Histórias recontadas

análise da imagem de moda com afrodescendentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/18083129152021e0016

Palavras-chave:

Moda, Editores de moda, Consultores de imagem, Kamara, Ibrahim

Resumo

Com as manifestações antirraciais e o interesse sobre essa ação coletiva, a moda por meio do styling representa um instrumento de expressão e reflexão social. O objetivo do estudo é analisar os stylings de Ibrahim Kamara sob a perspectiva do afrofuturismo. Sabe-se que os stylings são criados para comunicar a moda e Kamara reconhece o corpo com um caráter biopolítico, corpo-história, cria narrativas com o protagonismo do afrodescendente em cenários periféricos. A seção referente ao Método aborda sobre a metodologia visual de Gillian Rose (2016), inicia pelo styling na perspectiva da fotografia de moda até chegar ao estudo de caso dos stylings de Kamara; e Afrodescendentes em editoriais de moda. Analisa-se que Kamara problematiza as referências visuais para romper esteticamente com o poderio centralizador, normalizador e tradicional propagado por olhares europeizados, estadunidenses, brancos e trafega por reflexões sobre o futuro da sociedade. Contudo, a moda exprime visualmente esses comportamentos de resistência e o styling é uma das práticas que contribui para uma construção imagética de cunho social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Sousa Furtado, Universidade de São Paulo - USP

Mestre em Têxtil e Moda pela Universidade de São Paulo (USP); Especializado em Moda, Artes e Contemporaneidade (2017) pela Universidade Salvador (UNIFACS); Bacharel em Moda (2009) pela Universidade da Amazônia (UNAMA); Licenciando pleno em Educação Artística - Artes Plásticas (2012) pela Universidade Federal do Pará (UFPA). O interesses de pesquisa é em styling de moda, moda, imagem de moda, criação, antropologia, cultura, artes,  fotografia, consumo e educação. 

Adriana de Fátima Valente Bastos, Instituto Federal de Pernambuco - IFPE

Professora efetiva no Instituto Federal de Pernambuco - IFPE. Vice-líder do Núcleo de Estudos em Marketing no Interesse Social (MIS). Doutora em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas - FGV / EAESP (2019) na linha de pesquisa estratégias de marketing. Mestre pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB / PPGA (2013), com área de concentração gestão organizacional e linha de pesquisa em marketing e sociedade. Possui graduação em Administração pela UFPB (2010). Tem pesquisado nas áreas de Marketing Social, Macromarketing, Comportamento do Consumidor, Pesquisa Transformativa do Consumidor.

Referências

ARRUDA, I. George Floyd: as marcas da segregação racial que movem protestos nos EUA. A Gazeta, Vitória, ES, 30 maio 2020. Disponível em: https://www.agazeta.com.br/mundo/george-floyd-as-marcas-da-segregacao-racial-que-movem-protestos-nos-eua-0520. Acesso em: 5 jun. 2020.

ARTANDCOMMERCE. Ibrahim Kamara. [S. l. : s. n.], c2020. Website: Art+commerce .Disponível em: https://www.artandcommerce.com/artists/stylists/Ibrahim-Kamara. Acesso em: 9 jun. 2020.

BARTLETT, D.; COLE, S.; ROCAMORA, A. Fashion Media: past and present. UK: Bloomsburry, 2013.

BEARD, A. Pelo bem das imagens: o editorial de moda e o composite na revista Nova de 1965-1975. Fashion Theory: a revista da moda, corpo e cultura, São Paulo, v. 1, n. 3, p. 25-44, 2002.

BOF. Ibrahim Kamara. New York: [s. n.], c2020. Website: Business of Fashion. Disponível em: https://www.businessoffashion.com/community/people/ibrahim-kamara. Acesso em: 8 jun. 2020.

BRANCH, J. ‘In every city, there´s a George Floyd’: portraits of protest. The New York Times, New York, 2 jun. 2020. Disponível em: https://www.nytimes.com/2020/06/02/us/protester-profiles-floyd-minneapolis.html. Acesso em: 6 jun. 2020.

