A poderosa borboleta surda: uma criação literária para crianças surdas

Autores

  • Rosana Prado Instituto Nacional de Educação de Surdos/INES
  • Jeanie Macedo Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Educação Inclusiva, Literatura Surda. Material Bilíngue. Alunos Surdos,

Resumo

Considerando a atual política nacional de educação inclusiva com orientação para presença de surdos em escolas regulares, preocupa-nos o desconhecimento da língua de sinais e cultura surda, assim como a escassez de materiais visuais adequados.  Pensando no potencial das narrativas e da literatura surda para afirmação dessa comunidade, este artigo tem o objetivo de relatar o processo de criação de um material bilíngue composto por livro de história infantil e DVD com narrativa em Libras e em Língua portuguesa. O estudo se baseou nos pressupostos da educação bilíngue para surdos com ênfase no respeito à Libras como primeira língua e ao português como segunda língua, tendo em vista a valorização da cultura e saberes surdos. Verificou-se a importância da literatura surda para o desenvolvimento da subjetividade de crianças surdas, assim como possibilidade de que o material criado possa contribuir significativamente para divulgação e valorização da cultura surda.

Biografia do Autor

Rosana Prado, Instituto Nacional de Educação de Surdos/INES

Doutora em Educação, Pedagoga especializiada em Educação de surdos e educação inclusiva, Professora Bilíngue de surdos (Libras e Língua Portuguesa), Professora de Libras. Professora Adjunta do Ensino superior do Instituto Nacional de Educação de Surdos/INES. Professora do Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão da Universidade Federal Fluminense/UFF.

Jeanie Macedo, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Mestranda do curso em Diversidade e Inclusão da Universidade Federal Fluminense/CMPDI/UFF, pedagoga bilíngue (Libras/Língua portuguesa) formada em Letras Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina./UFSC. Professora de Libras do Magistério Superior da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro/UFRRJ.

Referências

CADEMARTORI, L. O que é literatura infantil? São Paulo, Brasiliense, 2010. (Coleção Primeiros Passos)

CAMPELLO, A.R. e S. Aspectos da visualidade da educação de surdos. Tese de doutorado em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, 2008.

KARNOPP,L.B. Literatura Surda. Coleção Letras Libras. Licenciatura Letras Libras na Modalidade a Distância. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008. Disponível em: http://www.libras.ufsc.br/colecaoLetrasLibras/eixoFormacaoEspecifica/literaturaVisual/assets/369/Literatura_Surda_Texto-Base.pdf. Acesso em: 20/03/2016.

_____________ Literatura Surda. ETD – Educação Temática Digital, Campinas, v.7, n.2, p.98-109, jun. 2006 – disponível em: http://www.ssoar.info/ssoar/bitstream/handle/document/10162/ssoar-etd-2006-2-karnopp-literatura_surda.pdf?sequence=1 Acesso em 21/03/2016

KELMAN, C.A; SILVA, D.N.H; AMORIN, A.C.F;MONTEIRO, R.M.G; AZEVEDO,D.C; Surdez e família: facetas das relações parentais no cotidiano comunicativo bilíngue. Linhas Críticas, Brasília, DF, v. 17, n. 33, p. 349-365, maio/ago. 2011. Disponível em: http://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/5698 Acesso em 05/04/2016

LAJOLO, M. O que é literatura. Coleção Primeiros Passos. São Paulo, Brasiliense, 1982.

MARQUES, R.R; OLIVEIRA, J.S. A normatização de artigos acadêmicos em Libras e sua relevância como instrumento de constituição de corpus de referência para tradutores. Anais do III Congresso Nacional de Pesquisas em Tradução e Interpretação de Libras e Língua Portuguesa, 2012. Disponível em: http://www.congressotils.com.br/anais/anais/tils2012_metodologias_traducao_marquesoliveira.pdf . Acesso em 16/01/2016.

MOURÃO, C. H.N. Literatura Surda: Produções culturais de surdos em Línguas de sinais, Porto Alegre (RS). Dissertação de Mestrado em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

PAIVA, S. C. F. e OLIVEIRA, A. A. A literatura Infantil no processo de formação do leitor. Cadernos da Pedagogia. São Carlos, Ano 4 v. 4 n. 7, p. 22-36, jan -jun. 2010. Disponível em:

http://files.obeduc.webnode.com/2000000344f755506fd/a%20literatura%20infantil%0no%20processo%20de%20formacao%20do%20leitor.pdf. Acesso em 23/08/2017.

QUADROS, R. M.; KARNOPP, L. B. Lingua de Sinais Brasileira: Estudos Linguisticos. Porto Alegre. Artmed,2004.

RIBEIRO, N. P.; PEREIRA; V.C. A divulgação e consumo da literatura surda: um mapeamento dos estudos acerca das produções literárias em Língua brasileira de sinais. Revista diálogos: linguagens em movimento. Ano III, N. I, jan.-jun., 2015.

ROSA, F.S. Literatura surda: Criação e Produção de imagens e textos. Educação Temática Digital, Campinas, V.7, N.2, p 58-64, jun. 2006. Disponível em: http://wp.ufpel.edu.br/fabianosoutorosa/files/2012/04/1629-6197-1-PB.pdf . Acesso em: 15/02/2016

ROSA, F. S.; KLEIN, M. O que sinalizam os professores surdos sobre literatura surda em livros digitais. In: KARNOPP, L.; KLEIN, M.; LUNARDI-LAZZARIN, M. L. (Orgs.). Cultura Surda na contemporaneidade: negociações, intercorrências e provocações. Canoas: Ed ULBRA, 2011, p. 91-112.

SANTOS, A.N.;SILVA,B.G.;CARDOSO,R.R.B.; MORAES, V.P. Diferentes usos da cultura surda na literatura: a língua de sinais atravessada por marcas culturais e ressignificada nos processos de inclusão. In: KARNOPP, L.; KLEIN, M.; LUNARDI-

LAZZARIN, M. L. (Orgs.). Cultura Surda na contemporaneidade: negociações, intercorrências e provocações. Canoas: Ed ULBRA, 2011, p.41-53.

STROBEL, Karin. As imagens do Outro sobre a Cultura Surda. 2ª. Ed. Florianópolis: Editora da UFSC, 2009.

TAVEIRA, C.C. Por uma didática da invenção surda: prática pedagógica nas escolas-piloto de educação bilíngue no município do Rio de Janeiro. Tese de doutorado em Educação, PUC, Rio de Janeiro, 2014.

Downloads

Publicado

2018-07-01