O pensamento projetual no design de vestuário: da desordem ao método

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/18083129152020e0001

Palavras-chave:

Design de Vestuário, Metodologia Projetual, Pensamento Projetual

Resumo

Por meio de pesquisa teórica, básica, qualitativa e bibliográfica, o presente artigo busca compreender como o pensamento projetual contemporâneo articula-se ao design de vestuário. Para tanto, foram analisados fatores divergentes e convergentes entre metodologias projetuais e foram estabelecidos dois modelos gráficos para representar o pensamento projetual no design de vestuário. O modelo gráfico 1, apresenta uma estrutura multidimensional, que considera: desordem observada no sistema; soluções temporárias e permanentes; entrada, reentrada e documentação de informação; metodologia; processo; método; técnica; competências; habilidades; e ferramentas. A partir da representação, infere-se que a relação entre o pensamento projetual e o design de vestuário resulta em um sistema permeável, elástico e flexível. Para futuros estudos, recomenda-se a elaboração de modelos gráficos que considerem os fatores tecnologia e entropia do sistema.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdecir Babinski Júnior, Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)

Graduado em Moda, com habilitação em Design de Moda (2014), pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Pós-graduado lato sensu em Marketing (2018) pela Universidade de São Paulo (USP/ESALQ). Atualmente, é mestrando do Programa de Pós-Graduação em Design de Vestuário e Moda (PPGModa) da Udesc.

Dulce Maria Holanda Maciel, Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)

Doutora em Engenharia de Produção (2007) com ênfase em Gestão de Design, Ergonomia e Meio Ambiente, pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Mestre em Engenharia de Produção (2002) com ênfase em Gestão Ambiental, pela mesma instituição, na qual também é graduada em Engenharia Elétrica (1986). Pós-graduada em Design de Moda (2011) pela Universidade Estácio de Sá. Graduada também em Moda, pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), na qual atua como professora efetiva no bacharelado em Moda e no Programa de Pós-Graduação em Design de Vestuário e Moda (PPGModa/Udesc).

Lucas da Rosa, Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)

Doutor em Design (2012), pela Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Graduado em Ciências Econômicas (2000) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pós-graduado lato sensu em Moda: Criação e Produção (2002) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Mestre em Educação e Cultura (2005), também pela Udesc. Atualmente, é professor efetivo da Udesc, atuando no bacharelado em Moda e no Programa de Pós-Graduação em Design de Vestuário e Moda (PPGModa/Udesc).

Icléia Silveira, Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc)

Doutora em Design (2011) pela Pontíficia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Mestre em Engenharia de Produção (2003) pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Especialista em Desenho Industrial, Estilismo e Modelagem de Moda (1992) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Especialista em Atuação para Docente em Nível Superior (1980), também pela UFSC, instituição na qual licenciou-se em Geografia (1976). É professsora efetiva no bacharelado em Moda e coordena o Programa de Pós-Graduação em Design de Vestuário e Moda (PPGModa), ambos da Udesc. 

Referências

AGUIAR, Grazyella Cristina Oliveira de. Cenários constituintes dos cursos superiores de moda no Brasil: conjunturas da década de 80 aos dias atuais. In: SEMINÁRIO MODA DOCUMENTA, 5., 2015, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Museu da Indumentária e da Moda; Estação das Letras e Cores, 2015. p. 249-263. Disponível em: http://www.modadocumenta.com.br/wp-content/uploads/2016/01/ANAIS-MD2015_portugues.pdf. Acesso em: 25 set. 2018.

ANCELMO, Tainá Jonko; CAMARGO, Cariane Weydmann. Estratégias de design aplicadas ao desenvolvimento de produto nas varejistas de moda: um caminho para a moda responsável. In: FASHION REVOLUTION FORUM, 1., 2018, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Instituto Fashion Revolution Brasil, 2018. p. 30-33. Disponível em: https://www.fashionrevolution.org/wpcontent/uploads/2019/01/FR_forum_2018.pdf#page=30. Acesso em: 27 maio 2019.

ASIMOW, Morris. Introdução ao projeto de engenharia: fundamentos do projeto de engenharia. São Paulo: Editora Mestre, 1968.

