Discursos sobre inclusão em produções científicas que abordam a experimentação no ensino de Química: uma análise a partir do ENEQ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/198431781820232187

Palavras-chave:

química, diversidade, inclusão

Resumo

Investigação teórica de perspectiva bibliográfica e qualitativa, que buscou compreender e problematizar os discursos produzidos sobre a inclusão no contexto de pesquisas publicadas no XVIII e XIX Encontro Nacional de Ensino de Química (ENEQ) abordando atividades experimentais. Na análise empreendida, foi possível perceber que os diálogos entre experimentação e inclusão trazem ideias que provocam equívocos, geram dúvidas e sinalizam para pensamentos de incertezas. Porém, também se percebeu o quanto as atividades experimentais precisam ser problematizadas nos vários contextos que atravessam o Ensino de Química. As práticas experimentais precisam ser ressignificadas, romper barreiras sobre as crenças que solidificam o discurso do experimento que prevê resultados que ainda nem se quer foram construídos. Compreende-se que as atividades experimentais precisam ser interpretadas como ações didáticas que contribuam para a construção de conhecimentos químicos de relevância social e cultural para a convivência de alunos e alunas de nossas escolas, tendo em vista que isso pode ser uma conexão entre a compreensão da inclusão e o Ensino de Química.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thanielle Souza Silva, Universidade Federal do Maranhão

Mestra em Ensino de Ciências e Matemática (PPECEM) pela Universidade Federal do Maranhão (2019), na linha de pesquisa Ensino, Aprendizagem e Formação de Professores em Ciências e Matemática, atuando em pesquisa com foco na avaliação de atividades experimentais sobre a perspectiva docente. Graduada em Licenciatura em Ciências com Habilitação em Química, pela Universidade Estadual do Maranhão (2015).

Jackson Ronie Sá da Silva, Universidade Estadual do Maranhão

Pós-Doutor em Educação pela Faculdade de Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS, Rio Grande do Sul). Atua no ensino, pesquisa e extensão nas seguintes áreas: Práticas Curriculares - dimensão político-social; dimensão educacional; dimensão escolar; Didática e Metodologia das Ciências Naturais; Ensino de Biologia; História da Biologia; Filosofia da Biologia; História da Medicina; Saúde Coletiva; Doenças Tropicais; Parasitologia; Metodologia da Pesquisa Qualitativa; Pesquisa Documental; Sexualidade; Educação Sexual. Tenho me dedicado à escrita e ao aprofundamento teórico das seguintes linhas de pensamento: estudos gays e lésbicos, teoria queer, pós-estruturalismo, estudos foucaultianos e estudos culturais.

Clara Virgínia Vieira Carvalho Oliveira Marques, Universidade Federal do Maranhão

Concluiu o doutorado em Química pela Universidade Federal de São Carlos- SP em 2010. Atualmente é docente adjunta IV da Universidade Federal do Maranhão - Campus de Codó. É coordenadora do grupo de pesquisa em ensino de ciências naturais - GPECN e pesquisadora na linha de Educação, Ensino de Ciências e Ensino de Química, com ênfase na Formação de Professores de Ciências - Química e Ensino-Aprendizagem. Professora do quadro permanente do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPECEM) e do Programa de Pós-Graduação em Gestão de Ensino na Educação Básica (PPGEEB). 

Referências

CARDOSO, L. R.; PARAÍSO, M. A. Álbum fotográfico: um mapa de cenários discursivos na produção acadêmica brasileira sobre aulas experimentais de ciências. Ciênc. Educ., Bauru, v. 20, n. 1, p. 83-115, 2014.

FERRARO, J. L. S. Currículo, experimento e experiência: contribuições da Educação em Ciências. Educação (Porto Alegre), v. 40, n. 1, p. 106-114, jan.-abr, 2017.

GIL-PÉREZ, D. et al.. Para uma imagem não deformada do trabalho científico. Ciência & Educação, v.7, n.2, p.125-153, 2001.

GONÇALVES, F. P. O Texto de Experimentação na Educação em Química: Discursos Pedagógicos e Epistemológicos. Florianópolis, SC, 2005.168f. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Tecnológica) Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, 2005.

LARROSA, J. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, v. 19, n. 1, 2002.

LOPES, M. C. In/exclusão escolar: a invenção de tipos específicos de alunos. Revista Colombiana de Educación, n. 54, p. 96-119, jan./jun., 2008.

LOPES, M. C.; FABRIS, E. T. H. Inclusão & Educação. Belo Horizonte: Autêntica Editora/ Edição do Kindle, 2013.

LOPES, M. C; RECH, T. L. Inclusão, biopolítica e educação. Educação (Porto Alegre, impresso), v. 36, n. 2, p. 210-219, maio/ago, 2013.

RAMIN, L. Z; LORENZETTI, L. A experimentação no ensino de química como uma ferramenta para a inclusão social. In: XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química, 2016, Santa Catarina. Anais: Santa Catarina: UFSC, 2016.

SACRISTÁN, J. G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Trad. Ernani F. da F. Rosa _ 3. ed. _ Porto Alegre: Artmed, 2000.

SANTANA, L. C. et al. Inclusão e a prática pedagógica no ensino de química: aproximações e distanciamentos da aprendizagem. Scientia Naturalis, v. 1, n. 4, p. 135-149, 2019.

SILVA, T. T. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. - 3. Ed.; 11. reimp. - Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2019.

THOMA, A. S. Sobre a proposta da Educação Inclusiva: notas para ampliar o debate. Cadernos de Educação Especial, Santa Maria (RS), n.23, p. 45-52, 2004.

VEIGA-NETO, A.; LOPES, M. C. Inclusão e Governamentalidade. Educ. Soc., Campinas, vol. 28, n. 100 - Especial, p. 947-963, out, 2007.

ZANON, L. B.; MALDANER, O. A. A Química escolar na inter-relação de saberes constitutivos da educação básica para todos. In: SANTOS, W. L. P. dos.; MALDANER, O. A.; MACHADO, P. F. L. Ensino de Química em foco. 2. ed. Injuí: Ed. Unijuí, 2019. 312 p. (Coleção educação em química).

Downloads

Publicado

31-12-2023

Como Citar

SILVA, Thanielle Souza; SÁ DA SILVA, Jackson Ronie; MARQUES, Clara Virgínia Vieira Carvalho Oliveira. Discursos sobre inclusão em produções científicas que abordam a experimentação no ensino de Química: uma análise a partir do ENEQ. Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 19, n. 2, p. 187–206, 2023. DOI: 10.5965/198431781820232187. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/21674. Acesso em: 23 maio. 2024.