Belle Époque: o corpo feminino ditado pela moda e o não corpo retratado por Gustav Klimt em suas obras

Úrsula de Carvalho Silva

Resumo


Este artigo teórico propõe uma discussão sobre a relação de Gustav Klimt com a moda e a vanguarda de seu período, através da contextualização história da Belle Époque e suas características sócio-culturais, a visão de corpo e sua construção no fim do século XIX. Chegouse à conclusão de que o artista provocou, criou e contribuiu para a transformação através de sua obra.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais Úrsula de Carvalho Silva

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png