Desempenho agronômico da batata (Solanum tuberosum L.) cv. ´Unica´ sob inoculação com rhizobacterias nativas e aplicação de ácido acetil salicílico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811711642017456

Palavras-chave:

Azotobacter, agroecologia, ácido salicílico, Bacillus, Pantoea, tubérculos, agricultura sustentável

Resumo

Peru é o centro de origem da batata e seus parentes silvestres, por isso é conveniente desenvolver novas tecnologias de gestão agronômica com menor impacto no ecossistema, como o uso de pesticidas e fertilizantes químicos em batata está aumentando nos países em desenvolvimento. O objetivo do trabalho foi avaliar o desempenho agronômico da cv. ´Unica´ sob inoculação com rizobactérias PGPR isoladas da rizosfera de batata andina e pelo efeito da aplicação de ácido acetilsalicílico nas condições de campo da costa peruana. Avaliou-se a inoculação de quatro isolados bacterianos: Bacillus simplex B13, B. amyloliquefaciens Bac 15Mb, Azotobacter sp. Azo 16M2 e Pantoea sp. DZ22 bem como uma dose de 0,4 mM de ácido acetilsalicílico como promotores de tratamentos para o crescimento das plantas versus um controle sem inoculação. Utilizou-se um delineamento em blocos casualizados, em um solo franco-arenoso,  ligeiramente alcalino, de baixo conteúdo orgânico e livre de sais. O clima durante o ensaio apresentou uma umidade relativa entre 54 e 71%, temperaturas médias entre 13 e 21 °C em San Vicente de Cañete, Lima (coordenadas UTM  18L3540788550372). As plantas foram inoculadas com estirpes bacterianas no momento da semeadura e na floração e os tratamentos foram avaliados em parcelas de 40 plantas com três repetições para diversos parâmetros fisiológicos e produtivos. Os dados foram analisados estatisticamente através do teste de Duncan e processados com o software Infostat. A inoculação com a estirpe Azo 16M2, apresentou diferenças significativas (p<0,05) em relação ao controle sem inoculação, aumentando a produção de tubérculos e o peso comercial de tubérculos por hectare e com menor dano pela mosca minadora (Liriomyza huidobrensis) em relação ao controle. Também a aplicação de ácido acetilsalicílico apresentou maior porcentagem de inflorescências (p<0,05) em relação ao controle, enquanto que diferenças estatísticas não foram encontradas entre as cepas bacterianas para este caráter. Concluiu-se que a aplicação da estirpe inoculante Azotobacter sp. Azo 16M2 melhorou o desempenho agronômico da batata cv. ´Unica´, em condições subtropicais do vale de Cañete, em termos de produção de tubérculos e qualidade comercial, e menor dano foliar por mosca minadora em comparação com plantas não inoculadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sergio Eduardo Contreras-Liza, Universidad Nacional José Faustino Sánchez Carrión

Departamento de Agronomia y Zootecnia

Universidad Nacional Jose Faustino Sanchez Carrion (UNJFSC)

Referências

ARCOS J & ZÚÑIGA D. 2016. Rizobacterias promotoras de crecimiento de plantas con capacidad para mejorar la productividad en papa. Revista Latinoamericana de la Papa 20: 18-31.

ARCOS J & ZÚÑIGA D. 2015. Efecto de rizobacterias en el control de Rhizoctonia solani en el cultivo de papa. Ecología Aplicada 14: 95-101.

BALZARINI MG et al. 2014. InfoStat. Manual del Usuario. Editorial Brujas, Córdoba, Argentina.

CALVO P & ZÚÑIGA D. 2010. Caracterización fisiológica de cepas de Bacillus spp. aisladas de la rizósfera de papa (Solanum tuberosum). Ecología Aplicada 9: 31-39.

EGUREN F. 2012. Eficiencia y rendimientos en la agricultura peruana. La Revista Agraria 141: 10-11.

