Cartas entre artistas pesquisadoras professoras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312915252020e0018

Palavras-chave:

Artes na educação, Escrita e arte, Ensino-Metodologia, Performance (Arte)

Resumo

Uma conversa, um compartilhar experiências. Este texto é um conjunto de três cartas entre pesquisadoras-artistas-professoras. Estela escreveu a primeira delas relatando sua experiência como professora-artista em busca de pedagogias da performance. O formato de sua carta suscitou o desejo de diálogo entre outras mulheres cuja experiência era semelhante. Sendo assim, Ines, Juliana e Raquel dispuseram-se a respondê-la falando sobre suas metodologias e refletindo sobre os desafios que enfrentam nas salas de aula da escola, da universidade e do instituto federal. Além de serem pesquisadoras-artistas-professoras, entrelaçam-se os interesses no campo da performance e da dança seja pensando na cena, no ensino-aprendizagem ou nas possibilidades de escrita acadêmica.   

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Estela Vale Villegas, Universidade Federal de Minas Gerais

Estela Vale Villegas é doutoranda em Artes pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Mestra em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP. Mineira, professora com formação em dança, mestra em artes cênicas, doutoranda em artes, pesquisadora de performance, jogo e fluxo na educação. estelavalevil@gmail.com

https://orcid.org/0000-0002-2299-1648

Ines Saber de Mello, Programa de Pós Graduação em Teatro da UDESC

Ines Saber de Mello é doutoranda e mestra pelo Programa de Pós Graduação em Teatro da UDESC, graduada em Dança (UNESPAR) e em Letras Inglês (UFPR); professora-estudante, faz uma meta-pesquisa sobre e com corpo, escrita, dança, performance e poesia, buscando ações, espaços e experiências coletivas de outras escritas nas Pesquisas em Artes. 
inessaber@gmail.com.
https://orcid.org/0000-0002-9427-9844

Juliana Lima Liconti, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Juliana Lima Liconti é mestra em Teatro na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) e doutoranda em Artes Cênicas na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Artista-pesquisadora-docente, membro da plataforma quandonde intervenções urbanas em arte (www.quandonde.com.br) e do Grupo Nômade (@nomadegrupo).
 juliana.lima.liconti@gmail.com

https://orcid.org/0000-0002-6997-9064 

Raquel Purper, Professora do curso de Licenciatura em Dança do Instituto Federal de Brasília (IFB)

Raquel  Purper é professora do curso de Licenciatura em Dança do Instituto Federal de Brasília (IFB). Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Teatro da UDESC e mestra em Artes Cênicas pela UFRGS. Professorartista pesquisadora gaúcha residente em Brasília com experiências múltiplas em dança e teatro. 
raquelita0406@gmail.com

https://orcid.org/0000-0003-2502-0385  


Referências

BAITELLO JUNIOR, N. O Pensamento Sentado: sobre glúteos, cadeiras e imagens. São Leopoldo: Editora Unisinos, 2012.

BASBAUM, R. Amo os artistas-etc. In: MOURA, R. (org.). Políticas institucionais, práticas curatoriais. Belo Horizonte: Museu de Arte da Pampulha, 2005. Disponível em: https://rbtxt.files. wordpress.com/2009/09/artista_etc.pdf. Acesso em: 14 de nov. 2019.

CIOTTI, N. O professor-performer. Natal: EDUFRN, 2014.

ALICE, T. O Re-Enactment como Prática Artística e Pedagógica no Brasil. Revista e-misférica, New York, v. 8, n. 1, 2011. Disponível em: http://archive.hemisphericinstitute.org/hemi/pt/e-misferica-81/alice. Acesso em: 21 set. 2016.

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, jan./abr. 2002. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000 100003 . Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003. Acesso em: 5 ago. 2011.

FABIÃO, E. Performance e teatro: poéticas e políticas da cena contemporânea. Sala Preta, São Paulo, v. 8, p. 235-246, 2008. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v8i0p235-246. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/57373. Acesso em: 31 mar. 2014.

FABIÃO, E. Programa performativo: o corpo-em-experiência. ILINX-Revista do LUME, Campinas, n. 4, dez. 2013. Disponível em: https://www.cocen.unicamp.br/revistadigital/index.php/lume/article/ view/276. Acesso em: 12 jun. 2013.

LIMA, A. P. F. de C. Fluxus em museus: museus em fluxus. 2009. Tese (Doutorado em História da Arte) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2009. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/280776. Acesso em: 25 jun. 2012.

PINEAU, E. L. Critical Performative Pedagogy: Fleshing out the politics of liberation education. In: STUCKY, N.; WIMMER, C. (ed.) .Teaching Performance Studies. U.S.A. : Southern Illinois University, 2002. p.41-54.

PINEAU, E. L. Nos Cruzamentos entre a performance e a Pedagogia: uma revisão prospectiva. Revista Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 35 n. 2, p. 89-113, maio/ago. 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/14416 . Acesso em: 22 de jan. 2020.

RACHEL, D. P. Adote um artista, não deixe ele virar professor. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2014.

TAYLOR, D. O arquivo e o repertório: performance e memória cultural nas Américas. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

TEIXEIRA, T. C. A arte da performance na escola pública: estudo de casos sobre os sentidos da subversão no universo escolar. 2019. Dissertação (Mestrado em Teoria e Prática do Teatro) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019. DOI: https://doi.org/10.11 606/D.27.019.tde-24092019-163910. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/ 27/27156/tde-24092019-163910/pt-br.php. Acesso em: 14 nov. 2019.

Publicado

2020-10-20

Como Citar

Villegas, E. V., Saber de Mello, I., Liconti, J. L., & Purper, R. (2020). Cartas entre artistas pesquisadoras professoras. DAPesquisa, 15(esp.), 01-19. https://doi.org/10.5965/1808312915252020e0018

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)