A moda e sinais de distinção social na vida de uma artista uruguaia

Autores

  • Cristiane Garcia Teixeira Universidade Federal de Santa Catarina
  • Maria de Fátima Fontes Piazza Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630532021128%20

Palavras-chave:

Moda, Artista, Imprensa

Resumo

O presente artigo visa analisar um conjunto de imagens, de fotografias a reproduções fotográficas em periódicos uruguaios e brasileiros, como Anales: Revista Mensual Ilustrada, Mundo Uruguayo, O Cruzeiro e O Jornal. Estas imagens são indícios da trajetória artística da uruguaia Raquel Aliseris Bernadá [de Labaure-Casaravilla] (1923-1986), desde uma foto laureada em que aparece com a obra “Patos Pekineses” do Salón Nacional de 1938, de uma exposição portenha, da presença em museus europeus onde realizou cópias de obras consagradas, da presença em festas até o casamento em Montevidéu. As imagens permitem revelar a trajetória dessa artista com sinais de distinção social e identificar a moda e a cultura da aparência. O ponto de inflexão é o casamento, quando a noiva é representada nos periódicos montevideanos dentro da tradição com toques de modernidade, com vestido de cetim, véu, grinalda e bouquet originais. A pesquisa mostrou uma artista comprometida com sua arte e vestida com sobriedade e elegância nos lugares de sociabilidade artística, por outro lado, é vista pela imprensa platina e brasileira como uma socialite, com roupas que denotam distinção social e de acordo com as tendências da moda.

Referências

ALCOTT, Louisa May. Mulherzinhas. Apresentação, tradução e notas Bruno Gambarotto. 1 ed. Rio de Janeiro: Zahar, 2019.

ANCHIETA, Isabelle. Imagens da Mulher no Ocidente Moderno 3: Stars de Hollywood. São Paulo: Edusp, 2019.

BARBILLON, Claire et alii. Parent-elles, compagne de, fille de, soeur de...: Les femmes artistes au risque de la parentèle. Poitiers: Actes de Colloque/Université de Poitiers, 2017. Acesso ao site: awarewomenartists.com, em 11/02/21.

BOUCHER, François. História do Vestuário no Ocidente: das origens aos nossos dias. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

BROQUETAS, Magdalena. Fotografia e identidad. La revista “Mundo uruguayo” en la conformación de un nuevo imaginario nacional en el Uruguay del Centenario. In: Arteologie: Recherche sur les arts, le patrimoine et la littérature de l’Amérique Latine. Paris: CNRS/Maison Amérique Latine/l’École des Hautes Etudes en Sciences Sociales/Open Edition Journals, n. 7, 2015. Site: https://doi.org/10.4000/arteologie.1060 acesso em 28/09/2020.

CAVALCANTI, Ana. Apresentação. O artista em representação : imagens de artistas através da História da Arte. Modos, v. 3, 2019.

CUNHA, Maria Teresa Santos. Armadilhas da sedução: Os romances de M. Delly. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.

JINCHUK, Natalia. Que sepa coser, que sepa bordar. In: miradacouture.com. acesso em 03/10/20.

MACHADO JÚNIOR, Cláudio de Sá. Imagens da Sociedade Porto-Alegrense: vida pública e comportamento nas fotografias da Revista do Globo (década de 1920). São Leopoldo: Oikos Editora; Porto Alegre: PMPA, 2009.

MILLER, Daniel. Trecos, troços e coisas: estudos antropológicos sobre a cultura material. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

MELLO E SOUZA, Gilda. O Espírito das Roupas: A Moda no século XIX. São Paulo: Companhia das Letras; Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2019.

OLIVEIRA, Claudia de. Moda, Arte e Sociedade: O pioneirismo da maison Canadá-de-Luxe e a emergência da indústria fashion nacional nos anos 1950. (revistas.udesc.br) acesso em 30/09/2020.

SANT’ANNA, Mara Rúbia. Elegância, Beleza e Poder: Na sociedade de moda dos anos 50 e 60. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2014.

SILVA. Camila Borges da. A indumentária no museu: algumas considerações sobre memória e patrimônio. In: SILVA, Camila Borges da; MONTELEONE, Joana; DEBOM, Paulo (Orgs.). A História na Moda, A Moda na História. São Paulo: Alameda, 2019. p. 303-330.

SIMIONI, Ana Paula Cavalcanti. Profissão Artista: Pintoras e Escultoras Acadêmicas Brasileiras. São Paulo: Edusp, 2008.

Downloads

Publicado

2021-09-08

Como Citar

TEIXEIRA, C. G.; FONTES PIAZZA , M. de F. . A moda e sinais de distinção social na vida de uma artista uruguaia. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 5, n. 3, p. 128 - 149, 2021. DOI: 10.5965/25944630532021128 . Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/20129. Acesso em: 7 dez. 2021.