Vestir de luz

Autores

  • Adriana Tulio Baggio Pesquisadora do Centro de Pesquisas Sociossemióticas da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo, SP; graduanda do curso de Letras-Italiano na Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR. http://orcid.org/0000-0002-5016-1289

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x12262019171

Palavras-chave:

Moda, Design, Processo criativo, Tradução, Italiano

Resumo

A designer italiana Nanni Strada foi pioneira em aportar às consagradas convenções da moda os temas do design e da produção industrial. Após a primeira Coleção Etnológica em 1973, em 1974, inspirada nos estudos do etnógrafo Max Tilke, projetou "o Manto e a Pele", uma pesquisa sobre os componentes primários de planejamento da roupa como recusa às normas de confecção típicas do estilismo. Em 1979 recebeu o prêmio Compasso de Ouro pela primeira roupa no mundo sem costura[i]. E em 1986, com os trajes de viagem "Torchons", deu início à pesquisa sobre a compressibilidade da roupa e seu uso nômade. 


[i]Em 2018, Nanni Strada recebeu mais uma vez o Compasso de Ouro, desta vez como prêmio por toda sua carreira no design. N. da T.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Tulio Baggio, Pesquisadora do Centro de Pesquisas Sociossemióticas da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo, SP; graduanda do curso de Letras-Italiano na Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR.

Graduada em Comunicação Social – Publicidade e Propaganda (UFPR); mestre em Letras (UFPB); doutora em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Atualmente faz estágio pós-doutoral no PrPG em Tecnologia e Sociedade da UTFPR (Curitiba). Cursa a graduação em Letras-Italiano na UFPR. Professora da especialização em Comunicação e Cultura da Universidade Positivo (Curitiba). Editora associada da revista dObra[s]. Pesquisadora do Centro de Pesquisas Sociossemióticas da PUC-SP. É autora de artigos e capítulos de livro nas áreas de semiótica, comunicação, moda, gênero e espaço urbano.

Referências

Não há referências.

Downloads

Publicado

2019-10-01

Como Citar

TULIO BAGGIO, A. Vestir de luz. Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 12, n. 26, p. 171-179, 2019. DOI: 10.5965/1982615x12262019171. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/15541. Acesso em: 16 ago. 2022.

Edição

Seção

Tradução