Revista de Ensino em Artes, Moda e Design https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt;">Periódico de Artes, Moda e Design, vinculado a programas de pós-graduação da Udesc, UFC, UFRPE e UFPE e ABEPEM.<br /><strong>Periodicidade</strong>: contínua<br /><strong>Ano de criação</strong>: 2017</p> <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt;"> </p> pt-BR <ol type="a"> <li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <strong>Licença Creative Commons Attribution 4.0 Internacional</strong>, que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</li> <li>Plágio, em todas as suas formas, constitui um comportamento antiético de publicação e é inaceitável. Esta revista utiliza o software iThenticate de controle de similaridade". </li> </ol> reamd.ceart@udesc.br (Mara Rúbia Sant'Anna) portal.periodicos@udesc.br (Marcela Reinhardt de Souza) dom, 20 nov 2022 00:00:00 -0300 OJS 3.2.1.1 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 O Papel do Design frente à pandemia: ações e contribuições do campo em tempos de crise https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22068 <div>Este artigo objetiva analisar a atuação do Design como ferramenta frente à pandemia da COVID-19. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa do tipo bibliográfica e descritiva, valendo-se da interface de conhecimentos do Design em seus diferentes áreas de atuação, evidenciando as importantes contribuições do campo e de seus praticantes no contexto pandêmico. Cardoso (2008, 2012), Forty (2007), Margolin (2014), Ingold (2019) e Papanek (1995) foram as bases teóricas para este estudo, no qual foram analisados alguns casos e exemplos de problemáticas derivantes da crise sanitária. O estudo guiou-se pelo seguinte questionamento: qual é a potencialidade do Design frente à crise sanitária e como a área pode contribuir para superar um panorama abstruso como o que trouxe a pandemia? Concluiu-se que a capacidade do designer de criar pontes e estabelecer relações em um mundo cada vez mais fragmentado de saberes é o que permite criar soluções sistêmicas e criativas para os cada vez mais desafiadores problemas da humanidade.</div> Jorge Luis Pineda García Copyright (c) 2022 Jorge Pineda https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22068 sáb, 03 dez 2022 00:00:00 -0300 Núcleo de extensão e prática profissional na área da moda: formação complementar e inclusão social https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22831 <p>O Núcleo de Extensão e Prática Profissional (NEPP) é uma iniciativa do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) como forma de interligar os saberes acadêmicos com os diferentes atores da sociedade. No campus Caicó, interior do supramencionado estado, o NEPP foi fundado em 2017, passando a ofertar cursos de formação continuada para mulheres em situação de vulnerabilidade social, de modo a engendrarem em um ofício, adentrando no mercado de trabalho. Ademais, o núcleo ainda permite o desenvolvimento da prática profissional dos alunos do curso superior de tecnologia em Design de Moda. Tendo isso em mente, este artigo visa expor e discutir as ações institucionais e o impacto do NEPP entre os anos de 2021 e 2022 no cenário sociocultural local. Para tanto, empregou-se o método de pesquisa-ação, com verificação qualitativa dos objetivos. De tal maneira, ofertou-se um curso de técnicas de bordado, importante elemento regional, revitalizando o fazer local. Aliado a isso, forneceu-se um cenário para o desenvolvimento de uma coleção de moda pelos alunos da graduação, empregando tal motivo artesanal em sua configuração, conduzindo uma parceria com as alunas de bordado de modo a elas mostrarem seus trabalhos. A coleção, portanto, tinha a intenção de servir como vitrine para os trabalhos das mulheres em situação de vulnerabilidade social. Com isso, as oficinas tiveram duração de quatro (4) dias. Nesse entremeio, as alunas inscritas no curso do bordado surpreenderam pela forma rápida que aprenderam a bordar.