O invasivo vazio

Cristina Santaella Braga, Lucia Santaella Braga

Resumo


Neste artigo, a dança indiana clássica Odissi é descrita nos seus principais atributos e, a partir da iniciativa de Martinez, é comparada ao Kabuki. Encontramos no vazio o ponto de conexão entre ambas, Odissi e Kabuki. Uma vez que a dança Odissi nos foi apresentada no contexto de uma experiência vivida, as teorizações do psicanalista Jacques Lacan sobre o zen foram de grande valia para orientar a interpretação dessa vivência, aqui compreendida à luz do inescapável vazio que caracteriza o limite do saber com que a arte nos surpreende e inquieta.

Palavras-chave: Odissi, Kabuki, vazio, zen, psicanálise lacaniana


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5965/1414573101222014133


Indexadores


 

 

         

Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br - Tel. 3664.8353

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.