MEMÓRIA DE VELHOS ATRAVÉS DA NARRAÇÃO ILUSTRATIVA DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS

Autores

  • Aryana Lucia Rech Universidade Comunitária da Região de Chapecó - UNOCHAPECO

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984317812022016027

Palavras-chave:

Memória, lembrança de velhos, ilustração, história em quadrinhos, anatomia

Resumo

Partindo de conceitos de memória temos como objetivo desta pesquisa o fomento ao resgate histórico e a identidade cultural de nossa região, por meio de uma produção plástica desenvolvida pelos alunos do ensino fundamental e médio, com base em entrevistas realizadas com idosos. Trabalhando com o uso da ilustração e da arte sequencial das Histórias em Quadrinhos abordamos conteúdos ligados à anatomia, movimento e criação de personagem, bem como síntese e criação de roteiro tendo como base entrevistas realizadas com idosos de nossa região, que fazem parte do círculo social dos alunos. Inicialmente, temos uma introdução acerca da memória e da memória de velhos para, na sequência, adentrarmos em uma análise da docência e dos resultados obtidos. Com eles, estabelecemos uma ponte entre diferentes gerações, originando um resultado ilustrativo que dá vida às experiências dos velhos narradores, revelando relatos característicos e emocionantes do que foi essa troca de vivências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aryana Lucia Rech, Universidade Comunitária da Região de Chapecó - UNOCHAPECO

Arte, Memória e Educação.

Referências

ACEVEDO, Juan. Como fazer Histórias em Quadrinhos. São Paulo: Global, 1990.

ALVES, Rubem. O velho que acordou menino. São Paulo: Planeta, 2005.

ANSELMO, Gimenez Mendo, História em quadrinhos: impresso vs. Web / Anselmo Gimenez Mendo. São Paulo: Editora UNESP, 2008.

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte. 4a ed. Pespectiva: São Paulo, 1999.

BARRETO, Maria Lecticia Fonceca. Admirável mundo velho: velhice, fantasia e realidade social. São Paulo: Ática, 1992. 237 p.

BEAUVOIR, Simone. A Velhice. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1970.

BOSI, Ecléa. Memória e Sociedade: Lembrança de Velhos. 2. ed., São Paulo: T.A. Queiroz,1994.

BRAGA JÚNIOR Amaro Xavier. Histórias em quadrinhos, informação e memória: uma análise de “passos perdidos, história desenhada: a presença judaica em Pernambuco”. 2011. Disponível em: < http://www.unicap.br/coloquiodehistoria/wp- content/uploads/2013/11/5Col-p.817-830.pdf.>. Acesso em 22/06/2014.

HALBWACHS, Maurice. A Memória Coletiva. São Paulo: Vértice, 1990.

LUREIRO, Altair Macedo Lahud. A Velhice, o Tempo e a Morte. Brasília, DF: Editora Universidade de Brasília, 2000.

NÉRI, Anita Liberalesso, YASSUDA, Mônica Sanches (orgs.). Velhice bem sucedida: aspectos cognitivos. São Paulo: Papirus, 2004.

GEREMIA, Sidimar Marcio. As histórias em quadrinhos no ensino da arte: uma proposta de ensino aprendizagem referenciada em Carlos Henrique Iotti. Universidade Comunitária Regional de Chapecó, Chapecó, 2002.

EISNER, Will. Quadrinhos e arte sequencial. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

HERNANDES Lucas. Memória da história em quadrinhos no brasil. Disponível em: <http://www.uscs.edu.br/pesquisasacademicas/images/download_inici_cientifica/prof_roberto _e_lucashernandes_com.pdf.>. Acesso em 20/06/2014.

POLLAK, Michael. Memória, Esquecimento, Silêncio. Disponível em: <http://www.uel.br/cch/cdph/arqtxt/Memoria_esquecimento_silencio.pdf.>. Acesso em 20/06/2014.

GOMES, Ivan Lima. Uma breve introdução à história das histórias em quadrinhos no Brasil. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/alcar/encontros-nacionais-1/6o-encontro-2008- pdf>. Acesso em 20/06/2014.

Downloads

Publicado

2016-09-01

Como Citar

RECH, A. L. MEMÓRIA DE VELHOS ATRAVÉS DA NARRAÇÃO ILUSTRATIVA DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS. Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 12, n. 2, p. 27-48, 2016. DOI: 10.5965/1984317812022016027. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/7175. Acesso em: 6 dez. 2022.