Arte/Arquivo: Conexões possíveis entre Hubert Duprat, Alfredo Jaar e Rosângela Rennó

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234609202018042

Palavras-chave:

arquivo, memória, Hubert Duprat, Alfredo Jaar, Rosângela Rennó

Resumo

Este artigo faz uma análise da obra do artista francês Hubert Duprat (1957-),“Tri-choptère: la dernière bibliothèque”, prefi-gurando uma biblioteca, onde o assunto abordado pela coleção são as larvas Tri-cópteras, e o material disponibilizado é composto, na sua grande maioria, pela coleção do artista. Problematizando questões como o arquivo que se torna obra de arte, Duprat propõe um trabalho onde memória e coleção são transpassados pela arte, e o espectador é convidado a interagir com o acervo e com seus conceitos, em uma movimentação onde Duprat reinventa sua própria coleção, sua forma de se apresentar ao público como artista, colocando em questão os conceitos de exposição, coleção e arquivo. Para estabelecermos um diálogo com esta obra, trazemos o artista chileno Alfredo Jaar (1956-), cuja poética igualmente permeia a noção de arte enquanto arquivo, bem como uma instalação de Rosângela Rennó (1962-) onde percebemos relações e conexões com os trabalhos apresentados, nos quais percebemos a inserção do artista por um movimento de colecionismo, onde as obras têm sua corporalidade repensada e o artista nos faz refletir sobre o que são estas plataformas constitutivas da arte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane Ruschel Nascimento Garcez, Universidade do Estado de Santa Catarina

Professora e crítica de arte. Professora na graduação nas áreas de Cerâmica e Teoria e História da Arte, História da Arte de Santa Catarina e Metodologia do Ensino da História da Arte. Bacharel em Artes Plásticas pela Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC (2006). Mestre em Teoria e História da Arte (PPGAV-CEART, UDESC - 2009), bolsista Capes. Doutora pela Université Aix-Marseille, França, na área de Estudos e Ciências da Arte. Membro na Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas - ANPAP. Membro ABCA - Associação Brasileira de Críticos de Arte. Atuando principalmente nos seguintes temas: artes visuais, história da arte, arte contemporânea, Hubert Duprat, ouro, anacronismo na arte; cerâmica. Produção plástica artística em cerâmica.

Valeska Bernardo Rangel, Federal Institute of Santa Catarina

Professora de Artes Visuais do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), Campus Florianópolis. Possui graduação em Educação Artística - Artes Plásticas, pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC, 1997). Pós-graduação em Arte Contemporânea (UDESC, 1999) . Mestrado em Educação e Cultura (UDESC, 2006). Diploma de Estudios Avanzados (Universitat de Barcelona, 2008). Doutora pelo programa Artes Visuales y Educación: un enfoque construccionista (Universitat de Barcelona, 2016). Pesquisa sobre as percepções da alteridade na visualidade contemporânea.

Referências

ACCATINO, Sandra (2006). Estrategias de visibilidad. In: VALDÉS, Adriana (Ed.) Catálo-go de la exposición JAAR SCL 2006. Barcelona: Actar.

ARTIÈRES, Philippe. Arquivar a própria vida. In: Estudos históricos. 1998, vol. 11, n. 21, pp. 9-34.

BESSON, Christian. « La Bibliothèque du Trichoptère ». [Communication au colloque Le Temps exposé. 2, Nîmes, École supérieure des beaux-arts, 9-10 avril 2013. Publié in Temps exposé. Histoire et mémoire dans l’art récent, sous la dir. de Natacha Pugnet, Nîmes, École supérieure des beaux-arts, 2015.] Disponível em: http://www.besson.biz/bibliotheque-trichoptere/ com acesso em 20 de agosto de 2015.

DERRIDA, Jacques. Mal de Archivo. Uma impresión freudiana. Madrid: Trotta, 1997.

ENWENSOR, O. Alfredo Jaar’s Art of Ilumination. In: Alfredo Jaar. The Sound of Silence. Kamel Mennour, Paris, 2012.

GUASCH, Anna Maria. Os lugares da memória: a arte de arquivar e recordar. IN: Revis-ta-Valise, Porto Alegre, v. 3, n. 5, ano 3, julho de 2013.

KLINGER, Diana (UERJ). Paixão do arquivo. IN: MATRAGA 21 - Estudos linguísticos e li-terários - revista do programa de pós-graduação em letras. 2008. S/p. Disponível em: http://www.pgletras.uerj.br/matraga/matraga21/PAIXAO%20DO%20ARQUIVO.htmlCom acesso em 15 de agosto de 2015.

JAAR, Alfredo, entrevista a Cristián Warnken (2006).Disponível em: http://www.unabellezanueva.org/alfredo-jaar/

LANGFORD, Martha. Suspended conversations: the afterlife of memory in photogra-phic albums. Montreal: McGill-Queen’s University Press, 2001.

MELENDI, Maria Angélica. “Biblioteca ou das possíveis estratégias da memória”. In: REN-NÓ, Rosângela. O arquivo universal e outros arquivos. São Paulo: Cosac& Naify, 2003.

MONEGAL, Antonio. “Alfredo Jaar y el archivo de las Imágenes omitidas” ponencia pre-sentada en el Seminari Internacional Politques d ́arxiu: la noció d ́arxiu i les pràcti-ques artístiques conteporànies. Universitat de Girona, Girona, 19, 20, 21 de diciembre de 2011. Disponível em: diobma.udg.edu/handle/10256.1/2326

RENNÓ, Rosângela. 2011, s/p. In: ALBERTONI, Fernanda. Do domínio da informação a memórias materiais: estratégias do arquivo na obra Bibliotheca de Rosângela Rennó. Revista-Valise, Porto Alegre, v. 5, n. 10, ano 5, dezembro de 2015.

http://www.smba.nl/en/exhibitions/the-marx-lounge/

http://www.smba.nl/static/en/exhibitions/the-marx-lounge/smba-newsletter-121.pdf

Downloads

Publicado

2018-04-26

Como Citar

GARCEZ, Luciane Ruschel Nascimento; RANGEL, Valeska Bernardo. Arte/Arquivo: Conexões possíveis entre Hubert Duprat, Alfredo Jaar e Rosângela Rennó. Palíndromo, Florianópolis, v. 10, n. 20, p. 42–65, 2018. DOI: 10.5965/2175234609202018042. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/11839. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção temática