</p> Lívia Juliana Silva Solino, Moally Janne de Brito Soares, Ítalo José de Medeiros Dantas Copyright (c) 2022 Lívia Juliana Silva Solino, Moally Janne de Brito Soares, Ítalo José de Medeiros Dantas https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22831 qui, 15 dez 2022 00:00:00 -0300 Moda e design de vestuário como objetos de pesquisa: o caso de artigos publicados no periódico Educação Gráfica https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22135 <p>O presente artigo foi desenvolvido com objetivo de identificar as pesquisas cujas temáticas contemplem a área de moda e design de vestuário pela ótica do design, utilizando como objeto de estudo o periódico Educação Gráfica. No que diz respeito à metodologia, a pesquisa se classifica enquanto de natureza quanti-qualitativa, do tipo descritiva, sendo desenvolvida por uma análise sistemática da bibliografia. Em relação aos procedimentos técnicos, realizou-se uma análise de conteúdo por meio das redes temáticas, com auxílio do software IRaMuTeQ®. Enquanto resultados, evidencia-se que do total de 53 edições e 820 artigos publicados ao longo dos 25 anos de existência do periódico, 49 trabalhos contemplam temáticas variadas da moda e design de vestuário, correspondendo a 5,97% do escopo da revista. Os artigos encontrados nas temáticas supramencionadas foram agrupados e subdivididos em 5 categorias, sendo estas: 1) pesquisa, ensino e metodologia; 2) ergonomia e antropometria; 3) comunicação e linguagem visual; 4) projeto, tecnologia e gestão; e 5) arte, artesanato, design e moda contemporânea. Importante salientar que artigos com temática relacionada ao design de superfície encontram-se distribuídos nas diferentes categorias.</p> Glauber Soares Junior, Marizilda dos Santos Menezes Copyright (c) 2022 Glauber Soares Junior, Marizilda dos Santos Menezes https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22135 qui, 15 dez 2022 00:00:00 -0300 Favela é Moda: quando existências periféricas adentram o mundo da moda https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22446 <p>A mediação entre a favela e as passarelas de moda da zona sul do Rio, proposta pela Jacaré Modas - uma agência de modelos criada na favela do Jacarezinho - que é trazido no documentário Favela é Moda, incita um agenciamento de conceitos e ideias vindos de perspectivas diversas, para pensar o caminho favela-passarela pelo seu aspecto de biopoder. As Revoluções Moleculares e as Máquinas de Guerra de Guattari e Deleuze, a teoria do Perspectivismo Ameríndio oferecida por Eduardo Viveiros de Castro e o seu desdobramento na ideia de Comunicação pelo Equívoco, sugeridas por Evandro Medeiros e Lara Linhalis, embasam uma leitura sobre esse fenômeno de deslocamento de corpos periféricos para lugares não previstos para eles.</p> Cristiane Maria Medeiros Laia Copyright (c) 2022 Cristiane Maria Medeiros Laia https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22446 sex, 18 nov 2022 00:00:00 -0300 A remediação de elementos midiáticos: um estudo de caso baseado nas HQs Batman da era de prata https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22534 <p>A remediação é compreendida como o processo de renovação dos conteúdos antigos, efetuados pelos novos meios de comunicação. O emblemático personagem dos quadrinhos da DC Comics (Batman), desde a sua origem em 1939, é tido como um dos mais conhecidos e populares, fazendo parte do cotidiano de milhares de pessoas no mundo e adaptando-se a diversos meios midiáticos, dos analógicos aos digitais, ao longo das décadas. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi analisar e identificar como a remediação auxiliou na manutenção do status do personagem Batman durante a Era de Prata dos quadrinhos (1956-1969). Para tanto, utiliza-se uma abordagem qualitativa comum em estudos exploratórios com referências bibliográficas relacionadas ao tema. Como resultado, sugere-se que a remediação se destaca como elemento de renovação do meio, bem como auxilia na popularização de uma cultura de personagens.</p> Eduardo Evangelista, Claudelino Martins Dias Junior Copyright (c) 2022 Eduardo Evangelista, Claudelino Martins Dias Junior https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22534 dom, 20 nov 2022 00:00:00 -0300 Artes e ofícios na formação da moda cearense e sua relação com a cultura do algodão https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22918 <p>Este artigo contribui com a investigação sobre os processos formativos das artes e ofícios na implantação das escolas para aprendizes iniciada no século XIX. A partir das vocações orientadas aos educandos associa-se na cultura algodoeira do estado, a relação com a formação de moda cearense no século XX. As transformações alcançadas no decorrer do tempo registram entre outras propostas formativas, as relações artísticas, com destaque para as conexões econômicas originadas do algodão, o elo impulsionador da vocação têxtil e consequentemente, do desenvolvimento e consolidação do ensino de moda local. O presente estudo é de natureza qualitativa e adota como procedimentos a pesquisa bibliográfica ao selecionar e reunir dados a partir de estudos monográficos tais como: livros, monografias, teses e dissertações relacionadas ao tema em questão. Além da pesquisa documental por meio da compilação e análise de documentos, arquivos, matérias de jornal, imagens, registros imagéticos e textuais que apresentem dados relevantes acerca dos processos de ensino, configurando o início das artes e ofícios até o percurso contemporâneo na formação em moda no Ceará – Brasil. Os materiais foram catalogados e analisados atentando-se à ordem cronológica da institucionalização dos saberes relacionados às artes e ofícios no estado do Ceará, passando pelas oficinas e escolas até a formação acadêmica. A pesquisa apresenta as relações as artes e ofícios e a cultura do algodão no Ceará e sua contribuição para o desenvolvimento do setor têxtil no estado e a formação acadêmica em moda na atualidade.