A sistematização de informações: roupas funcionais através do mapa mental

Autores

  • Eliete Auxiliadora Assunção Ourives Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Luiz Fernando Gonçalves de Figueiredo Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Milton Luiz Horn Vieira Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Victor Nassar Palmeira Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Jonathan Ken Nishida Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Alais Souza Ferreira Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Itajaí, e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC
  • Ludimila Gonçalves de Figueiredo Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x10192017068

Resumo

Atualmente, verifica-se a evolução no design do vestuário feminino visando o bem-estar, conforto e qualidade de vida. Porém, as mulheres ainda reclamam do desconforto do movimento das mamas durante as atividades físicas desenvolvidas em chão de fábrica e práticas desportivas, entre outras atividades que envolvam o movimento das mamas. Esse desconforto, segundo as mulheres, aumenta durante o período menstrual. Portanto, estruturar as informações a respeito do tema é importante, pois irá adequar os projetos de roupas funcionais para essas atividades. O mapa mental é uma ferramenta apropriada para isso, pois auxilia o processo de organização do pensamento e a compreensão das informações sobre determinado assunto. Com isso, este trabalho objetiva estruturar informações para requisitos de projeto com foco na roupa funcional feminina. O método de pesquisa tem caráter descritivo e exploratório. Ao final, este trabalho apresentou diretrizes projetuais de roupa funcional feminina através do processo de análise do mapa mental.Atualmente, verifica-se a evolução no design do vestuário feminino visando o bem-estar, conforto e qualidade de vida. Porém, as mulheres ainda reclamam do desconforto do movimento das mamas durante as atividades físicas desenvolvidas em chão de fábrica e práticas desportivas, entre outras atividades que envolvam o movimento das mamas. Esse desconforto, segundo as mulheres, aumenta durante o período menstrual. Portanto, estruturar as informações a respeito do tema é importante, pois irá adequar os projetos de roupas funcionais para essas atividades. O mapa mental é uma ferramenta apropriada para isso, pois auxilia o processo de organização do pensamento e a compreensão das informações sobre determinado assunto. Com isso, este trabalho objetiva estruturar informações para requisitos de projeto com foco na roupa funcional feminina. O método de pesquisa tem caráter descritivo e exploratório. Ao final, este trabalho apresentou diretrizes projetuais de roupa funcional feminina através do processo de análise do mapa mental.

Biografia do Autor

Eliete Auxiliadora Assunção Ourives, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

Possui graduação em Engenharia Sanitária pela Universidade Federal de Mato Grosso (1988), especialização em Saúde e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Mato Grosso (1993), mestrado em Ciências dos Alimentos pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003). Atualmente realiza pós-doutorado no curso de pós-graduação em design e expressão gráfica na Universidade Federal de Santa Catarina e é avaliador do basis do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Tem experiência na área de Engenharia e Design, atuando principalmente nos seguintes temas: Representação Gráfica Espacial, Análise Ergonômica do Trabalho, Desenvolvimento Sustentado.

Luiz Fernando Gonçalves de Figueiredo, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

Possui graduação em Engenharia Sanitária pela Universidade Federal de Mato Grosso (1998), mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000). Atualmente é professor efetivo da Universidade Federal de Santa Catarina e coordena o NASDESIGN-Núcleo de Abordagem Sistêmica do Design. Tem experiência na área de Design, com ênfase em Design e Inovação Social, especificamente com informação e sustentabilidade em produto e processo. Participa dos programas de pós-graduaçao em Design UFSC. Faz parte do grupo de avaliadores do INEP/MEC. É lider do grupo de pesquisa em Abordagem Sistêmica do Design e pesquisador CNPq. Pós-Doutorado na Universidade Federal de Mato Grosso Sul em Tecnologia Ambiental no Laboratório de Geoprocessamento para Aplicações ambientais com a utilização de VANTs.

