Da Coleção ao Arquivo: considerações sobre o acervo de Rui Spohr

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630332019068

Resumo

Neste artigo retomo alguns pontos abordados em minha tese de doutorado, que buscou compreender como o costureiro gaúcho Rui Spohr (1929-2019) construiu a sua imagem e seu espaço de atuação a partir de Porto Alegre. Aqui, levando em consideração o trabalho de enquadramento da memória, conforme Michael Pollak, busco demonstrar como o processo de organização da narrativa e da auto-imagem de Rui Spohr relacionam-se à constituição de seu acervo pessoal, um lugar de memória que, revisitado, se abre a novas possibilidades.

Biografia do Autor

Renata Fratton Noronha, Universidade Feevale

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em História da PUCRS, com bolsa CNPq. Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Processos e Manifestações Culturais da Universidade Feevale. Estagiária no Departamento de Acessórios do Musée Galliera- Musée de la Moda de la Ville de Paris no período de formação Master 2 em Mode et Création,realizado na Univesité de la Modé- Lumière Lyon 2. Atua como professora em cursos livres, de graduação e especialização. Como pesquisadora, tem interesse por temas relacionados a historicidade, identidade e memória, especialmente quando inseridos nos processos e práticas do Design de Moda. É professora na Univesidade Feevale.

Referências

ARTIÉRES, Philippe. Arquivar a própria vida. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 11, n. 21, p. 9-34, jul. 1998. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2061. Acesso em: 05 set. 2019.

BORTHOLUZZI, Juliana. O consumo acelerado direcionando o sistema da moda: o cluster criativo Pandorga loja coletiva. MODA DOCUMENTA – MODA E SOCIEDADE: percursos diversos, 5., São Paulo. Anais eletrônicos [...]. São Paulo: MIMO, 2015. Disponível em: http://www.modadocumenta.com.br/anais/5-Moda-Documenta_07-Sessao-Tematica-Moda-e-Sociedade-percursos-diversos.php. Acesso em: 05 set. 2019.

GOMES, Angela de Castro. A guardiã da memória. Acervo: revista do arquivo nacional, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1-2, p. 17-30, jan./dez. 1996. Disponível em: https://cpdoc.fgv.br/producao_intelectual/arq/538.pdf. Acesso em: 05 set. 2019.

MILLER, Daniel. Trecos, troços e coisas, estudos antropológicos sobre a cultura material. Trad. Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Ed. Zahar, 2013.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p. 3-15, jun. 1989. ISSN 2178-1494. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/2278. Acesso em: 21 fev. 2019.

POLLAK, Michael. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, p. 200-215, jul. 1992. ISSN 2178-1494. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/reh/article/view/1941. Acesso em: 21 Fev. 2019.

RENFREW, Colin, RENFREW, Elinor. Desenvolvendo uma coleção. Porto Alegre: Bookman, 2010.

ROCHEDO, Aline Lopes. Do croqui à academia: a biografia cultural de um vestido. 2015 Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) – Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/131647. Acesso em: 05 set. 2019.

SPOHR, Rui; VIEGAS-FARIA, Beatriz. Memória Alinhavadas. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1997.

STALLYBRAS. Peter. O casaco de Marx: roupas, memória e dor. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

TREPTOW, Doris. Inventando Moda: planejamento de coleção. São Paulo: ed. da autora, 2013.

VACCARI, Alessandra. Arquivos, arquivismo e design de moda: uma experiência prática. Revista dObras, Florianópolis, v.5, n.12, 2012, p.50-57.

VACCARI, Alessandra. Autobiografias de designers de moda como ferramenta para pesquisa histórica. Modapalavra, Florianópolis, ano 8, n. 16, p. 8, jul-dez 2015. Disponível em: http://revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/1982615x0816201 5005/4636. Acesso em: 22 fev. 2019.

Publicado

2019-11-28

Como Citar

NORONHA, R. F. Da Coleção ao Arquivo: considerações sobre o acervo de Rui Spohr. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 3, n. 3, p. 068 - 079, 2019. DOI: 10.5965/25944630332019068. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/15871. Acesso em: 4 dez. 2021.