A atuação performativa da luz na peça Huis Clos, Revisitando Sartre

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102352019404

Resumo

Este artigo relata o processo de criação do projeto de iluminação para a peça Huis Clos, Revisitando Sartree seus aspectos colaborativos e performativos, considerando sua concepção como elemento constitutivo do espetáculo e sua atuação como ato performativo. Pretende, para isso, reforçar as propriedades de uma possível luz performativa aplicadas ao processo de criação participativa, demonstrando como cada aspecto de sua atuação e interferência na cena vai sendo construído ao longo do processo de elaboração dos personagens, cenas e demais elementos cênicos. Aborda ainda a importância da operação da luz e do envolvimento do operador no processo criativo e de seu desempenho e interação com a cena a cada apresentação do espetáculo. 

Biografia do Autor

Nadia Moroz Luciani, UNESPAR - Universidade Estadual do Paraná

Designer e Iluminadora Teatral

Professora do Colegiado do Bacharelado em Artes Cênicas da Faculdade de Artes do Paraná - Centro de Área de Artes - UNESPAR

Coordenadora do Projeto de Extensão LABIC - Laboratório de Iluminação Cênica da FAP - UNESPAR

Chefe da Divisão de Programas e Projetos do Escritório de Relações Internacionais - ERI - UNESPAR

Downloads

Publicado

2019-09-20

Como Citar

Luciani, N. M. (2019). A atuação performativa da luz na peça Huis Clos, Revisitando Sartre. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 2(35), 404-429. https://doi.org/10.5965/1414573102352019404