Tecendo o teatro de revista: Analise estrutural das peças Cocota; Comidas, meu santo; e Você já foi à Bahia?

Autores

  • Luiz Gustavo Marques Ribeiro UDESC
  • Vera Collaço UDESC

DOI:

https://doi.org/10.5965/18083129030520081094

Palavras-chave:

Teatro de revista, Estrutura, Tessitura

Resumo

O presente artigo se propõe a analisar a estrutura dramática de 3 textos pertencentes ao teatro de revista brasileiro, através da observação de sua tessitura, a saber: Cocota, de 1884, de Artur Azevedo e Moreira Sampaio; Comidas, meu santo!, de 1925, de Marques Porto e Ary Pavão; e Você já foi à Bahia?, de 1941, de Freire Junior e J. Mara. A análise se fundamenta nos estudos de estrutura apontados por Neyde Veneziano, precursora dos estudos e pesquisas sobre o teatro de revista brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-08-14

Como Citar

MARQUES RIBEIRO, L. G.; COLLAÇO, V. Tecendo o teatro de revista: Analise estrutural das peças Cocota; Comidas, meu santo; e Você já foi à Bahia?. DAPesquisa, Florianópolis, v. 3, n. 5, p. 1094-1104, 2019. DOI: 10.5965/18083129030520081094. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/15822. Acesso em: 1 ago. 2021.

Edição

Seção

Artes Cênicas