O editorial de moda a partir da arte relacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630512021175

Palavras-chave:

Arte relacional, Campo artístico, Fotografia de Moda

Resumo

A pesquisa estuda o editorial de moda como narrativa fotográfica e analisa os conceitos de arte relacional, comparando no tempo o posicionamento e a liberdade criativa das editorias de moda com os seus colaboradores. Cada vez mais a arte vem construindo um campo que valoriza a imagem como o lugar das experiências, no qual o espectador é convidado a ser participante da obra e a assumir a mesma importância do artista. A obra só é completa com o fruto dessa relação. Os autores estudados são Nicolas Bourriaud, Anne Cauquelin e Vilém Flusser. Faz uso da pesquisa descritiva com foco nos editoriais de moda, onde observa-se a relação das editorias, dos colaboradores e de seus espectadores. Por fim, busca-se compreender de que maneira um editorial de moda, fruto do diálogo entre a inspiração e as relações compartilhadas durante o processo artístico, pode ser considerado uma forma relacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanilson Luis de Melo Coimbra, Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Centro Universitário Belas Artes - mestrando em Arquitetura, Urbanismo e Design 

Centro Universitário Belas Artes - Professor e idealizador do Curso Livre Básico Digital de Fotografia - desde 2020

Centro Universitário Belas Artes - Professor e idealizador  do Curso Livre de Fotografia e Editorial de Moda  - desde 2016

Encontros Fotográficos Práticos - Idealizador - desde 2019

Editoria Gemeco Itália – de 2013 a 2018 – editoria e colaboração de moda

Office Im  – desde 2005 – Proprietário, internacional manager

 

Jose Ronaldo Mathias, Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Possui Doutorado pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP) em 2006. Mestrado pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC-SC) em 2001 e Graduação em Direito pela Presidente Antônio Carlos (UNIPAC-MG) em 1995. Coordenador da Iniciação Científica da Belas Artes e Coordenador da Extensão Universitária entre os anos de 2009 a 2011 no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Pesquisador Colaborador da Universidade de São Paulo FFLCH-USP. Professor da Graduação Antropologia, Direitos Humanos e História da Arte. Coordenador da Pós em História da Arte, Arte Educação e Comunicação e Retórica. Autor do livro Antropologia e Arte (2014), Editora Claridade, e Antropologia Visual (2016), Editora Nova Alexandria. Coordenador do Curso de Comunicação Social - Publicidade Propaganda e Licenciatura em Artes. Editor da Revista Arte 21 e Revista Belas Artes..

Referências

ALBUQUERQUE, Nycolas. Estética relacional e as marcas na superfície: corpo-afeto-cidades-arte-política. In: Seminário Nacional de Pesquisa em Arte

e Cultura Visual: arquivos, memórias, afetos. 8., 2015, Goiânia. Anais [...]. Goiânia: UFG / Núcleo Editorial FAV, 2015. p. 696-704.

BOURRIAUD, Nicolas. Estética Relacional. Tradução: Denise Bottmann. São Paulo: Martins Fontes, 2009. 149 p. Disponível em: <https://www.academia.edu/37004505/Est%C3%A9tica_Relacional>. Acesso em: 15 mai. 2020.

BOURRIAUD, Nicolas. Pós-produção: Como a arte reprograma o mundo contemporâneo. Tradução: Denise Bottmann. São Paulo: Martins Fontes, 2009. 110 p.

BRANDÃO, Carlos Antônio Leite. Um homem livre, uma cidade feliz. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, v. 20, n.1, p.36-53, 2016. Disponível em: <https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/2673>. Acesso em: 15 mai. 2020.

CARROLL, Henry. Leia isto se quiser tirar fotos incríveis de gente. Tradução: Edson Furmankiewicz. 1. ed. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, 2015. 13 p.

CARROZZINI, Francesco. Franca: Chaos and Creation. Netflix, 2016.

CAUQUELIN, Anne. Arte Contemporânea: Uma introdução. Tradução: Rejane Janowitzer. 1. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005. 169 p.

CATELLAN, Maurizio. Catalogo dei viventi 2007. Gazzetta, 2007. Disponível em: <https://www.gazzetta.it/altrimondi/catalogodeiviventi09/scheda_personaggio.shtml?lettera=c&id=265>. Acesso em: 15 mai. 2020.

CORRÊA, Amélia Siegel; OLIVEIRA, Luana Hauptman Cardoso de. A Arte Relacional e a Participação do Público: Aproximações Poéticas do Período de 1960-70 com a 27ª Bienal de São Paulo. Mediações. Londrina, v. 21, n. 2, p. 254-278, jul./dez., 2016. Disponível em: <https://www.academia.edu/43012760/A_Arte_Relacional_e_a_Participa%C3%A7%C3%A3o_do_P%C3%BAblico_Aproxima%C3%A7%C3%B5es_Po%C3%A9ticas_do_Per%C3%ADodo_de_1960-70_Com_A_27a_Bienal_de_S%C3%A3o_Paulo>. Acesso em: 15 mai. 2020.

