Genótipos de macieira como polinizadores das cultivares Galaxy e Fuji Precoce em sistema orgânico de produção

Autores

  • João Caetano Fioravanço Embrapa
  • Pâmella Soldatelli Aluna do Programa de Pós-graduação UDESC
  • William Andolfato Estudante da Universidade de Caxias do Sul
  • Paulo Ricardo Dias de Oliveira Embrapa

Palavras-chave:

Malus, fenologia, florescimento, polinização.

Resumo

Genótipos gerados pelo melhoramento genético e macieiras antigas, dependendo das características fenológicas e produtivas, podem participar da composição de pomares comerciais, visando melhorar a polinização de outras cultivares e ampliar o período de colheita. Para a sua utilização como polinizadoras em pomares comerciais, é necessário definir as épocas de floração e verificar as melhores combinações possíveis. O objetivo deste trabalho foi avaliar o padrão fenológico de 45 genótipos de macieira, comparando-o com as cultivares comerciais Galaxy e Fuji Precoce. Os genótipos mostram grande variabilidade na época e duração do florescimento. Nenhum dos genótipos apresenta 100% de coincidência de floração em relação às cultivares comerciais avaliadas. ‘Pitchounette’, M-11/01, PA 14, ‘Florina’ e ‘Scarlett O’Hara’ apresentam a plena floração mais coincidente com as cultivares Galaxy e Fuji Precoce, sendo os materiais de maior potencial para utilização como polinizadoras. As cultivares Galaxy e Fuji Precoce exibem excelente coincidência da plena floração.

Biografia do Autor

João Caetano Fioravanço, Embrapa

Embrapa Uva e Vinho

Pâmella Soldatelli, Aluna do Programa de Pós-graduação UDESC

Mestrado em Produção Vegetal

William Andolfato, Estudante da Universidade de Caxias do Sul

Curso de Agronomia

Paulo Ricardo Dias de Oliveira, Embrapa

Embrapa Uva e Vinho

Downloads

Publicado

2015-08-13

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência de Plantas e Produtos Derivados