A música como narrativa de identidade nacional no Brasil de 1900 a 1950

Autores

  • Mara Rúbia Sant’Anna Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Káritha Bernardo de Macedo Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312904062009530

Palavras-chave:

música, identidade nacional, linguagem

Resumo

A identidade nacional é criada com o intuito de criar a imagem de uma nação consoante os interesses e critérios relevantes de cada período histórico e o pensamento hegemônico, pelos quais se busca uma unidade, forjadora de um elo imaginário que une uma população e fortalece o conceito de nação e de sua soberania através de elementos e símbolos significativos. Ela é desenvolvida a partir de discursos que operam de forma pedagógica nos indivíduos. Estes discursos podem se manifestar em diversas linguagens, sendo a música uma delas. Pode-se notar que a formação da música popular brasileira do fim do século XIX e começo do XX está diretamente ligada ao fomento do capitalismo, cresceu junto à urbanização e ao surgimento de novas classes sociais e econômicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-12

Como Citar

RÚBIA SANT’ANNA, M.; BERNARDO DE MACEDO, K. A música como narrativa de identidade nacional no Brasil de 1900 a 1950. DAPesquisa, Florianópolis, v. 4, n. 6, p. 530-540, 2018. DOI: 10.5965/1808312904062009530. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14211. Acesso em: 1 ago. 2021.

Edição

Seção

Moda