A condição da imagem. Da imagem e de suas questões.

Autores

  • Daniela Queiroz Campos EHESS - Paris UFSC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312914222019049

Palavras-chave:

imagem, história da arte, teoria

Resumo

O presente artigo objetiva traçar um breve histórico e levantar questões acerca das narrativas sobre arte e imagem. De tal feita, foi elaborado levantamento e concisa análise de textos fundamentais para a compreensão da imagem numa tradição ocidental. O início da questão parte da própria palavra imagem e de sua correspondente latina, a palavra imago. Problematizou-se a considerada primeira narrativa de história da arte – Vidas, de Giorgio Vasari – com o intuito de analisar uma tradição então iniciada, ou “inventada”, de história da arte. Após Vasari, muitos outros escreveram história da arte e foram aos poucos modificando aquela que no século XIX veio a transformar-se numa disciplina acadêmica. O levantamento histórico almeja encorajar profissionais de diversas áreas do “conhecimento imagem” a abordarem teorias de uma disciplina que vem apresentando abertura e – segundo as prerrogativas de Aby Warburg, Hans Belting, Didi-Huberman, Horts Bredekamp, entre outros – tem a imagem como questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Queiroz Campos, EHESS - Paris UFSC

Doutora em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professora da Universidade do Estado de Santa Catarina (UFSC).

Downloads

Publicado

2019-04-02

Como Citar

CAMPOS, D. Q. A condição da imagem. Da imagem e de suas questões. DAPesquisa, Florianópolis, v. 14, n. 22, p. 049-066, 2019. DOI: 10.5965/1808312914222019049. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/1808312914222019049. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos