Adoção de Ferramentas Contábeis Gerenciais e seus Reflexos na Gestão de uma Clínica Multiprofissional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2764747112232023096

Palavras-chave:

Contabilidade gerencial, Ferramentas contábeis, Tomada de decisão

Resumo

Objetivo: Investigar de que forma a utilização das ferramentas contábeis gerenciais refletem na gestão de uma clínica multiprofissional na cidade de Guarapuava (PR). Método: Foi aplicado um questionário estruturado em três blocos aos colaboradores dos setores administrativo, financeiro e contábil. O bloco 1 versava sobre as ferramentas contábeis gerenciais, o bloco 2 sobre a importância atribuída a essas ferramentas, neste bloco, as ferramentas foram segregadas em controles operacionais, demonstrações contábeis, métodos de custeio e outros artefatos gerenciais. No bloco 3 foi realizada uma entrevista semiestruturada, em que cada colaborador comentou sobre sete proposições relacionadas a sua percepção acerca das ferramentas e dos reflexos delas na gestão e tomada de decisão. Resultados: Os resultados indicam que a Contadora e a Controller desempenham um papel importante na tomada de decisão dentro da clínica multiprofissional. De modo geral, as ferramentas contábeis gerenciais são utilizadas para visualizar o andamento do negócio e, em contrapartida, contribuem para a tomada de decisão e gestão empresarial. Observou-se que os controles operacionais são os mais utilizados e que nem todos os colaboradores entendem as informações contidas nos relatórios contábeis, tendo em vista que atuam no segmento administrativo/contábil, porém apresentam formação acadêmica em outra área. Contribuições: De forma prática, este artigo busca evidenciar que as ferramentas contábeis gerais são importantes na gestão das organizações, embora nesta pesquisa sua utilização não seja integral pelos colaboradores. Além disso, ressalta-se a importância de tais ferramentas à medida que os processos são detalhados e compreendidos de forma analítica. Ainda, dada a relevância dessas ferramentas, pretende-se com esta pesquisa contribuir para a literatura conforme novas pesquisas são desenvolvidas, ressaltando e aprofundando essa área de estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Meurer, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Graduando em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Centro-Oeste, UNICENTRO, Brasil.

 

Stella Maris Lima Altoé, Universidade Estatual do Centro Oeste

Doutora em Contabilidade pela Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

Mestra em Contabilidade pela Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.

Especialista em Controladoria e Contabilidade pela Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.

Professora da Universidade Estadual do Centro-Oeste, UNICENTRO, Brasil.

Referências

Adriano, E. V. H., & Silva, C. R. (2021). Contabilidade de custos: relevância e influência na gestão das empresas e auxílio na tomada de decisão empresarial. Revista de Estudos Interdisciplinares do Vale do Araguaia – REIVA, 4(1).

Atkinson, A. A, Banker, R. D., Kaplan, R. S., & Young, S. (2008). Contabilidade gerencial (2a ed.). Atlas.

Beuren, I. M., Barp, A. D., & Filipin, R. (2013). Barreiras e possibilidades de aplicação da contabilidade gerencial em micro e pequenas empresas por meio de empresas de serviços contábeis. ConTexto, 13(24), 79-92.

Bulgacov, S. (1999). Manual de gestão empresarial. Atlas.

Crepaldi, S. A. (2021). Planejamento tributário (4a ed.). Saraiva.

Comitê de Pronunciamentos Contábeis. (2019, 10 de dezembro). CPC 00 (R2) – Estrutura Conceitual para Relatório Financeiro. Comitê de Pronunciamentos Contábeis. http://www.cpc.org.br/CPC/Documentos-Emitidos/Pronunciamentos/Pronunciamento?Id=80

Diniz, N. (2015). Análise das demonstrações financeiras. Seses.

Dutra, R. G. (2009). Custos: uma abordagem prática (6a ed.). Atlas.

Fernandes, A. M., & Galvão, P. R. (2016). A Controladoria como ferramenta de gestão nas micro e pequenas empresas: um estudo da viabilidade e da relação custo benefício. Revista de Tecnologia Aplicada, 5(1), 3-16.

Floriano, J. C., & Lozeckyi, J. (2008). A importância dos instrumentos de controle interno para gestão empresarial. Revista Eletrônica Lato Sensu, 5(1), 1-8.

Frezatti, F. (2006). Orçamento empresarial: planejamento e controle gerencial (3a ed.). Atlas.

Frezatti, F., Guerreiro, R., Aguiar, A. B. de, & Gouvêa, M. A. (2007). Análise do relacionamento entre a contabilidade gerencial e o processo de planejamento das organizações brasileiras. Revista de Administração Contemporânea, 11(spe2), 33-54.

Gil, A. C. (2019). Métodos e técnicas de pesquisa social (7a ed.). Grupo GEN.

Guerra, E. L. de A. (2014). Manual de pesquisa qualitativa. Grupo Anima Educação.

Hamermüller, R. J. O., Azevedo, Y. G. P., Gomes, H. B., Freitas Neto, R. M. de, & Araújo, A. O. (2020). Investigação dos artefatos gerenciais utilizados pelos gestores dos restaurantes de Fernando de Noronha para a tomada de decisão. CAP Accounting and Management, 14(1), 86-127.

Horngren, C. T., Datar, S.M., & Foster, G. (2004). Contabilidade gerencial (12a ed.). Pearson.

Iudícibus, S. de. (2006). Contabilidade gerencial (6a ed.). Atlas.

Kuazaqui, E. (2015). Planejamento estratégico. Cengage Learning Brasil.

Lima, A. N. (2007). Um estudo sobre a importância do uso das ferramentas de controle gerencial nas micro, pequenas e médias empresas industriais no município de São Caetano do Sul. [Dissertação de Mestrado em Administração, Universidade Metodista de São Paulo].

