Retratos negros e buracos

Autores

  • Sandra Makowiecky UDESC
  • Marina Rieck Borck UDESC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312903052008270

Palavras-chave:

Academicismo, Modernismo, Teoria e crítica de arte, Arte brasileira, Arte latino-americana, História da arte

Resumo

Desde as primeiras manifestações culturais do homem a representação da figura humana é tentativa recorrente. As pinturas rupestres já tratavam desta questão, da busca de uma identidade, de um rosto para aquele ser desconhecido – uma imagem para o próprio homem. Este artigo parte deste começo para tratar de retratos produzidos por artistas modernos latino-americanos – pensando o retrato como noção operatória, e por isso mesmo descolado de discursos como o da regionalidade ou o da biografia como explicação da obra, apesar de respeitar o recorte proposto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-08-14

Como Citar

MAKOWIECKY, S.; RIECK BORCK, M. Retratos negros e buracos. DAPesquisa, Florianópolis, v. 3, n. 5, p. 270-283, 2019. DOI: 10.5965/1808312903052008270. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/15376. Acesso em: 26 jul. 2021.

Edição

Seção

Artes Visuais