Teatro e Prisão: o Núcleo Panóptico de Teatro e os resultados de um diálogo improvável, mas possível

Autores

  • Vicente Concílio Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101072005145

Resumo

O Projeto Teatro nas Prisões, então uma parceria da Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel de Amparo ao Preso – FUNAP (órgão vinculado ao Governo do Estado de São Paulo cuja missão institucional é promover trabalho, educação e cultura nos atuais 130 presídios que compõem o corpo principal da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo) e o TIPP Center (Theater in Prison and Probation) da Universidade de Manchester, na Inglaterra, atingiu 34 unidades prisionais até seu encerramento,em dezembro de 2001.

Biografia do Autor

Vicente Concílio, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Ator, diretor, professor de teatro. Atualmente realiza seu Mestrado em Artes Cênicas na ECA/USP, na área de Teatro-Educação, com a diseertação “Teatro e Prisão: dilemas da liberdade artística em processos teatrais com população carcerária”.

Downloads

Publicado

2018-09-09

Como Citar

Concílio, V. (2018). Teatro e Prisão: o Núcleo Panóptico de Teatro e os resultados de um diálogo improvável, mas possível. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 1(7), 145-156. https://doi.org/10.5965/1414573101072005145

Edição

Seção

Fluxo Continuo