Nós sós: Performance conectiva em isolamento - Fundamentos e Processos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101402021e0112

Palavras-chave:

Performance, Máscara, Ritual, Comunidade

Resumo

O artigo apresenta os fundamentos teóricos da performance coletiva Nós sós, realizada durante o isolamento físico imposto pela pandemia de Covid-19. Devido à impossibilidade do encontro, o coletivo se conectou de forma simbólica, através da confecção de máscaras rituais e de movimentos e gestos que evocam entidades guerreiras. Discute-se a tensão entre a busca de construção de coletividades e o isolamento que pode acirrar o individualismo, bem como a necessidade de refletir sobre a comunidade, não apenas de humanos, mas de todos os seres vivos que habitam a Terra. A máscara é um dos motivos que permite tal discussão, uma vez que se contrapõe a máscara imunizadora como fronteira individualizante e a máscara ritual capaz de ativar a conexão com as forças de corpos animais ou vegetais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eleonora Frenkel Barretto, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Professora de Literatura na Universidade Federal de Sana Catarina (UFSC), nos Cursos de Licenciatura e Bacharelado em Letras Espanhol, Centro de Comunicação e Expressão (CCE). Realizou estágio pós-doutoral junto ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras, da UNIOESTE, com bolsa do PNPD/CAPES. Possui Doutorado em Literatura pela UFSC (2011, bolsista Capes/CNPq).

Referências

CASTRO, Eduardo Viveiros de. Os pronomes cosmológicos e o perspectivismo ameríndio. Mana, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 115-144, Out. 1996. Disponível: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93131996000200005&lng=en&nrm=iso Acesso em: 23 abr. 2020.

DELEUZE, Gilles. O abecedário de Gilles Deleuze. Entrevista concedida a Claire Parnet, 1988/1994. Transcrição integral do vídeo. Disponível em: https://escolanomade.org/wp-content/downloads/deleuze-o-abecedario.pdf Acesso em: 21 dez. 2020.

GOLDSMITH, Kenneth. Uncreative writing: managing language in the digital age. Nova York: Columbia University Press, 2011.

HARAWAY, Donna. Antropoceno, Capitaloceno, Plantationoceno, Chthuluceno: fazendo parentes, ClimaCom Cultura Científica - pesquisa, jornalismo e arte, Ano 3, n. 5, Abril de 2016, p.139-146. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4197142/mod_resource/content/0/HARAWAY_Antropoceno_capitaloceno_plantationoceno_chthuluceno_Fazendo_parentes.pdf Acesso em: 21 set. 2020.

HARAWAY, Donna. Tentacular Worldings in the Chthulucen. Entrevista a J. Fausto, Eduardo V. de Castro e D. Danowski (21/08/2014). Disponível: https://osmilnomesdegaia.eco.br/ Acesso em: 26 abr. 2020.

LAGROU, Els. Nisun: A vingança do povo morcego e o que ele pode nos ensinar sobre o novo coronavírus, Blog da Biblioteca Virtual do Pensamento Social (BBVPS), 13/04/2020. Disponível: https://blogbvps.wordpress.com/2020/04/13/nisun-a-vinganca-do-povo-morcego-e-o-que-ele-pode-nos-ensinar-sobre-o-novo-corona-virus-por-els-lagrou/#_ednref2 Acesso em: 21 abr. 2020.

NASSIF, L. A origem do “ninguém solta a mão de ninguém”. Jornal GGN, 02 nov. 2018, disponível em: https://jornalggn.com.br/historia/a-origem-do-ninguem-solta-a-mao-de-ninguem-por-marcelo-mendonca/ Acesso em: 16 set. 2020.

PRECIADO, Paul B. Aprendendo com o vírus. Tradução de Gustavo Teramatsu e Wagner Nabarro. In: AGAMBEN, G. et.al. Sopa de Wuhan. Pensamento contemporâneo em tempos de pandemia. Rio de Janeiro: Editoria SIESTA, 2020, 2ª edição, p. 163-185.

SCHECHNER, Richard. What is performance?. In: Perfomance Studies: an introduction. New York/Londres: Routledge, 2006, p. 28-51. Tradução de R. L. Almeida. Publicado sob Licence Creative Commons, classe 3, Abril 2011, n.p. Disponível em:

https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/378/o/O_QUE_EH_PERF_SCHECHNER.pdf Acesso em: 20 nov. 2020.

TAYLOR, Diana. O arquivo e repertório. Performance e memória cultural nas Américas. Tradução de Eliana Reis. BH: UFMG, 2013.

WEBER, Byrt Wammack. Much’tal Jedz: Entre el performance y el saber. In: TAYLOR, Diana e STEUERNAGEL, Marcos (org.), Estrategias resistentes. Durham, Carolina do Norte: Hemi Press, DUKE UP, 2020. Disponível em: https://resistantstrategies.tome.press/translation-of-muchtal-jedz-between-performance-and-knowledge-es/?lang=es Acesso em: 25 set. 2020.

ZUMTHOR, P. Performance, recepção, leitura. Tradução de Jerusa P. Ferreira e Suely Fenerich. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

BARRETTO, E. F. Nós sós: Performance conectiva em isolamento - Fundamentos e Processos. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 40, p. 1-17, 2021. DOI: 10.5965/1414573101402021e0112. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/19306. Acesso em: 4 jul. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Curadoria da Performance e Processos de Cura em Artes Cênicas