Milton Luiz Horn Vieira, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1984), mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (1991) especialização em Engenharia Química (cerâmica) pela Universidade de Valencia - Espanha e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1999). Atualmente é professor associado 3 da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Design, com ênfase em Animação, Design Digital, Design de Interação, Experiência do Usuário, Interatividadea e em Design de interface, atuando principalmente nos seguintes temas: Animação, Design, Interface Homem/Computador, Ergonomia, Ambiente virtual, Economia criativa e Conteúdo para TV Digital Interativa. É lider dos Grupos de pesquisa SCTIC - Estruturante em Pesquisa para Santa Catarina, TECMIDIA, TECSAUDE e Comunicação Visual. Atua como pesquisador no Grupo de Televisão e Midias Digitais da UFSC e é Consultor AD-HOC da REBRATS/SUS.

Victor Nassar Palmeira Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

Doutorando em Design na UFSC, com bolsa FAPESC e previsão de conclusão em Junho/2017. Mestre em Design pela UFPR [2012], com bolsa CAPES REUNI e prática de Docência nas disciplinas Projeto Gráfico 5 e Criatividade. Graduado em Publicidade e Propaganda pela PUC-PR [2009]. Participante dos Grupos de pesquisa SCTIC - Estruturante em Pesquisa para Santa Catarina, TECMÍDIA e TECSAUDE. Áreas de estudo: User Experience, NFC [Near Field Communication], RFID [Radio Frequency Identification], Interatividade, IHC [Interação Humano-Computador].

Jonathan Ken Nishida, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

Mestrando em Design na UFSC, com previsão de conclusão em março/2018. Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2009) e Técnico em Telecomunicações pela Escola Técnica Federal de Santa Catarina(2004). Iniciou as atividades profissionais em 2003 como estagiário do laboratório de telecomunicações da CELESC, onde teve a oportunidade de trabalhar com a manutenção do hardware dos rádios de transmissão Johnson e Kenwood e instala-los em torres e viaturas. Em 2005 na empresa Dígitro, como estagio da graduação, auxiliava nos projetos de centrais telefônicas fixa de grande porte. No período de 2006 a 2013 passando pelas empresas Alcatel, Huawei, Alcatel-Lucent e Oi/SA trabalhou na área de telefonia móvel nas atividades de planejamento, predição de sinais para avaliar qualidade de sinal, parametrização para melhoria de sinal e qualidade do serviço, desenvolvimento de plano de frequência, estudo de tráfego, instalação e manutenção de Centrais de acesso para comunicação móvel, ministrou treinamentos na área de equipamentos Huawei GSM e UMTS. Participou das migrações TDMA para GSM, implantação do UMTS e início da implantação do LTE (Rede Oi Sul e Centro Oeste). Atualmente bolsista do laboratório EGR-UFSC desenvolvendo softwares para linha de pesquisa Georreferenciamento - RFID (Radio Frequency Identification), no projeto MCT/FINEP/CT-INFRA - PROINFRA - TECMIDIA 1/2007 e 2/2008.

Alais Souza Ferreira, Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Itajaí, e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

Possui graduação nível Bacharel em Design Gráfico pela Universidade do Vale do Itajaí (2014). Cursou disciplina extracurricular em Animação Computadorizada pelo curso de Design de Jogos da UNIVALI (2013). Durante a graduação participou da Iniciação Científica do Artigo 170, elaborando um artigo na área de ilustração. Seu trabalho de conclusão de curso foi desenvolvido na área de design de superfície, ilustração e modelagem 3d. Tem experiência na área de Design Gráfico, com ênfase em Design Editorial (diagramação de livros), Design de Superfície, Ilustração, Design Digital. Atualmente está cursando especialização em Marketing Criativo pela Universidade do Vale do Itajaí, disciplina isolada no Mestrado de Design na UFSC e curso de Libras intermediário no IFSC. Além de ser voluntária na equipe de pesquisa NAS Design da UFSC desde 2015.

Ludimila Gonçalves de Figueiredo, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, SC

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007). Tem experiência na área de Serviço Social, com ênfase em Serviço Social. Trabalhou como assistente social no Instituto Guga Kuerten, na CAPS e como educadora em um colégio.

Downloads

Publicado

2017-01-01