A educação projetual no Design de Moda: diretrizes pedagógicas

Autores

  • Maria Celeste de Fatima Sanches Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, PR

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630212018009

Resumo

O presente artigo apresenta um panorama multifocal de inferências que podem auxiliar o ensino/aprendizagem de projeto na formação de designers de moda. Para isso, toma como arcabouço os resultados de uma pesquisa de doutoramento, construídos e validados no ambiente educacional do Curso de Design de Moda da Universidade Estadual de Londrina. Sintetiza inferências provenientes de levantamentos bibliográficos, análises documentais e investigação-ação em campo, para apresentar o recorte que trata dos posicionamentos pedagógicos para a gestão sistêmica das práticas projetuais em classe. O resultado destas práticas pedagógicas integradoras, sob os parâmetros teóricos dos campos do design, da comunicação e da educação, confirma a diretriz da “aprendizagem significativa” como veículo para o desenvolvimento do pensamento projetual autônomo e consciente.

 

Biografia do Autor

Maria Celeste de Fatima Sanches, Universidade Estadual de Londrina (UEL), Londrina, PR

Graduada em Desenho Industrial pela Universidade Federal do Paraná (1995), possui Especialização em Moda pela Universidade Estadual de Londrina (1998), Mestrado em Desenho Industrial pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003) e Doutorado em dupla titulação pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP e pela Universitat Politècnica de València. Atualmente, é professora convidada (pós-graduação) na Universidade Estadual de Londrina, na qual também é colaboradora da Revista Projética do departamento de Design. Colaboradora Internacional da ABEPEM - Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda. Tem experiência na área de Desenho Industrial, com ênfase em Design de Moda e Design Gráfico, atuando principalmente nos seguintes temas: metodologia projetual para o desenvolvimento de produtos de moda, gestão de projetos de design na indústria de moda, linguagem visual na configuração de produtos.

Referências

ANASTASIOU, Lea G. Grade e matriz curricular: conversas em torno de um desafio presente no ensino superior. In: FREITAS, Ana Lúcia Souza de et al. (Orgs.). Capacitação docente: um movimento que se faz compromisso. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010, p.181 - 200.

AUSUBEL, David P. Aquisição e retenção do conhecimento: uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Plátano, 2003.

BOMFIM, Gustavo A. Morfologia dos Objetos de Uso: uma contribuição para o desenvolvimento de uma teoria do design. In COUTO, R.M.; FARBIARZ, J.; NOVAES, L. (Orgs.) Gustavo Amarante Bomfim: uma coletânea. Rio de Janeiro: Rio Books, 2014 a. p. 23-32.

______. Fundamentos de uma Teoria Transdisciplinar do Design: morfologia dos objetos de uso e sistemas de comunicação. In COUTO, R.M.; FARBIARZ, J.; NOVAES, L. (Orgs.) Gustavo Amarante Bomfim: uma coletânea. Rio de Janeiro: Rio Books, 2014 b. p. 35-50.

BÜRDEK, Bernhard. História, teoria e prática do design de produtos. Tradução de Freddy Van Camp. São Paulo: Edgard Blücher, 2006.

CARDOSO, Rafael. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

DANTAS, Denise; CAMPOS, A. Autonomia projetual: um novo olhar sobre as estratégias de ensino de metodologia de projetos em design.. In: Revista Design em Foco, v. III n.2, jul/dez 2006. Salvador: EDUNEB, 2006, p. 129-141.

EPPLER, Martin. What Is an effective knowledge visualization? Insights from a review of seminal concepts. In: MARCHESE, Francis T.; BANISSI, Ebad. Knowledge visualization currents. New York: Springer, 2013, p 3-12.

EPPLER, Martin; BURKHARD, Remo. Knowledge visualization: Towards a new discipline and its fields of applications. ICAWorking Paper, v. 2, 2004.

LAWSON, Bryan. Como arquitetos e designers pensam. São Paulo: Oficina de Textos, 2011.

LESSA, Washington D. Linguagem da forma/linguagem visual no âmbito do ensino de design: balizamentos teóricos; tópicos de pesquisa. Arcos Design, Rio de Janeiro, ESDI-UERJ, n. 5, ano 4, n. 2, p. 69-91, dez. 2009.

MONTEMEZZO, Maria Celeste de F. S.; SANTOS, João Eduardo G. dos. O papel do vestuário na interação homem - ambiente. IN: P&D DESIGN, 5, Brasília. Anais. Rio de Janeiro: AEND-BR, 2002.

MORAES, Dijon De. Metaprojeto: o design do design. São Paulo: Blucher, 2010.

_______, Dijon De. Moda, design e complexidade. In: Dorotéia Pires (Org.) Design de Moda: olhares diversos. Barueri, SP: Estação das Letras e Cores Editora, 2008. v. 1, Parte II, p. 155-161.

MOREIRA, Marco Antônio. Aprendizagem significativa crítica. In: MOREIRA, Marco Antonio et al. (Orgs.). Teoria da Aprendizagem Significativa - Contributos do III Encontro Internacional sobre Aprendizagem Significativa, Peniche, 2000, pp. 47-65.

PIRES, Doroteia B. Design de moda: uma nova cultura. In: Dobras. São Paulo: Editora Estação das Letras e cores, v.1, n.1, outubro, 2007. pp. 66-73.

PRESS, Mike; COOPER, Rachel. El diseño como experiencia. Barcelona: Gustavo Gili, 2009.

ROAM, Dan. Tu mundo en una servilleta. Barcelona: Planeta, 2010.

SALTZMAN, Andrea. O design vivo. In: PIRES, D. (Org.) Design de moda: olhares diversos. Barueri, SP: Estação das Letras e Cores Editora, 2008. v. 1, Parte III, p. 305-318.

SANCHES, Maria Celeste de F. Projeto Integrador: uma reflexão para a evolução da sistematização de projeto no ensino de design de moda. Projética. Londrina, v.1, n.1, 101-114, dez. 2010.

SANCHES, Maria Celeste de F. O projeto do intangível na formação de designers de moda: repensando as estratégias metodológicas para a sintaxe da forma na prática projetual. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo/ Doctorado en Diseño, Fabricación y Gestión de Proyectos Industriales) – Universidade de São Paulo/Universitat Politècnica de València. São Paulo/ Valência, 2016.

SANCHES, Maria Celeste de F. Moda e Projeto: estratégias metodológicas em design. São Paulo: Estação da Letras e Cores, 2017.

SOUZA, Patrícia M. A moulage, a inovação formal e a nova arquitetura do corpo. In: PIRES, D. (Org.) Design de moda: olhares diversos. Barueri, SP: Estação das Letras e Cores, 2008. v. 1, Parte III, p. 337-345.

VAN DER LINDEN, Júlio S; LACERDA, André. P. Metodologia projetual em tempos de complexidade. In: MARTINS, R. F. e VAN DER LINDEN, J. C. (Orgs). Pelos caminhos do design: metodologia de projeto. Londrina: EDUEL, 2012. p. 83-149.

VASSÃO, Caio A. Metadesign: ferramentas, estratégias e ética para a complexidade. São Paulo: Blucher, 2010.

Downloads

Publicado

2018-02-01

Como Citar

SANCHES, M. C. de F. A educação projetual no Design de Moda: diretrizes pedagógicas. Revista de Ensino em Artes, Moda e Design, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 009-028, 2018. DOI: 10.5965/25944630212018009. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/11778. Acesso em: 3 dez. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)