A Moda e a Morte: Ciclos de Tendências

Autores

  • Flavia Jakemiu Araujo Bortolon UFPR

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x10192017098

Resumo

A moda é composta de ciclos de tendências subpostos, que buscam eliminar o passado em busca de um novo, o que a torna efêmera e ao mesmo tempo eterna. O presente estudo buscou analisar como se dá a relação desses ciclos de tendências no tempo, por meio de uma breve historiografia da moda, considerando os preceitos teóricos de Simmel, Crane e Caldas. Serão utilizados ainda conceitos propostos por Agamben, tais como: dispositivo, a fim de classificar o sistema da moda; contemporaneidade, para compreender a ação desse fator em relação ao tempo e profanação, para identificar a capacidade de manter-se na sociedade. Conclui-se que a moda, assim como a morte, renova a sociedade, destrói e cria o novo, como um sistema naturalizado artificialmente.

Biografia do Autor

Flavia Jakemiu Araujo Bortolon, UFPR

Doutoranda em História pela UFPR com mestrado em História e pós-graduação em Moda.

Downloads

Publicado

2017-01-01