Para chegar ao mictório deve-se descer a escada em dois lances de 8 ou 80

Autores

  • Milton Machado UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267232016035

Palavras-chave:

Pintura, Readymade/Brasil, Anos 80, Estratégias de edição

Resumo

Partindo da consideração de que a tradição da pintura e a tradição do readymade são tradições concorrentes – portanto igualmente formativas e constituintes, no território da arte, de seus julgamentos e vigências – reflete-se sobre a condição de ambas as práticas no contexto da arte contemporânea. Com atenção a determinadas posturas assumidas por artistas, críticos e historiadores no trato com a produção pictórica brasileira dos anos 80, sugere-se que uma revisão crítica de seus postulados esteja ainda por fazer.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milton Machado, UFRJ

Milton Machado é artista plástico. Professor Associado da Escola de Belas Artes, no Departamento de História e Teoria da Arte e no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais, PPGAV-EBA-UFRJ. Tem textos publicados em diversos meios impressos e on-line.

Downloads

Publicado

2017-01-12

Como Citar

MACHADO, M. Para chegar ao mictório deve-se descer a escada em dois lances de 8 ou 80 . Revista Apotheke, Florianópolis, v. 2, n. 3, 2017. DOI: 10.5965/24471267232016035. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/9065. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos Seção temática