</p> Emanuelle Kelly Ribeiro da Silva, Maria de Jesus Farias Medeiros Medeiros Copyright (c) 2022 Emanuelle Kelly Ribeiro da Silva, Maria de Jesus Farias Medeiros Medeiros https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22918 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 Liceu de Artes e Ofícios da Bahia: dos ofícios à formação cidadã através da arte https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22874 <p>Este artigo é fruto da vertente baiana da pesquisa interinstitucional Escolas de Artes e Ofícios no Brasil: história, propostas formativas e continuidades na formação do Bacharelado em Design de Moda. De natureza qualitativa, a pesquisa prioriza uma linha de investigação histórica, analisando o Liceu de Artes e Ofícios da Bahia (1872-2007), seus primórdios e desenvolvimento, na busca de vestígios do ensino voltado a atividades vestimentares, como corte e costura. Nesse percurso, tentamos compreender o papel da instituição na formação de cidadãos, sobretudo a partir da conjuntura social que se colocava à época do seu surgimento, de uma população recém-liberta da escravidão em uma cidade em vias de industrialização. Além disso, procura compreender qual papel o Liceu de Artes e Ofícios da Bahia cumpre na sociedade soteropolitana, sobretudo nas décadas de 1990 e 2000, inquerindo se teve como direcionamento o ensino de modelagem e costura. Em termos metodológicos, a investigação utilizou como principal recurso a pesquisa bibliográfica, reunindo informações sobre a instituição e o contexto socioeducativo baiano através dos trabalhos de Cunha (1979), Leal (1996), Trinchão (2008) e Reis (2012), com amparo em questionário com alguns profissionais que atuaram na instituição no período mais recente. Conclui-se que o Liceu de Artes e Ofícios da Bahia perpetuou seu objetivo principal de assistir e formar classes menos favorecidas economicamente. Não houve maior desenvolvimento de atividades relacionadas às práticas vestimentares, das quais somente foram encontrados vestígios. Nos seus últimos anos, o Liceu atuou para promover uma formação cidadã através das artes.</p> Renata Pitombo Cidreira, Renata Costa Leahy Copyright (c) 2022 Renata Pitombo Cidreira, Renata Costa Leahy https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22874 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 Notas sobre a educação feminina nos primeiros liceus de Artes e Ofícios em Porto Alegre: entre poética, técnica e formação https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22822 <p>A educação feminina em Liceus, no Rio Grande do Sul, foi desenvolvida desde o século XIX, mas principalmente sob a égide do Estado, no início do século XX. A pesquisa bibliográfica e documental buscou encontrar relações entre a formação feminina e o ensino em artes e ofícios. A investigação em teses, dissertações, artigos e jornais de época evidenciou a marca permanente do currículo voltado à formação limitada ao horizonte doméstico. Dessa forma percebemos em relações com a literatura e o cinema a manutenção de padrões de comportamento e inserção feminina fixos, nos quais a questão do gênero aparece sempre marcada pela domesticidade e cuidado com a casa e filhos.</p> Ana Carolina Acom, Joana Bosak Copyright (c) 2022 Ana Carolina Acom, Joana Bosak https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22822 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 Uniformes do Colégio Nossa Senhora Das Dores: memórias da cultura escolar da Belle Époque (1890-1914) nos confins de Minas Gerais https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22969 <p>Neste artigo, investigo a relação dos uniformes escolares com a moda em Minas Gerais no período da Belle Époque (1890-1914) (FOGG, 2014, p. 196). Essa relação pode ser identificada em diversos veículos de memória da cultura material da vida escolar em Minas Gerais: na narrativa de uma estudante normalista de Diamantina (1893-1895), no projeto de uniforme da Escola Normal de Juiz de Fora (1896) e, por último, nos artefatos fotográficos