Artes e Currículo: trajetórias e narrativas docentes

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630332019099

Resumo

O artigo Artes e currículo: trajetórias e narrativas docentes estuda os programas curriculares na área de Artes Visuais vigentes em instituições públicas de ensino das secretarias municipal, estadual, federal e também em (algumas) instituições privadas na cidade do Rio de Janeiro. O entendimento acerca dos programas curriculares de Artes Visuais torna-se pertinente para a formação e interesse acadêmico-profissional de pesquisadores envolvidos na Iniciação Científica (PIBIC) de uma universidade pública. Tais currículos voltados à educação básica e institucionalizados nas respectivas escolas selecionadas na pesquisa são percebidos através das seguintes vias metodológicas: das orientações curriculares - entendidas como apoio metodológico para os docentes - às entrevistas, propriamente ditas, com alguns docentes de certas instituições sobre suas trajetórias cotidianas - isto é, como os docentes articulam artisticamente o repertório imagético da historiografia da arte e da cultura visual, por exemplo, nos planejamentos de curso. Os resultados aqui por ora apresentados prosseguem com a finalidade de impulsionar a pesquisa autoral docente voltada à dinamização curricular na área de Artes Visuais na educação básica, considerando-se as especificidades das diferentes realidades escolares e as urgências cotidianas do imaginário cultural dos discentes na atualidade.

Biografia do Autor

Christiane Pereira Arcuri, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Mestrado Profissional de Ensino em Educação Básica / PPGEB; Instituto de Aplicação / CAp e Instituto de Artes / IART.

Professora Adjunta de Artes Visuais e História da Arte do Mestrado Profissional de Ensino em Educação Básica - PPGEB; Instituto de Aplicação - CAp e do Instituto de Artes - IART, UERJ.

Marco Antonio da Silva, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Licenciando em Artes Visuais / Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Bolsista PIBIC

Bianca da Fonseca Costa, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Licencianda em Artes Visuais / Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Bolsista PIBIC

Jandira da Silva Oliveira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Licencianda em Artes Visuais / Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Bolsista PIBIC

Caroline Greco Gioia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Licencianda em Artes Visuais / Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Bolsista PIBIC

Ana Clara Souza Gomes, UERJ

Licencianda em Artes Visuais / Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Bolsista PIBIC

Referências

ALVES, N. G. Cultura e Cotidiano Escolar. In: Revista Brasileira de Educação. Maio/Jun/Jul/Ago 2003, Nº 23.

Disponível em <http://www.ia.ufrrj.br/ppgea/conteudo/conteudo-2009-2/Educacao-MII/2SF/Cultura_e_Cotiadiano.pdf> Acesso: 07/11/2018.

BARBOSA, A. M. A imagem no ensino da Artes: anos 1980 e novos tempos. São Paulo: Perspectiva, 2012.

_____. (org.) Artes/educação contemporânea – Consonâncias internacionais. São Paulo: Cortez, 2006.

BRASIL. MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais (Ensino médio), 2000. Disponível em http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf Acesso: 10/07/2018.

_____. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Arte. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998.

CERTEAU, M. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 2009.

CANDAU, V.; KOFF, A. A didática hoje: reinventando caminhos. In: Revista Educação & Realidade. Porto Alegre, v. 40, n. 2, p. 329-348, abr./jun. 2015.

Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2175 Acesso: 19/09/2018.

Colégio Pedro II. Projeto Político Pedagógico, 2001. Disponível em <http://www.cp2.g12.br/cpii/legislacao.html> Acesso: 10/09/2018.

Currículo mínimo – Artes Visuais. Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro / SEEDUC, 2013-2016.

Disponível em http://www.rj.gov.br/web/seeduc/exibeconteudo?article-id=5776111 Acesso: 10/12/2018.

FERRAZ, M. H.; FUSARI, M. R. Artes na educação escolar. São Paulo: Cortez, 2010.

_____. Metodologia do ensino da Artes. São Paulo: Cortez, 1993.

HERNÁNDEZ, F. Catadores da Cultura Visual. Porto Alegre: Editora Mediação, 2007.

OLIVEIRA, I. B. Currículo e processos de aprendizagemensino: políticaspráticas educacionais cotidianas. In: Currículo sem Fronteiras, v. 13, n. 3, p. 375-391, set./dez. 2013.

Disponível em http://www.curriculosemfronteiras.org/vol13iss3articles/oliveira.pdf Acesso: 19/09/2018.

Orientações Curriculares - Artes Visuais. Secretaria Municipal de Educação. Rio de Janeiro / SME, 2016.

Disponivel em <http://www.rioeduca.net/blogViews.php?bid=20&id=5265> Acesso: 19 Setembro 2018.

PILLAR, A. D. (Org.). A educação do olhar no ensino das artes. Porto Alegre: Mediação, 1999.

Downloads

Publicado

2019-11-28

Como Citar

ARCURI, C. P.; SILVA, M. A. da; COSTA, B. da F.; OLIVEIRA, J. da S.; GIOIA, C. G.; GOMES, A. C. S. Artes e Currículo: trajetórias e narrativas docentes. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 3, n. 3, p. 099 - 112, 2019. DOI: 10.5965/25944630332019099. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/15932. Acesso em: 4 dez. 2021.