Procedimentos de criação em As Métopas do Partenon, de Romeo Castellucci

Autores

  • Renan Marcondes Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.5965/14145731023820200040

Palavras-chave:

Romeo Castellucci, Imagem, Violência, Tragédia, Desenquadramento

Resumo

O artigo analisa procedimentos de criação e encenação na peça As Métopas do Partenon, de Romeo Castellucci. A partir de Judith Butler e Walter Benjamin, analisamos tópicos centrais para a obra, como: o uso que o artista faz das imagens de guerra e violência que circulam no nosso cotidiano; o diálogo com aspectos da tragédia; a referência ao artista norte-americano Andy Warhol; a dissociação da relação entre ver e saber que propõe a seu público. Tendo como foco as escolhas formais de desenquadramento, repetição de cenas e exposição do corpo dos atores e atrizes que há nessa obra, busca-se entender como o artista cria uma obra na qual as experiências de comoção e catarse estejam suspensas ou deslocadas.

Biografia do Autor

Renan Marcondes, Universidade Estadual de Campinas

Artes Visuais - performance art e estudos da performance.

Referências

BENJAMIN, Walter. O capitalismo como religião. São Paulo: Boitempo, 2013.

BENJAMIN, Walter. O caráter destrutivo. In: BENJAMIN, Walter. Imagens do pensamento. Assírio & Alvim: São Paulo. 2004.

BENJAMIN, Walter. Origem do drama barroco alemão. São Paulo: Brasiliense, 1984.

BENJAMIN, Walter. Para uma crítica da violência. In: BENJAMIN, Walter. Escritos sobre mito e linguagem. Editora 34: São Paulo, 2011.

BIER, Felipe. “Violência mítica/violência divina em Walter Benjamin”. In: Ideias - Revista do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UNICAMP. V. 4 n.2, 2013.

BUTLER, Judith. Quadros de guerra: quando a vida é passível de luto? Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

BUTLER, Judith. Gender trouble: feminism and the subversion of identity. 1999.

CASTELLUCCI, Romeo. A conversation between Romeo Castellucci and Mara Sartore on “The Metopes of the Partenhon”, 2015. Disponível em: http://myartguides.com/posts/interviews/a-conversation-between-romeo-castellucci-and-mara-sartore-on-the-metopes-of-the-parthenon/ Acesso em: 24 jul. 2017.

CASTELLUCCI, Claudia e Romeo. Les pèlerins de la matière – Théorie et praxis du théâtre. Paris: Les Solitaires Intempestifs, 2003.

CASTELLUCCI, Romeo. O peregrino da matéria. In: Revista Sala Preta. V. 7, 2007.

CASTELLUCCI, Romeo. Transcrição da carta lida antes do início da peça ao longo da temporada em Paris, 2015. Disponível em: http://www.festival-automne.com/edition-2015/romeo-castellucci-le-metope-del-partenone Acesso em: 26 jul. 2017.

CASTELLUCCI, Romeo; PITOZZI, Enrico. “À beira das imagens: O cérebro como tela de projeção”. In: Revista Cena, n. 8, 2010. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/cena/article/view/18164 Acesso em: 26 jul. 2017.

DANTO, Artur. Andy Warhol. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Diante da Imagem. São Paulo: Editora 34, 2013.

FERNANDES, Silvia. “Experiências do real no teatro”. In: Sala Preta v. 13 n. 2, 2013.

FOSTER, Hal. O retorno do real. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

FOSTER, Hal. Primitive scenes. In: Critical Inquiry, Vol. 20, No. 1 (Outono, 1993), p. 69-102.

FOSTER, Hal. “Obscene, Abject, Traumatic”. In: October, Vol. 78 (Autumn, 1996), pp. 106-124.

HILLAERT, Wouter; CROMBEZ, Thomas (2005). “Cruelty in the Theatre of the Socìetas Raffaello Sanzio” Fala realizada em 24 de março de 2005 no evento Tragedy, the Tragic, and the Political. Disponível em: http://homepages.ulb.ac.be/~rgeerts/inlthewet/castelluci.pdf acesso em: 26 jul. 2017.

KELLEHER, Joe. The illuminated theatre: Studies on the suffering of images. New York: Routledge. 2015.

LEHMANN, Hans-Thies. “Motivos para desejar uma arte da não compreensão”. Trad. de Stephan Baumgärtel. In: Urdimento, Florianópolis, n. 8, 2008.

LEHMANN, Hans-Thies. Teatro pós-dramático. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

LEHMANN, Hans-Thies. Tragedy and dramatic theatre. New York: Routledge, 2016.

MARCONDES, Renan. Dois corpos para Warhol: reverberações em Hamlet-máquina de Heiner Müller e Inferno de Romeo Castellucci. Urdimento, Florianópolis, v. 2, n. 27, p. 046-061, 2016.

MARCONDES, Renan. Violência e tragédia: As Métopasdo Partenon, de Romeo Castellucci. In: Anais do III Seminário Estética e crítica de arte: As artes entre urgência e inoperância [recurso eletrônico], 04 a 06 de setembro de 2017/Organização: Artur Kon - São Paulo: FFLCH/USP, 2017.

PERRIER, Jean Louis. There is no escape. Wienerfeswoche, Austria. 2019.

PHELAN, Peggy, “Death and disaster”. In: Andy Warhol “GIANT” Size. New York: Phaidon, 2006

PHELAN, Peggy. Performance na esfera publica. Lisboa: Orfeu Negro, 2017.

RAMOS, Luis Fernando. Mimesis performativa: a margem de invenção possível. São Paulo: Annablume, 2015.

SACK, Daniel. After live: possibility, potentiality and the future of performance. Michigan : Universe of Michigan Press, 2015.

SONTAG, Susan. Diante da dor dos outros. São Paulo: Cia das Letras, 2003.

SZONDI, Peter. Ensaio sobre o trágico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2004.

WARHOL, Andy. A filosofia de Andy Warhol: de A a B e de volta a A. Rio de Janeiro: Cobogó, 2008

ŽIŽEK, Slavoj. Violência: seis reflexões laterais. São Paulo: Boitempo, 2014.

Downloads

Publicado

2020-09-24

Como Citar

MARCONDES, R. Procedimentos de criação em As Métopas do Partenon, de Romeo Castellucci. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, p. 1-34, 2020. DOI: 10.5965/14145731023820200040. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/17802. Acesso em: 3 dez. 2021.