Corpo-Acontecimento: um contraponto ao corpo formado em nossas escolas

Autores

  • Aline Silva Brasil Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas, SP
  • Mariana Baruco Machado Andraus Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas, SP

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101262016254

Resumo

Este ensaio articula três universos: o olhar fotográfico de Henri Cartier-Bresson, a improvisação em dança e o conceito de “Corpo-sem-Órgãos” de Deleuze e Guattari. Pretende-se colocar em diálogo concepções de vida e de arte e o contexto escolar que temos construído ao longo da história. Mais especificamente, pretende-se fazer um paralelo entre o que se chama, neste trabalho, de “Corpo-Acontecimento”, que encontra sustentação na articulação dos três universos aqui discutidos, e entre o que as nossas escolas vêm formando – e que, neste trabalho, é chamado de “Corpo-Estagnado”.

Biografia do Autor

Aline Silva Brasil, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas, SP

Graduação em Dança pela Universidade Estadual de Campinas. Graduação em Educação Física pela Universidade Federal de Goiás. Estudante Especial no Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena da Universidade Estadual de Campinas.

Mariana Baruco Machado Andraus, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Campinas, SP

Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena da Universidade Estadual de Campinas. Docente do Curso de Graduação em Dança (Departamento de Artes Corporais, Universidade Estadual de Campinas). Doutorado em Artes da Cena, Pós-Doutorado em Educação.

Downloads

Publicado

2016-07-31

Como Citar

SILVA BRASIL, A.; BARUCO MACHADO ANDRAUS, M. Corpo-Acontecimento: um contraponto ao corpo formado em nossas escolas. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 26, p. 254 - 275, 2016. DOI: 10.5965/1414573101262016254. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101262016254. Acesso em: 23 out. 2021.