Museu de Arte Contemporânea de Serralves: Projectos com Escolas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234605102013015

Palavras-chave:

museu e escola , análise de discurso , arte contemporânea

Resumo

A Fundação Serralves é uma instituição cultural de âmbito internacional que possui um Museu de Arte Contemporânea com um Serviço Educativo (SE) responsável pela organização de programas para o público em geral e especialmente para as escolas. Este artigo apresenta parte de uma investigação sobre o Projetos com Escolas proposto pelo SE no ano 2012/2013 e envolve desde a estrutura e organização deste projeto anual aos protagonistas e as ações interinstitucionais geradas por ele. Como percurso metodológico utiliza materiais publicados pelo Serviço Educativo e conversas com os protagonistas dessas ações (Serviço Educativo da FS) e profissionais da escola envolvidos no projeto. Para fundamentação recorre aos princípios da semiótica francesa e/ou discursiva.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Moema Martins Rebouças, Universidade Federal do Espírito Santo

Possui graduação em Licenciatura em Desenho e Plástica e Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Atualmente é professora associada III da UFES e atua na graduação e na Pós-Graduação em Educação da UFES. Participa do Grupo de Pesquisa do Centro de Pesquisas Sociossemióticas que congrega as instituições PUC/SP, CNRS de Paris e USP.É líder do Grupo de Pesquisa do Cnpq GEPEL. É bolsista de produtividade do Cnpq (2013 a 2016). Realizou o Pós- Doutoramento pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto junto ao Núcleo de Educação Artística  do Instituto de Investigação em Arte, Design e Sociedade da FBAUP como bolsista da CAPES. Entre as publicações destaca “O Discurso Modernista da Pintura”(2003) e a “Cidade que Mora em Mim”(2009). Dedica-se às investigações que envolvem os estudos da Educação da Arte e a Formação de Professores de Arte, Estudos da comunicação e da Educação e o aprofundamento da metodologia sociossemiótica.

Referências

ANICO, Marta (2008). Museus e a Pós-Modernidade: discursos e performances em contextos museológicos locais. Universidade Técnica de Lisboa. Lisboa: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas.

ARGAN,G.C. Arte e Crítica de Arte. Lisboa: Editorial Estampa, 1993

BARBIER,R. Pesquisa-Ação na Instituição Educativa. Rio de Janeiro. Jorge Zahar Editora, 1985.

BARBOSA, A. “Mediação Cultural e Social”. In: BARBOSA, A e COUTINHO, R.(orgs.). Arte educação como mediação cultural e social. São Paulo: Editora UNESP, 2009, p.13-22.

BELTRÁN, C.L. (2005). “Educación Artística y formación estética en Museus, Centros de Arte y Patrimônio”. In: VIADEL, Ricardo (ed.) Investigación en Educación Artística: temas, métodos y técnicas de indagación sobre el aprendizaje y la ensenanza de las Artes y Culturas Visuales. Granada: Ed. Universidad de Granada, 2005, p.365/370.

BOURDIEU, P. La distinction. Paris: Minuit, 1979.

CARNEIRO, A, LEITE, E, MALPIQUE, M. O espaço pedagógico: 2 Corpo/Espaço/Comunicação. Porto. Edições Afrontamento, 1983.

CORTESÃO, L. “Projecto, Interface de Expectativa e de Intervenção”. In: LEITE, E; MALPIQUE, M e SANTOS, M. Trabalho de Projecto: 2. Leituras comentadas. Porto: Ed. Afrontamento, 1990, p. 81-89.

DARRAS, B. (2009). “As várias concepções da cultura e seus efeitos sobre os processos de mediação cultural”. In: BARBOSA, A e COUTINHO, R.(org). Arte educação como mediação cultural e social. São Paulo: Editora UNESP, 2009, p. 23-52. Trad. Silvana Bernardes Rosa et al.

DEWEY, J. Experiénce et education. Paris: A. Collin. P. 1968, p. 117-123.

GONÇALVES, D. A Escola Pública e a Arte Pública: a ilusão do acesso para todos. (Mestrado em Ensino de Artes Visuais). Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto e Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, 2009.

GREIMAS, A. Sémiotique et sciences sociales. Paris: Seuil, 1976. GREIMAS, A. et al. Práticas e Linguagens Gestuais. Lisboa: Ed. Vega, 1980

GRINSPUM, D. Educação para o Patrimônio: Museu e escola – Responsabilidade compartilhada na formação de públicos. São Paulo: s.n. Tese de doutorado – Faculdade de Educação/Universidade de São Paulo, 2000.

LANDOWSKI, E. Passions sans nom. Paris: P.U.F., 2004.

______. Interacciones arriesgadas. Trad. de Blanco, Desiderio. Lima: Universidad de Lima, Fondo Editorial, 2009.

LEITE, E; MALPIQUE, M. e SANTOS, M. Trabalho de Projecto: 1. Aprender por Projectos centrados em problemas. Porto: Ed. Afrontamento, 2001.

______. Trabalho de Projecto: 2. Leituras comentadas. Porto: Ed. Afrontamento, 2001.

LEITE, E. & VICTORINO, S. Serralves: Projectos com Escolas 2002-2007. Porto: Fundação Serralves, 2008.

SEMEDO, Alice; FERREIRA (2011). “Museus e Museologia: desafios para a construção de territórios colaborativos” In Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Vol. XXI, pág. 97-119.

STOER, Stephen (1982). Educação, Estado e Desenvolvimento em Portugal. Lisboa: Livros Horizonte.

Fundação Serralves; Disponível em: http://www.serralves.pt/pt/fundacao/a-fundacao/eixos- estrategicos/.Acesso em: 4 de jul. 2013.

Projeto com escolas; Disponível em: http://1213.projetoescolas.serralves.pt/pt/ Acesso em: 05 ago. 2013.

Oferta de oficinas Serralves para inscrição de alunos. Disponível em: http://1213.projetoescolas.serralves.pt/fotos/editor2/fichadeinscricaoalunos.pdf Acesso em: 05 ago. 2013.

Oferta de oficinas Serralves para inscrição dos professores. Disponível em: http://1213.projetoescolas.serralves.pt/fotos/editor2/fichadeinscricaoprofessores.pdf Acesso em: 05/08/2013.

Programas das oficinas de Serralves 2012/2013. Disponível em: http://1213.projetoescolas.serralves.pt/fotos/editor2/programadeoficinas.pdf Acesso em: 05 ago. 2013.

História de Serralves Disponível em: http://www.serralves.pt/pt/parque/historia/. Acesso em: 09 ago. 2013.

Downloads

Publicado

2014-01-24

Como Citar

REBOUÇAS, Moema Martins. Museu de Arte Contemporânea de Serralves: Projectos com Escolas. Palíndromo, Florianópolis, v. 5, n. 10, 2014. DOI: 10.5965/2175234605102013015. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/4217. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos Seção temática

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)