Design de superfície têxtil: um estudo sobre o conhecimento geométrico presente nos Freedom Quilts

Franciele Menegucci, Edna Martins, Marizilda dos Santos Menezes

Resumo


Este artigo aborda a presença de conhecimentos materiais, técnicos e tecnológicos originários da cultura africana em trabalhos de superfície e construção têxtil por meio da análise de padrões geométricos e as composições deles derivadas, presentes em trabalhos com a técnica de quilt. Esta relação é discutida sob a perspectiva da geometria e do design de superfície têxtil evidenciando como a reflexão sobre a diversidade étnica e cultural pode contribuir com a afirmação e valorização de determinadas culturas e de seus conhecimentos que, em muitos momentos, são desenraizados e erroneamente atribuídos a culturas europeias e eurodescendentes. Neste artigo busca-se evidenciar a origem africana de alguns padrões geométricos ricamente projetados em superfícies têxteis, muitas vezes reproduzidos, ensinados e disseminados sem que lhes sejam conferidas as devidas procedências. Esta
reflexão demonstrará as contribuições da cultura africana e afrodescendente no design de superfície têxtil, legitimando a sistematização do saber e do conhecimento africano que pode ser compreendida por meio do estudo de seus artefatos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1982615x09182016072

Direitos autorais Franciele Menegucci, Edna Martins, Marizilda dos Santos Menezes

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png