ATP - Associação Têxtil e de Vestuário de Portugal. Grandes marcas pouco sustentáveis. Jornal Têxtil, Portugal, 9 maio, 2019. Calçado. Disponível em: https://www.portugaltextil.com/grandes-marcas-pouco-sustentaveis/. Acesso em: 11 maio 2019.

BAXTER, Mike. Projeto de produto: guia prático para o design de novos produtos. 3. ed. São Paulo: E. Blucher, 2011.

BONSIEPE, Gui. Teoria y practica del diseño industrial: elementos para una manualistica critica. Barcelona: Gustavo Gili, 1975.

BONSIEPE, Gui et al. Metodologia Experimental: desenho industrial. Brasília: CNPq/Coordenação Editorial, 1984.

BROWN, Tim. Design Thinking: uma metodologia poderosa para decretar o fim das velhas ideias. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

BUENO, Juliana; PADOVANI, Stephania. Representações Gráficas de Síntese (RGSs): o desenho colaborativo para uma aprendizagem significativa. In: SEMINÁRIOS SOBRE ENSINO EM DESIGN, 10., 2016, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Blucher Design Proceedings, 2016. v. 2, p. 52 - 61. Disponível em: http://pdf.blucher.com.br.s3-sa-east-1.amazonaws.com/designproceedings/sed2016/007.pdf. Acesso em: 22 set. 2019.

BÜRDEK, Bernhard E. Design: história, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: E. Blücher, 2006.

CAVALCANTI, Higo de Lima Bezerra et al. As muitas interpretações da entropia e a criação de um material didático para o ensino da interpretação probabilística da entropia. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 3, n. 40, p. 169-177, ago. 2018. Sociedade Brasileira de Química (SBQ). Disponível em: http://qnesc.sbq.org.br/online/artigos/06-CCD-71-17.pdf. Acesso em: 02 out. 2019.

CORDEIRO, Júlia Nunes. Desenvolvimento de produtos a partir de metodologias de criatividade. 2012. TCC (Tecnólogo em Design de Moda) - Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Apucarana, 2012.

DREYFUSS, Henry. Designing for people. New York: Allworth, 2003.

FASHIONARY INTERNATIONAL LTD. Fashionpedia: the visual dictionary of fashion design. Hong Kong: Fashionary International Ltd, 2017.

GLOBAL FASHION AGENDA. Taking the pulse of The Fashion Industry. Copenhagen: Global Fashion Agenda; The Boston Consulting Group, Inc., 2017. Disponível em: https://www.globalfashionagenda.com/initiatives/pulse/. Acesso em: 17 maio 2019.

HEAD, Herbert Edward. A educação pela arte. São Paulo: Martins Fontes, 1958.

HORN, Bibiana Silveira; MEYE, Guilherme Corrêa; RIBEIRO, Vinicius Gadis. Reflexões sobre o uso de metodologias de projeto de produto no desenvolvimento de coleção de moda. Modapalavra E-periódico, Florianópolis, v. 6, n. 12, p. 155-177, jul./dez. 2013. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/3482. Acesso em: 14 maio 2019.

IIDA, Itiro. Ergonomia: projeto e produção. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: E. Blücher, 2005.

JONES, Christopher. Métodos de diseño. Barcelona: Gustavo Gili, 1976.

JONES, Sue Jenkyn. Fashion design: manual do estilista. São Paulo: Cosac & Naify, 2005.

KELLER, Jacqueline. Gestão do design na moda: processos que agregam valor e diferencial ao produto de moda. 2004. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Curso de Pós-graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004. Disponível em: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/87867. Acesso em: 14 maio 2019.

LIMA, Bruna Lummertz et al. Proposta de diretrizes no modelo de processo de desenvolvimento de produto (PDP) para a moda ética. In: BERNARDES, Maurício Moreira e Silva; LINDEN, Júlio Carlos de Souza van der (org.). Design em pesquisa. Porto Alegre: Marcavisual, 2017. p. 241-259.

LÖBACH, Bernd. Design industrial: bases para a configuração dos produtos industriais. São Paulo: E. Blücher, 2011.

MACIEL, Dulce Maria Holanda. A produção sustentável de uniformes profissionais: estudo de caso da clínica médica 1 do Hospital Universitário Ernani Polydoro São Thiago. 2007. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2007. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/90579/247497.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 31 abr. 2019.

