Contaminações e desvios nas pinturas da América Latina; Academicismo e Modernismo na América Latina

Autores

  • Rosângela Cherem UDESC
  • Ana Lúcia Oliveira Fernandez Gil UDESC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808372903052008050

Palavras-chave:

Academicismo, Modernismo, História da Arte, Pintura, América Latina

Resumo

Este artigo se apresenta como um breve levantamento de problemáticas próprias a História da Arte, particularmente no que diz respeito ao pensamento plástico e sua relação com as rupturas e desvios encontrados na produção pictórica da América Latina. Aborda duas questões que reverberam, destacando em Cândido Portinari e Oswaldo Guayasamin uma assimilação que advém como repetição das experimentações vanguardistas, e salientando em Raquel Forner e José Silveira D’Ávilla certas renitências barrocas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-08-14

Como Citar

CHEREM, R.; OLIVEIRA FERNANDEZ GIL, A. L. Contaminações e desvios nas pinturas da América Latina; Academicismo e Modernismo na América Latina. DAPesquisa, Florianópolis, v. 3, n. 5, p. 050-060, 2019. DOI: 10.5965/1808372903052008050. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/15342. Acesso em: 28 set. 2021.

Edição

Seção

Artes Visuais