Amônia, gás sulfídrico, metano e monóxido de carbono na produção de suínos

Autores

  • Carlos Augusto de Paiva Sampaio
  • Irenilza de Alencar Nääs
  • Douglas D'alessandro Salgado

Palavras-chave:

produção de suínos, amônia, gás sulfídrico, monóxido de carbono, metano.

Resumo

Informações sobre gases e seus efeitos no bem-estar do animal e do trabalhador em sistemas de produção de suínos para as condições brasileiras são escassas. Este trabalho possui os seguintes objetivos: avaliar amônia (NH3), sulfeto de hidrogênio (H2S), metano (CH4) e monóxido de carbono (CO) e estimar os riscos de exposição ocupacional na produção de suínos nas fases de creche e terminação. Os resultados mostraram que as concentrações médias de H2S e CO ficaram abaixo de 1 ppm e de CH4 foram inferiores a 0,1% em volume no ar, não ultrapassando os limites recomendados pelas normas para os animais e ao trabalhador. Foram observadas diferenças (P < 0,05) nas concentrações médias de NH3 em relação aos horários, às instalações e aos períodos avaliados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

SAMPAIO, Carlos Augusto de Paiva; NÄÄS, Irenilza de Alencar; SALGADO, Douglas D’alessandro. Amônia, gás sulfídrico, metano e monóxido de carbono na produção de suínos. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 5, n. 2, p. 156–164, 2006. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5391. Acesso em: 18 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência de Animais e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)