EGUREN F. 2012. Eficiencia y rendimientos en la agricultura peruana. La Revista Agraria 141: 10-11.

FAO. 2008. Producción de tubérculos semillas libres de enfermedades. El año internacional de la papa 2008. Secretaria del año internacional de la Papa. FAO. Roma.

GUTIÉRREZ-ROSALES RO et al. 2007. Unica: variedad Peruana para mercado fresco y papa frita con tolerancia y resistencia para condiciones climáticas adversas. Revista Latinoamericana de la Papa. 14: 41-50.

GHYSELINCK J et al. 2013. Bioprospecting in potato fields in the Central Andean Highlands: screening of rhizobacteria for plant growth-promoting properties. Systematic and Applied Microbiology 36: 116-127.

HAYAT S & AHMAD A. 2007. Salicylic Acid: A Plant Hormone. Dordrecht: Springer. 401p.

JACOBSEN CS. 1997. Plant protection and rhizosphere colonization of barley by seed inoculated herbicide degrading Burkholderia (Pseudomonas) cepacia DBO1 (pRO101) in 2, 4-D contaminated soil. Plant and Soil 189: 139-144.

LÓPEZ MM et al. 2001. Effect of acetylsalicylic acid on soft rot produced by Erwinia carotovora subsp, carotovora in potato tubers under greenhouse conditions. Potato Research 44: 197-206.

MINAGRI - Ministerio de Agricultura y Riego. 2013. Dinámica Agropecuaria 2003-2012. Oficina de Estudios Económicos y Estadísticos. Lima. 92p.

OSWALD A et al. 2010. Evaluating soil rhizobacteria for their ability to enhance plant growth and tuber yield in potato. Annals of Applied Biology 157: 259-271.

PÉREZ-JARAMILLO JE et al. 2016. Impact of plant domestication on rhizosphere microbiome assembly and functions. Plant Molecular Biology 90: 635-644.

RASKIN I. 1992. Role of salicylic acid in plants. Annual Review of Plant Physiology 43: 439-463.

RICO MA. 2009. Capacidad promotora del crecimiento vegetal por bacterias del género Azotobacter y actinomicetos aislados de cultivos de Solanum tuberosum Linnaeus, 1753 (papa) cultivados en zonas alto andinas del Perú. Tesis para optar el título de Biólogo. Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Lima. 152p.

SOMERS E et al. 2004. Rhizosphere bacterial signalling: a love parade beneath our feet. Critical Reviews in Microbiology 30: 205-240.

STEEL RGD et al. 1997. Principles and procedures of statistics: a biometrical approach. 3.ed. New York: McGraw-Hill. 666p.

VAN LOON LC. 2007. Plant responses to plant growth-promoting rhizobacteria. European Journal of Plant Pathology 119: 243–254.

VALLAD GE & GOODMAN R. 2004. Systemic acquired resistance and induced systemic resistance in conventional agriculture. Crop Science 44:1920–1934.

VÉLEZ PC et al. 2008. Estudio de las poblaciones microbianas de la rizósfera del cultivo de papa (Solanum tuberosum) en zonas altoandinas. Ecología Aplicada 7: 141-148.

ZHANG K et al. 2013. Salicylic acid 3-hydroxylase regulates Arabidopsis leaf longevity by mediating salicylic acid catabolism. Proceedings of the National Academy of Sciences 110: 14807-14812.

Downloads

Publicado

2018-01-24

Como Citar

CONTRERAS-LIZA, Sergio Eduardo; LUYO SANCHEZ, Luis; ZÚÑIGA DAVILA, Doris Elizabeth. Desempenho agronômico da batata (Solanum tuberosum L.) cv. ´Unica´ sob inoculação com rhizobacterias nativas e aplicação de ácido acetil salicílico. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 16, n. 4, p. 456–462, 2018. DOI: 10.5965/223811711642017456. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/9317. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência de Plantas e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)