Tropicália: as manifestações ambientais de Hélio Oiticica e o Enviromental Theatre de Richard Schechner

Autores

  • Edélcio Mostaço Udesc
  • Frederico Teixeira Gorskir Udesc

DOI:

https://doi.org/10.5965/1808312904062009170

Palavras-chave:

tropicália, tropicalismo, Hélio Oiticica, teatralidade, environmental theatre

Resumo

Esse trabalho procura analisar a obra Tropicália, de Hélio Oiticica, a luz do conceito de teatralidade, de Josette Feral (2001), estabelecendo assim possíveis diálogos entre a insta- lação e o teatro ambiental de Richard Schechner (1972). Tais associações se tornam possíveis, na medida em que o conceito de teatralidade implica numa noção de espetacularização, em que aspectos corriqueiros da vida cotidiana são ressignificados a maneira de um espetáculo, instaurando uma nova relação com o mundo. Esse procedimento é possível através do re- conhecimento de que se trata de um ato de construção de uma realidade ficcional. Essas car- acterísticas encontram-se em ambos os trabalhos. Em Hélio Oticica, pela revelação, ao final do percurso, de que uma televisão completa ou constrói o significado de uma ambiente preten- samente tropical. Em Schechner, isso se dá através da modificação dos espaços não-teatrais em espaços ficcionais ou, ao contrário, na modificação do espaço teatral, aproximando-o do espaço da ficção. O artigo é fruto de pesquisa mais ampla, cujo tema é o movimento artístico Tropicália, e que trabalha seus procedimentos estéticos e reverberações na contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-12

Como Citar

MOSTAÇO, E.; TEIXEIRA GORSKIR, F. Tropicália: as manifestações ambientais de Hélio Oiticica e o Enviromental Theatre de Richard Schechner. DAPesquisa, Florianópolis, v. 4, n. 6, p. 170-175, 2018. DOI: 10.5965/1808312904062009170. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/dapesquisa/article/view/14168. Acesso em: 28 set. 2021.

Edição

Seção

Artes Cênicas