do Colégio Nossa Senhora das Dores (CNSD) de Uberaba (1908-1912), escola confessional católica, feminina, no período final da Belle Époque no Triângulo Mineiro. O estudo se baseia numa leitura de documentos textuais e iconográficos com o objetivo de compreender a materialização de conteúdos de moda e seus sentidos que, pelos portos litorâneos, entravam no país, se disseminando por Minas, até chegar ao Triângulo Mineiro, e que envolviam os uniformes escolares. Embaso a pesquisa na investigação de periódicos de moda; na narrativa de uma normalista mineira; em um projeto de uniformes desse período e em fotografias de alunas formandas do CNSD; buscando compreender os conceitos de moda na memória da vida escolar. Como procedimento teórico-metodológico parto do entrecruzamento de texto e imagens com várias outras fontes numa perspectiva dialética que situa o conceito de moda, o contexto histórico e os recursos da cultura material, permitindo compreender a produção de cultura e de memória nas escolas laicas e confessionais mineiras, questões que passam pela absorção da moda francesa na Belle Époque brasileira.</p> Maristela Abadia Fernandes Novaes Copyright (c) 2022 Maristela Abadia Fernandes Novaes https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22969 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 O ensino de moda no Rio de Janeiro: relações entre artes, ofícios e design https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22924 <p>Este artigo apresenta os resultados da pesquisa sobre a relação entre o ensino de moda no Rio de Janeiro atualmente e a constituição das Escolas de Artes e Ofícios no estado, levando em consideração a posição e relevância econômica e cultural que o estado ocupou como capital do país de 1763 a 1960. Para isso a pesquisa fez um levantamento dos cursos, de nível superior, tecnológico, técnico, de formação continuada e livres associados ao mundo da moda atualmente no estado e avaliou os resultados, relacionando com uma investigação sobre a instalação das Escolas de Artes e Ofícios no Rio de Janeiro no século XIX, visando analisar como noções e valores presentes na instalação destas instituições impactam o fazer manual e o fazer artístico associados à moda atualmente.</p> Deborah Chagas Christo, Flávio Sabrá Copyright (c) 2022 Deborah Chagas Christo, Flávio Sabrá https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22924 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 As práticas do tear manual de Carmo do Rio Claro (Minas Gerais), sua história, seus artífices, seus atores e a moda brasileira https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22920 <p>Este artigo é fruto da proposta de pesquisa interinstitucional Escolas de Artes e Ofícios no Brasil: história, propostas formativas e continuidades na formação do Bacharelado em Design de Moda. A abordagem adaptada é a da historiografia e reflete sobre as práticas do tear manual da cidade mineira de Carmo do Rio Claro e sobre como sua linguagem é absorvida pelo mundo da moda. Através do entendimento de sua origem formativa, buscamos refletir e compreender como essas práticas foram sendo passadas e sedimentadas através dos tempos e ante transformações sociais e econômicas. Para isso refletimos sobre seus ciclos e seus agentes que de uma maneira ou de outra contribuíram para sua manutenção e para a manutenção dos seus saberes fundamentais.</p> Jair Soares Junior Copyright (c) 2022 Jair Soares Junior https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22920 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 O ensino profissional em Florianópolis: entre cortes, costuras e algumas agulhadas https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22921 <p>O ensino profissionalizante no contexto da capital catarinense e a partir do período republicano é o tema de pesquisa que fomentou a escrita desse artigo. Seu propósito foi refletir em que medida as diferentes modalidades de ensino profissionalizante praticadas em Florianópolis, de inciativa pública, atentou para o perfil socioeconômico da sociedade local, em especial, as formações voltadas para o universo da produção e consumo do vestuário. Para alcançar tal objetivo foram arroladas fontes primárias como legislação estadual e anúncios de jornais e, igualmente, teses, dissertações e publicações diversas que trataram do tema, época e sociedade. Dada a vasta problemática definida, a delimitação temporal foi estabelecida entre 1910 e1993. Após análises, se concluiu que os projetos educacionais profissionalizantes adotados não eram atentos à realidade socioeconômica e nem mesmo ao projeto de desenvolvimento local definido pela gestão estadual, cuja razões dessas decisões se devem a própria compreensão do que é o sistema produtivo do vestuário e o status social desfrutado por seus profissionais.