BRITISH COUNCIL LITERATURE. Brigid Keenan. Inglaterra : [s . n.], c2020. Website: British Council Literature. Disponível em: https://literature.britishcouncil.org/writer/brigid-keenan. Acesso em: 7 jun. 2020.

CAPERS, B. I. Afrofuturism, critical race, theory, and policing in the year 2044. New York university Lar review, New York, v. 94, n. 1, p. 1-60, Abr. 2019. Disponível em: https://www.nyulawreview.org/wp-content/uploads/2019/04/NYULawReview-94-1-Capers.pdf . Acesso em: 6 jun. 2020.

CRANE, D. A moda e seu papel social: classe, gênero e identidade das roupas. São Paulo: Ed. SENAC, 2006.

CROCKER, R. The problem with consumerism. In: CROCKER, R. Somebody else´s problem: consumerism, sustainability and design. Inglaterra : Greenleaf, 2016. p. 1-18.

FERLA, R. La. Carly Cerf de Dudzeele: A legend who´s unafraid to say so. The New York Times, New York, 13 nov. 2013. Disponível em: https://www.nytimes.com/2013/11/14/fashion/carlyn-cerf-de-dudzeele-a-legend-whos-unafraid-to-say-so.html. Acesso em: 8 jun. 2020.

ARAÚJO, Z. O movimento Negro em Alagoas: Militância e história. [Entrevista cedida a] Irinéia M. Franco. Sankofa: revista de História da África e de Estudos da Diáspora Africana, São Paulo, v. 4, n. 7, jul. 2011, p. 107-114. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2011.88799

FREITAS, K; MESSIAS, J. O futuro será negro ou não será: Afrofuturismo versus Afropessimismo – as distopias do presente. Imagofagia: Revista de La Asociación Argentina de Estudios de Cine y Audiovisual, Buenos Aires, n. 17, p. 402-424, 2018. Disponível em: http://www.asaeca.org/imagofagia/index.php/imagofagia/article/view/1535. Acesso em: 11 jun. 2020.

GOLDENBERG, M. Invisíveis ou inclassificáveis? Gênero, corpo e envelhecimento na cultura brasileira. In: MESQUISA, C.; CASTILHO, K. Corpo, moda e ética: pistas para uma reflexão de valores. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2012. p. 61-77.

GRAHAM, M. How Buffalo shaped the landscape of 80s fashion. Inglaterra: [s. n.], 24 ago. 2015. Website: Dazed Digital . Disponível em: https://www.dazeddigital.com/fashion/article/26041/1/new-film-on-iconic-80s-buffalo-subculture-jamie-morgan-barry-kamen. Acesso em: 8 jun. 2020.

GUERRAS do Brasil: Doc Episódio 2. Direção: Luiz Bolognesi. [S. l.: s. n.], 8 ago. 2019. 1 vídeo (26 min). Publicado no YouTube pelo canal Nossa História Viva, Episódio 2: As Guerras de Palmares. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ABO5XI4GZhM&t=104s. Acesso em: 9 jun. 2020.

KESSLER, S. Protestos antirracistas e o desmonte do sonho americano. Alemanha: [s.n.], 2 jun. 2020. Website: Deutsche Welle. Disponível em: https://www.dw.com/pt-br/protestos-antirracistas-e-o-desmonte-do-sonho-americano/a-53661924. Acesso em: 7 jun. 2020.

LAVER, J. A roupa e a Moda: uma história concisa. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

LYNGE-JORLÉN, A. Editorial Styling: Between creative solutions and economic restrictions. Fashion Practice: The journal of Design, Creative Process & the Fashion Industry, Inglaterra, v. 8, n. 1, p. 85-97, 19 May 2016. DOI: https://doi.org/10.1080/17569370.2016.1147697.

MAITLAND, H. Ibrahim Kamara On How Became One of The Fashion Industry´s Most In-Demand Young Stylists. Vogue UK, Inglaterra, 20 dez. 2018. Disponível em: https://www.vogue.co.uk/article/ibrahim-kamara-stylist-interview-2018. Acesso em: 5 jun. 2020.

