, jan./fev. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-35552007000100013. Acesso em: 06 nov. 2019.

SHEHABUDDEEN, Noordin et al. Management representations and approaches: exploring issues surrounding frameworks. Working Paper for BAM. Edinburgh: University of Cambridge, 2000.

SMYTH, Robyn. Exploring the usefulness of a conceptual framework as a research tool: a researcher's reflections. Issues in Educational Research, v. 14, n. 2, p. 167-180, 2004. Disponível em: http://www.iier.org.au/iier14/smyth.html. Acesso em: 06 nov. 2019.

TÄHTINEN, Sari; KOJO, Inka; NENONEN, Suvi. User experience of creative class district: Punavuori neighborhood. Facilities, [s.l.], v. 34, n. 9/10, p. 580-594, July 2016.

UX COMMUNITY. All about UX: information for user experience professionals. Disponível em: https://www.allaboutux.org/. Acesso em: 13 nov. 2019.

WANG, Chensheng et al. Exploring the norms for the UX design of intelligent products: a case study. In: TSINGHUA INTERNATIONAL DESIGN MANAGEMENT SYMPOSIUM, Shenzhen. Proceedings […]. Shenzhen: IEEE, 2013. p. 158-165.

Publicado

2019-12-02

Como Citar

ALVES, D. E.; GONÇALVES, B. S.; GONÇALVES, M. M.; ANGENOT, H. T.; LAMBERTS, L. T.; MAURÍCIO, M. A. Instrumentos conceituais e aplicados direcionados ao processo de design para experiência do usuário e seus principais elementos influenciadores. DAPesquisa, Florianópolis, v. 14, n. 24, p. 185-206, 2019. DOI: 10.5965/1808312914232019185. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/1808312914232019185. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)