</p> Mara Rúbia Sant'Anna Copyright (c) 2022 Mara Rúbia Sant'Anna https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22921 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 A educação e a indústria do vestuário no nordeste catarinense:do aprendizado informal ao ensino profissionalizante https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22917 <p>A presente pesquisa objetiva delinear um panorama histórico da educação profissionalizante e da formação da mão de obra para a indústria do vestuário nas cidades de Blumenau, Brusque e Jaraguá do Sul. A pesquisa bibliográfica e documental apresenta um recorte temporal entre 1850, período que compreende o início da colonização do nordeste catarinense, e se estende até 2004, momento em que ocorre a consolidação do ensino superior na área de moda nas cidades citadas. O estudo abrange a capacitação informal de aprendizes, como alfaiates e costureiras domésticas, as políticas públicas voltadas para a formação profissional e, sobretudo, a constituição do ensino profissionalizante na área da indústria do vestuário organizado a partir da composição da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC) e do Sistema “S”, acompanhando demandas do desenvolvimento industrial do Estado. Diante da industrialização, o ofício de alfaiate perdeu sua função social, mas seus métodos de modelar, cortar e costurar as roupas multiplicaram-se em materiais didáticos e no processo ensino e aprendizagem que capacitam estudantes e professores. Entende-se que o sistema educacional profissionalizante deve abranger o desenvolvimento intelectual, qualificação profissional e formação cidadã. A educação não pode se limitar às soluções para as demandas do mundo do trabalho, mas sim, ser parte ativa da construção desse mundo primando pela humanização nos processos de ensino e aprendizagem, para que se perpetuam no contexto político, econômico, social e profissional.</p> Renato Riffel, Darlan Jevaer Schmitt, Mara Rubia Theis, Egéria Höeller Borges Schaefer Copyright (c) 2022 Renato Riffel, Darlan Jevaer Schmitt, Mara Rubia Theis, Egéria Höeller Borges Schaefer https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22917 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 Saberes difusos e práticas para se pensar a formação em moda: perspectivas a partir de uma série de podcast https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22747 <p>Este artigo apresenta uma reflexão a respeito da formação em Moda principalmente em relação aos saberes difusos das práticas educativas de costurar, sejam roupas ou os pilares formativos de ensino, pesquisa e extensão. Parte-se dos relatos colhidos da série de podcast especialmente elaborada e realizada para os propósitos do Projeto de Pesquisa “Artes e Ofícios/UDESC'' e discute-se os destaques relevantes para pensarmos essas práticas e essa formação. O objetivo central é apresentar as perspectivas relatadas pelas pessoas entrevistadas para a série e discutir as aproximações e as singularidades dessas contribuições. A metodologia utilizada inclui a pesquisa bibliográfica não sistematizada, o registro em áudio de entrevistas semi-estruturadas e a análise de conteúdo cotejados com a experiência docente das autoras. Como resultados alcançados destacam-se a percepção de permanências e rupturas na história da formação em Moda pelas pessoas entrevistadas e a publicação da série de podcast nos agregadores de arquivo de áudio de forma gratuita.</p> Rita Morais de Andrade, Jaqueline Ferreira Holanda de Melo Copyright (c) 2022 Rita Morais de Andrade, Jaqueline Ferreira Holanda de Melo https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22747 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 Editorial https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/23201 <p>Apresentação do dossiê 12 realizado por sua organizadora e coordenadora da pesquisa interinstitucional que gerou os artigos publicados.</p> Mara Rúbia Sant'Anna, Maria de Fátima da Silva Costa Garcia de Mattos Copyright (c) 2022 Mara Rúbia Sant'Anna, Maria de Fátima da Silva Costa Garcia de Mattos https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/23201 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300 Expediente https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/23212 <p>Comitê editores, comitê avaliadores e revisores gramaticais. Ficha catalográfica.</p> Ivis Aguiar Souza Copyright (c) 2022 Ivis Aguiar Souza https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/23212 qua, 01 fev 2023 00:00:00 -0300