Sobre a história do tempo presente: entrevista com o historiador Henry Rousso

Autores

  • Silvia Maria Fávero Arend Universidade do Estado de Santa Catarina image/svg+xml
  • Fábio Macedo School for Advanced Studies in the Social Sciences image/svg+xml

Resumo

O historiador Henry Rousso iniciou suas pesquisas com trabalhos sobre a Segunda Guerra Mundial e o período pós-guerra. Em seguida, buscou uma História da memória da guerra, ao dedicar grande parte de seus estudos ao conhecimento da memória coletiva. Atualmente, desenvolve pesquisas sob uma perspectiva multidisciplinar e comparativa, ao enfatizar a relação entre história, memória e justiça e, mais genericamente, sobre a epistemologia da História. O historiador tornou-se pesquisador do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS) em 1981, quando participou da criação do Institut d’Histoire du Temp Present (IHTP), inaugurado no ano anterior. Entre 1994 e 2005 dirigiu a referida instituição. Atualmente, além das atividades que desenvolve no IHTP, é professor da Université Paris-Ouest (Nanterre-La Défense) onde orienta teses de doutorado. É membro de conselhos científicos de diversas revistas internacionais que tem como tema a História Comtemporânea. Publicou livros e artigos científicos em periódicos internacionais sobre a Segunda Guerra Mundial e o período pós-guerra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Maria Fávero Arend, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutora em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). É professora do Departamento de História da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Downloads

Publicado

2009-06-15

Como Citar

AREND, Silvia Maria Fávero; MACEDO, Fábio. Sobre a história do tempo presente: entrevista com o historiador Henry Rousso. Revista Tempo e Argumento, Florianópolis, v. 1, n. 1, p. 201–216, 2009. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/tempo/article/view/705. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Fontes do Tempo Presente