COSTA, Aline Alves; COSTA, Edivaldo da Silva Costa; SILVA, Mirleide Andrade Silva. Conhecimento científico e senso comum: uma abordagem teórica. In: Anais do Colóquio Internacional "Educação e Contemporaneidade", 7, 2013, São Cristóvão, 7p. Disponível em: <https://ri.ufs.br/bitstream/riufs/9718/96/95.pdf>. Acesso em: 20 jun. 2020.

DAMASCENO, Julie Christie. A estética kantiana: o belo, o sublime e a arte. Intuitio, Porto Alegre, v. 8, n. 2, p. 146-158, dez., 2015. Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/intuitio/article/download/18840/14206>. Acesso em: 15 mai. 2020.

DUCCI, Carlo; SCALIA, Lella. Walking by Peter Lindbergh. Vogue Itália. Milão, n. 794, p. 242, out., 2016. Disponível em: <https://www.vogue.it/en/fashion/cover-fashion-stories/2016/10/08/cover-vogue-italia-october-2016-walking/>. Acesso em: 15 mai. 2020.

ESTEVÃO, Ilca Maria. Entenda a polêmica por trás das capas da Vogue Brasil de maio e junho. Metrópoles, 2020. Disponível em: <https://www.metropoles.com/colunas-blogs/ilca-maria-estevao/entenda-a-polemica-por-tras-das-capas-da-vogue-brasil-de-maio-e-junho>. Acesso em: 25 mai. 2020.

FABBRINI, Ricardo Nascimento. Estética e transgressão: da arte radical à arte radicante. Artelogie, Paris, v. 8, [s.n.], jan. 2016. Disponível em: <https://journals.openedition.org/artelogie/593#article-593>. Acesso em: 15 mai. 2020.

FEININGER, Andreas. Una Filosofia della Fotografia. Catálogo da Exposição. Museu d'Art Espanyol Contemporani. Palma, 2008.

FINNIGAN, Kate. Franca Sozzani: ‘It's the people in fashion who make fashion ridiculous’. Telegraph, 2013. Disponível em: <http://fashion.telegraph.co.uk/news-features/TMG10143255/Franca-Sozzani-Its-the-people-in-fashion-who-make-fashion-ridiculous.html>. Acesso em: 21 de mai. 2020.

FLUSSER, Vilém. Filosofia da Caixa Preta: Ensaios para uma futura filosofia da

fotografia. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002. 82 p.

PINHEIRO, Roberta. Fotógrafo Bob Wolfenson compartilha experiências em curso online. Correio Braziliense, 2019. Disponível em: <https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/diversao-e-arte/2019/09/21/interna_diversao_arte,783463/curso-online-bob-wolfenson.shtml>. Acesso em: 15 mai. 2020.

PRODANOV, Cleber Cristiano. Manual de metodologia científica. 3. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2006.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: Estética e política. Tradução: Mônica Costa Netto. São Paulo: EXO Experimental (org.); Editora 34, 2005. 72 p.

SANTOS, Elizangela. Sobre uma estética relacional. Leituras Contemporâneas: Narrativas do Século XXI, 2015. Disponível em: <https://leiturascontemporaneas.org/2015/12/16/sobre-uma-estetica-relacional/>. Acesso em: 15 mai. 2020.

SILVA, Marcelo de Souza. Reflexões sobre Uma e Três Cadeiras, de Joseph Kosuth. HACER - História da Arte e da Cultura: Estudos e Reflexões, Porto Alegre, 2019. Disponível em: <http://www.hacer.com.br/kosuth>. Acesso em: 15 mai. 2020.

SOBRAL, Cláudia. Peter Lindbergh. O fotógrafo que fez as supermodelos. Jornal i, 2019. Disponível em: <https://ionline.sapo.pt/artigo/670311/peter-lindbergh-o-fotografo-que-fez-as-supermodelos?seccao=Mais>. Acesso em: 15 mai. 2020.

TIBURI, Marcia. Arte Contemporânea: sobre nossa dificuldade de pensar e fazer. Revista Cult, 2012. Disponível em: <https://revistacult.uol.com.br/home/arte-contemporanea-sobre-nossa-dificuldade-de-pensar-e-fazer/?aff_source=56d95533a8284936a374e3a6da3d7996>. Acesso em: 15 mai. 2020.

TORRES, Patrícia. Franca Forever. Vogue Portugal, 2019. Disponível em: <https://www.vogue.pt/franca-forever>. Acesso em: 20 mai. 2020.

VOGUE BRASIL. In: Instagram, 2020. Disponível em: <https://www.instagram.com/p/B_nZe1FlJda/>. Acesso em: 30 abr. 2020.

VOGUE BRASIL. Pela primeira vez em mais de 100 anos da publicação, Vogue Itália publica capa em branco por conta da pandemia. In: Globo.com, 2020. Disponível em: <https://vogue.globo.com/atualidades/noticia/2020/04/pela-primeira-vez-em-mais-de-100-anos-da-publicacao-vogue-italia-publica-capa-em-branco-por-conta-da-pandemia.html>. Acesso em: 30 abr. 2020.

Downloads

Publicado

2021-02-01

Como Citar

COIMBRA, V. L. de M.; MATHIAS, J. R. O editorial de moda a partir da arte relacional. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 5, n. 1, p. 175-197, 2021. DOI: 10.5965/25944630512021175. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/18031. Acesso em: 25 set. 2022.