Sinergismo de misturas de glyphosate e herbicidas inibidores da PROTOX no controle de corda-de-viola

Autores

  • Mauricio Crestani Agostineto
  • Leonardo Bianco de Carvalho Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Humberto Henrique Ansolin
  • Thiago Cavalcante Gomes Ribeiro de Andrade
  • Rodolfo Schmit

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811711512016008

Palavras-chave:

Ipomoea hederifolia, Planta daninha, Controle químico, Mistura em tanque.

Resumo

As plantas daninhas podem causar perdas significativas de produtividade na agricultura, dentre as quais se destacam as cordas-de-viola (Ipomoea spp.) em diversos cultivos. Para seu controle podem ser utilizados herbicidas inibidores da enzima protoporfirinogênio IX oxidase em complementação ao glyphosate, ao qual essa planta daninha é tolerante. O objetivo foi testar a eficácia de aplicações isoladas e em mistura de glyphosate (Roundup Original®) com carfentrazone-ethyl (Aurora®) e saflufenacil (Heat®) no controle de I. hederifolia em dois estádios de desenvolvimento da planta daninha. Os tratamentos foram: aplicação isolada de (i) carfentrazone-ethyl (50 e 75 mL p.c. ha-1), (ii) saflufenacil (35 e 50 g p.c. ha-1), e (iii) glyphosate (2 e 4 L p.c. ha-1); e em mistura de (iv) carfentrazone-ethyl+glyphosate e (v) saflufenacil+glyphosate (ambos na menor dose). As aplicações ocorreram em plantas de 6-8 folhas e 15-20 folhas, mantendo-se testemunhas sem aplicação para esses dois estádios. A mistura dos herbicidas carfentrazone-ethyl e saflufenacil com glyphosate proporciona aumento na eficácia de controle de I. hederifolia, em relação à aplicação dos herbicidas isolados. A mistura de glyphosate+carfentrazone-ethyl na dose de 2 L ha-1 + 50 mL ha-1 proporciona controle mais eficaz e mais rápido de I. hederifolia, principalmente quando as plantas estão no estádio de 6-8 folhas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-04-30

Como Citar

AGOSTINETO, M. C.; CARVALHO, L. B. de; ANSOLIN, H. H.; ANDRADE, T. C. G. R. de; SCHMIT, R. Sinergismo de misturas de glyphosate e herbicidas inibidores da PROTOX no controle de corda-de-viola. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 15, n. 1, p. 8-15, 2016. DOI: 10.5965/223811711512016008. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/223811711512016008. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência de Plantas e Produtos Derivados