Embaralhar imagens. A colagem como exercício na educação geográfica

Autores

  • Karina Rousseng Dal Pont Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5965/24471267412018133

Resumo

Decomposição, justaposição e sobreposição são alguns dos princípios da colagem. Utilizada como processo técnico no Japão desde o século XII, esta linguagem ganha impulso no mundo moderno com os dadaístas na primeira metade do século XX. Com as obras Andy Warhol 1 e Roy Licheinstein 2 , e a Pop art na década de 1960 que a colagem abre espaço nas artes visuais. Se destaca ao tecer críticas aos modos como a sociedade se organizava, principalmente pela apropriação dos objetos de consumo. Este movimento artístico assegura "a colagem como procedimento estético" (VARGAS, 2011, p.52) ao confrontar a arte tradicional, ao mesmo tempo em que provocam os expectadores a refletir sobre questões da sociedade moderna em vigência, como consumismo, as guerras e a produção de produtos em série. Mas, qual a potência da colagem ao aproximá-la da educação geográfica?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karina Rousseng Dal Pont, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutoranda pelo Programa de Pós Graduação em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina, na Linha Educação e Comunicação, inciado em 2014. Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais, em 2008, na Área de Análise Ambiental. Possui Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade do Estado de Santa Catarina, 2004.

http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4177375E1

 

Referências

HARLEY, Brian. Mapas, saber e poder. Confins [Online], 5 , 2009. Disponível em: http:// confins.revues.org/index5724.html. Acessado em 22 de agosto de 2007.

MARTINS, Miriam Celeste; PICOSQUE, Gisa. Mediação cultural para professores e andarilhos na cultura. São Paulo: Intermeios, 2012 (2 ed).

OLIVEIRA JR., Wenceslao Machado de. Mapas em deriva. Imaginação e cartografia escolar. Geografares, Vitória, n. 12, p. 1-49, 2012. Disponível em: <http://www.periodicos.ufes.br >. Acessado em: 30 de julho de 2017.

PELLEJERO, Eduardo. Álbum de família. Fotografias que devolvem o olhar. Alegrar, Curitiba, n.19, p.1-20, 2017. Disponível em: www.alegrar.com.br. Acessado em 01 de outubro de 2017.

PEREIRA, Marcos Villela. Estética da professoralidade: um estudo crítico sobre a formação do professor. Santa Maria: Editora da UFSM, 2016.

PESSOA, Fernando. Livro do desassossego: composto por Bernardo Soares ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa. São Paulo: Companhia das letras,2006.

RANCIÈRE, Jacques. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. 3. ed. São Paulo: Autêntica, 2013.

Disponível em: http:// confins.revues.org/index5724.html. Acessado em 22 de agosto de 2007.

MARTINS, Miriam Celeste; PICOSQUE, Gisa. Mediação cultural para professores e andarilhos na cultura. São Paulo: Intermeios, 2012 (2 ed).

OLIVEIRA JR., Wenceslao Machado de. Mapas em deriva. Imaginação e cartografia escolar. Geografares, Vitória, n. 12, p. 1-49, 2012. Disponível em: <http://www.periodicos.ufes.br >. Acessado em: 30 de julho de 2017.

PELLEJERO, Eduardo. Álbum de família. Fotografias que devolvem o olhar. Alegrar, Curitiba, n.19, p.1-20, 2017. Disponível em: www.alegrar.com.br. Acessado em 01 de outubro de 2017.

PEREIRA, Marcos Villela. Estética da professoralidade: um estudo crítico sobre a formação do professor. Santa Maria: Editora da UFSM, 2016.

PESSOA, Fernando. Livro do desassossego: composto por Bernardo Soares ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa. São Paulo: Companhia das letras,2006.

RANCIÈRE, Jacques. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. 3. ed. São Paulo: Autêntica, 2013.

Downloads

Publicado

2018-04-10

Como Citar

DAL PONT, K. R. Embaralhar imagens. A colagem como exercício na educação geográfica. Revista Apotheke, Florianópolis, v. 4, n. 1, 2018. DOI: 10.5965/24471267412018133. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/apotheke/article/view/12373. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos Seção temática