MCASSEY, J.; BUCKLEY, C. Styling de moda. Porto Alegre: Bookman, 2013.

NAÇÕES UNIDAS BRASIL. A ONU e a mudança climática. [S. l. : s. n.], c2020. Website: Nações Unidas Brasil .Disponível em: https://nacoesunidas.org/acao/mudanca-climatica/. Acesso em: 10 jun. 2020.

PROENÇA, G. História da Arte. São Paulo: Editora Ática, 2001.

RAINHO, M. do C. T. Imagens encenadas? Atos performativos e construção de sujeitos nas fotografias de moda. Estudos Iber-Americanos, Porto Alegre, v. 44, n. 1, p. 28-40, jan./abr., 2018. DOI: https://doi.org/10.15448/1980-864X.2018.1.27736

ROCHA, J. G. da. De preto à afrodescendente: implicações terminológicas. In: CONGRESSO NACIONAL DE LINGUÍSTICA E FILOLOGIA, 14., 2010, Rio de Janeiro. [Anais]... Rio de Janeiro : CiFEFiL, Cadernos do CNLF, v. 14, n. 2, t. 1, p. 899-907, 2010. Disponível em: http://www.filologia.org.br/xiv_cnlf/tomo_1/899-907.pdf. Acesso em: 5 jun. 2020.

ROSE, G. Visual Methodologies: an introduction to researching with visual materials. 4. ed. Los Angeles: Sage, 2016.

RYDER, C. Fashion and culture: global culture and fashion. In: SINCLAIR, R. (ed.). Textiles and fashion: materials, Design and Technology. UK : Woodhead publishing, 2014. p. 605-634.

SCAGLIUSI, F. B.; SANTOS, R. M. dos. Beleza.jpg-Borrando os limites da realidade. In: MESQUISA, C.; CASTILHO, K. Corpo, moda e ética: pistas para uma reflexão de valores. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2012. p. 27-36.

SMITH, Z. Ray Petri(e): The man and his legacy. [S. l.: s. n.], c2020. Website: PETRIe Inventory Disponível em: http://www.petrieinventory.com/ray-petrie-the-man-and-his-legacy. Acesso em: 20 jun. 2020.

SYSTEM launches new issue featuring cover stars Ibrahim Kamara and Rafael Pavarotti, photographed by Juergen Teller. [S. l.: s. n.], 30 nov. 2020. Website System-Magazine. Disponível em: https://system-magazine.com/system-launches-issue-16/. Acesso em: 7 dez. 2020.

THOMAS, H. Welsh artist Molly Parkin on paintings and partying. [S. l.: s. n.], 19 set. 2017.

Website: BBC. Disponível em: https://www.bbc.com/news/uk-wales-41280040. Acesso em: 6 jun. 2020.

VENTURA, M. M. O estudo de caso como modalidade de pesquisa. Revista SOCERJ, Rio de Janeiro, v. 20, n. 5, p. 383-386, set./out. 2007. Disponível em: http://sociedades.cardiol.br/socerj/revista/2007_05/a2007_v20_n05_art10.pdf. Acesso em: 21 jun. 2020.

VILLAÇA, N. Mixologias: comunicação e o consumo da cultura. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2010.

YAHN, C. Ib Kamara: nome quente da moda é de Serra Leoa e imprime sua visão sobre a masculinidade negra. . [S. l.: s. n.], 8 mar. 2019. Website: FFW Fashion Forward. Disponível em: https://ffw.uol.com.br/noticias/comportamento/ibrahim-kamara-o-stylist-de-serra-leoa-e-sua-nova-visao-sobre-a-masculinidade-negra/. Acesso em: 5 jun. 2020.

Publicado

2021-04-30

Como Citar

FURTADO, B. S.; BASTOS, A. de F. V. Histórias recontadas: análise da imagem de moda com afrodescendentes. DAPesquisa, Florianópolis, v. 16, p. 01-23, 2021. DOI: 10.5965/18083129152021e0016. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/18186. Acesso em: 24 out. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)