Máscara, corpo e cidade: fricções de uma reescritura cênica

Alexandre Borin Antunes, Inês Alcaraz Marocco

Resumo


Este texto aborda o trabalho de mascaramento do ator e a sua relação entre máscara, jogo do ator e a cultura urbana local, discutindo a reverberação de suas potencialidades cênicas junto ao movimento de urbanização da cidade de Porto Alegre. A expressão mascaramento caracteriza-se por ser o ato ou efeito de mascarar-se, e se deriva do termo máscara, que por sua vez tem origem na palavra italiana maschera, que denota ornamento de disfarce. Ela é aqui utilizada para designar o trabalho do ator em cena como um ato de passagem de sua identidade cotidiana à uma outra, expressiva e ficcional, utilizando-se de princípios técnicos de movimentos e de ações físicas do ator.

 

 


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1414573102322018159


Indexadores


 

 

         

Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.