MACIEL, Dulce Maria Holanda. Um projeto de produto de vestuário sob o viés da sustentabilidade. In: COLÓQUIO DE MODA, 4., 2008, Novo Hamburgo. Anais [...]. Novo Hamburgo: Feevale, 2008. p. 1-12. Disponível em: http://www.coloquiomoda.com.br/anais/Coloquio%20de%20Moda%20-%202008/42193.pdf. Acesso em: 15 maio 2019.

MACIEL, Dulce Maria Holanda. Metodologia e criatividade: a influência dos métodos no processo de criação através de uma experiência teórica sobre a construção das Sociedades do Futuro. In: SANT'ANNA, Mara Rúbia; VANDRESEN, Monique; PULS, Lourdes Maria (org.). Moda, comunicação e universidade. Florianópolis: Udesc, 2012. p. 246-270. (Série ModaPalavra, v. 7).

MARTINS, Suzana Barreto. O conforto no vestuário: uma interpretação da ergonomia: metodologia de avaliação de usabilidade e conforto no vestuário. 2005. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Curso de Pós-graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/102065. Acesso em: 11 maio. 2019.

MERINO, Giselle. Metodologia para a prática projetual do Design: com base no projeto centrado no usuário e com ênfase no Design Universal. 2014. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Curso de Pós-graduação de Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/128821. Acesso em: 11 abr. 2019.

MERINO, Giselle Schmidt Alves Díaz. GODP – Guia de Orientação para Desenvolvimento de Projetos: uma metodologia de Design Centrado no Usuário. Florianópolis: NGD/UFSC, 2016.

MONTEMEZZO, Maria Celeste de Fátima Sanches. Diretrizes metodológicas para o projeto de produtos de moda no âmbito acadêmico. 2003. Dissertação (Mestrado em Desenho Industrial) – Curso de Pós-graduação em Desenho Industrial. Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2003.

MOZOTA, Brigitte Borja de. Gestão do Design: usando o design para construir valor de marca e inovação corporativa. Porto Alegre: Bookman, 2011.

MUNARI, Bruno. Das coisas nascem coisas. São Paulo: Martins Fontes, 1983.

PADOVANI, Stephania. Representações gráficas de síntese: artefatos cognitivos no ensino de aspectos teóricos em design de interface. Educação Gráfica, Bauru, v. 16, n. 2, p. 123-142, 2012. Disponível em: http://www.exatas.ufpr.br/portal/degraf_arabella/wp-content/uploads/sites/28/2016/03/11-REPRESENTA%C3%87%C3%95ES-GRAFICAS_123_143.pdf. Acesso em: 22 set. 2019.

ROZENFELD, Henrique et al. Gestão de Desenvolvimento de Produtos: uma referência para a melhoria do processo. São Paulo: Editora Saraiva, 2006.

SANCHES, Maria Celeste de Fátima. Moda e projeto: estratégias metodológicas em design. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2017.

SLACK, Nigel; CHAMBERS; Stuart, HARLAND, Christine. Administração da produção. São Paulo: Atlas, 1999.

SORGER, Richard; UDALE, Jenny. Principios básicos del diseño de moda. Barcelona: G. Gili, 2007.

TEIXEIRA, Julio Monteiro; MERINO, Eugenio. Gestão visual de projetos: um modelo voltado para a prática projetual. Strategic Design Research Journal, [s.l.], v. 7, n. 3, p. 123-132, set./dez. 2014. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/sdrj/article/view/sdrj.2014.73.03. Acesso em: 17 abr. 2019.

TEIXEIRA, Júlio Monteiro. Gestão visual de projetos: utilizando a informação para inovar. Rio de Janeiro: Alta Books, 2018.

TREPTOW, Doris. Inventando moda: planejamento de coleção. 4. ed. Brusque: Ed. do Autor, 2007.

Publicado

2020-02-11

Como Citar

BABINSKI JÚNIOR, V.; MACIEL, D. M. H.; ROSA, L. da; SILVEIRA, I. O pensamento projetual no design de vestuário: da desordem ao método. DAPesquisa, Florianópolis, v. 15, p. 01-25, 2020. DOI: 10.5965/18083129152020e0001. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/18083129152020e0001. Acesso em: 21 set. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)