Lodi, M. D. de F., Thiollent, M. J. M., & Sauerbronn, J. F. R. (2017). Uma discussão acerca do uso da pesquisa-ação em administração e ciências contábeis. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 13(1), 57-68.

Marcelino, J. A., Santos, E. B. dos, SILVA, E. V. N. da & PRADO, E. R. do. (2021). Contabilidade gerencial como ferramenta de apoio à gestão de pequenas empresas. Revista Controladoria e Gestão–RCG, 2(2), 469-485.

Marion, J. C., & Ribeiro, O. M. (2011). Introdução à contabilidade gerencial (2a ed.). Saraiva.

Martins, E. (2018). Contabilidade de custos (11 ed.). Grupo Gen.

Medeiros, H. da S., Santana, A. F. B., & Guimarães, L. da S. (2017). O uso dos métodos de custeio nas indústrias de manufatura enxuta: uma análise da literatura. Gestão & Produção, 24, 395-406.

Mishima, S. M., Villa, T. C. S., Gomes, E. L. R., Pratali, M. T. R, Silva, E. M., & Anselmi, M. L. (1996). O sistema de informações no processo gerencial dos serviços de saúde: algumas reflexões. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 4(spe), 83-90.

Neves, J. L. (1996). Pesquisa qualitativa: características, usos e possibilidades. Caderno de pesquisas em Administração, 1(3), 1-5.

Oliveira, A. G., Müller, A. N., & Nakamura, W. T. (2000). A utilização das informações das informações geradas pelo sistema de informação contábil como subsídio aos processos administrativos nas pequenas empresas. Revista da FAE, 3(3), 1-12.

Padoveze, C. L. (2007). Contabilidade gerencial (5a ed.). Atlas.

Padoveze, C. L. (2010). Contabilidade gerencial: um enfoque em sistema de informação contábil (7a ed.). Atlas.

Padoveze, C. L. (2012). Controladoria estratégica e operacional (3a ed.). Cengage Learning Brasil.

Padoveze, C. L., & Bertolucci, R. G. (2013). Gerenciamento do risco corporativo em controladoria: Enterprise Risk Management (ERM) (2a ed.). Atlas.

Passos, Q. C. dos. (2010). A importância da contabilidade no processo de tomada de decisão nas empresas. [Trabalho de Conclusão de Curso de Bacharelado em Ciências Contábeis, Universidade Federal do Rio Grande do Sul]. Biblioteca Digital https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/25741/000751647.pdf?…1

Pazetto, C. F., Santos, V. dos, & Beuren, I. M. (2019). Abordagens da contabilidade gerencial em periódicos brasileiros. Enfoque: Reflexão Contábil, 38(1), 47-65.

Pessoa, M. L. J., Silva, S. L. P., Dantas, J., & Santos, A. R. S. (2022). A contabilidade gerencial na gestão de empresas durante a pandemia da Covid-19. Desafio Online, 10(1), 152-179.

Portella, C. S., & Treter, J. (2011). Contabilidade gerencial uma ferramenta de gestão empresarial [Artigo apresentado]. XVI Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão, Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta, Rio Grande do Sul, Brasil.

Santos, V. dos, Bennert, P., Figueiredo, G. H., & Beuren, I. M. (2014). Instrumentos da contabilidade gerencial utilizados pelas micro, pequenas e médias empresas: estudo em uma prestadora de serviços contábeis e seus respectivos clientes. In Anais XXI Congresso Brasileiro de Custos – ABC. Natal. Recuperado de https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/view/3702

Santos, V. dos, Dorow, D. R., & Beuren, I. M. (2016). Práticas gerenciais de micro e pequenas empresas. Revista Ambiente Contábil, 8(1), 153-186.

Santos, V. dos, Rengel, S., Paterno, A. A. de P., & Beuren, I. M. (2009). Instrumentos da contabilidade gerencial utilizados em micro e pequenas empresas comerciais e disponibilizados por empresas de serviços contábeis. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 8(24), 41-58.

Sobrinho Neto, F. B., Silva, A. R. P. da, Melo, G. C. V. de, & Azevedo Navarro, K. K. M. de. (2022). Percepção de micro e pequenos empresários sobre instrumentos da contabilidade gerencial. Revista Paraense de Contabilidade-RPC, 7(1), 23-38.

Soutes, D. O. (2006). Uma investigação do uso de artefatos da contabilidade gerencial por empresas brasileiras [Dissertação de Mestrado, Programa de pós-graduação em Ciências Contábeis, Universidade de São Paulo]. Biblioteca Digital. https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-12122006-102212/pt-br.php

Souza, M. J. de, Jacques, K. A. S., Almeida Fehr, L. C. F. de, & Silva, V. F. da. (2020). Artefatos de controladoria e contabilidade gerencial: análise dos artigos publicados em periódicos brasileiros de contabilidade entre os anos 2009-2018. Revista Conhecimento Contábil, 10(2), 57-73.

Souza, R. A. R. de, & Rios, R. P. (2011). Contabilidade gerencial como ferramenta para gestão financeira nas microempresas: uma pesquisa no município de São Roque – SP. Revista Eletrônica Gestão e Negócios, 2(1), 1-18.

Taylor, F. W. (1995). Princípios de administração científica (7a ed.). Atlas.

Yin, R. K. (2015). Estudo de caso: planejamento e métodos (5a ed.). Bookman.

Publicado

2023-12-01

Como Citar

Meurer, F., & Altoé, S. M. L. (2023). Adoção de Ferramentas Contábeis Gerenciais e seus Reflexos na Gestão de uma Clínica Multiprofissional. Revista Brasileira De Contabilidade E Gestão, 12(23). https://doi.org/10.5965/2764747112232023096

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.