Onde vivem os bárbaros?: traduções e cena

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102352019041

Resumo

Onde vivem os bárbarosé uma montagem da companhia chilena Bonobo, na qual se aborda o modo como a violência das relações humanas é normalizada e com­preendida atualmente e como se configura o arquétipo do inimigo, que sempre acompa­nha a história dos povos e civilizações. A obra conta a história de três primos que, depois de vários anos sem se ver, decidem se encontrar no Chile, em 2015. O anfitrião, Roberto, diretor de uma ONG famosa, vê-se envolvido no estranho homicí­dio de uma jovem. Esse fato desencadeia uma série de revelações e atitudes ines­peradas dos personagens, que aguçarão os conflitos e ideias que cada um construiu ao redor do outro: o inimigo. Este texto apresenta e discute sua tradução no Brasil.

 

Biografia do Autor

Luciana Santos Gonçalves, Efgbh - Sebrae MG

Graduada em Letras Hispânicas pela UFMG, Especialista em Tradução e Mestre em Estudos Hispânicos, pela Universidade de Cádiz. Atualmente trabalha como professora de língua espanhola na Escola Técnica do Sebrae em Belo Horizonte e é Tradutora Pública e Intérprete Comercial concursada pela Jucemg.

Downloads

Publicado

2019-09-20

Como Citar

Gonçalves, L. S. (2019). Onde vivem os bárbaros?: traduções e cena. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 2(35), 041-078. https://doi.org/10.5965/1414573102352019041

Edição

Seção

Dossiê Temático - Sobre a Tradução no Teatro: abordagens histórico-culturais