Teatro feminista no Brasil: loucas de pedra lilás

Autores

  • Lara Tatiane de Matos Udesc
  • Maria Brígida de Miranda Udesc

DOI:

https://doi.org/10.5965/18083129030520081021

Palavras-chave:

Teatro, Feminismo, Gênero

Resumo

Neste artigo abordo a existência no Brasil de grupos de teatro formados exclusivamente por mulheres, cuja organização e produção são divididas entre as participantes. Trato especificamente de um grupo de teatro feminista, o grupo de Recife, Pernambuco, Loucas de pedra lilás. E a partir deste dado questiono se deste modo a criação artística tem agora um olhar feminino sobre o que é produzido. A representação da mulher começa a ser discutida? A quebra de estereótipos? A representação da mulher no trabalho destes grupos busca outro caminho, que não a imagem já estabelecida?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-08-14

Como Citar

MATOS, L. T. de; MIRANDA, M. B. de. Teatro feminista no Brasil: loucas de pedra lilás. DAPesquisa, Florianópolis, v. 3, n. 5, p. 1021-1034, 2019. DOI: 10.5965/18083129030520081021. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/15659. Acesso em: 21 out. 2021.

Edição

Seção

Artes Cênicas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)